A Pitaya é amplamente consumida em todo o mundo, por causa de uma série de benefícios à saúde. Quer saber tudo sobre a fruta do momento?

De origem da América Central, conseguiu se espalhar pelo mundo todo, principalmente no Oriente, e desembarcou de vez no Brasil.

Rica em nutrientes, como a vitamina C, B1, B2, B3 e minerais, como ferro, cálcio e fósforo, a pitaya é um alimento completo que deveria ser mais presente em nossa alimentação.

Conhecida como fruta-dragão em alguns países, como os Estados Unidos, por sua casca colorida e escamosa, a pitaya pode ser encontrada em 3 versões, que se diferenciam apenas pela cor de sua camada externa, e pelo colorido interno. Seu sabor é similar nas três variedades, muito doce e saboroso, e ambas ajudam a diminuir a presença de colesterol e trabalham na diminuição da pressão arterial no organismo.

• Hylocereus Polyrhizus ou Pitaya Branca: É a fruta que possui casca rosa e interior branco. Essa espécie tem alto teor de fibras e é conhecida popularmente como pitaya rosa;

• Hylocereus Megalanthustem ou Pitaya Vermelha: É a fruta que possui casca rosa e/ou avermelhada e interior vermelho. Ela também é conhecida por pitaya vermelha ou pitaya roxa. Essa espécie tem alto teor de ferro e ajuda na prevenção de radicais antioxidantes que estimulam o acúmulo de gordura no corpo.

• Seleniceries Undatus ou Pitaya Amarela: É a fruta que possui casca amarela e interior branco. Essa espécie tem alto teor de Vitamina C e zinco.

 

Se interessou? Calma que tem mais!

 

Vamos explorar agora as suas informações nutricionais e todos os seus benefícios para nossa saúde.

Componentes Quantidade por 100g de Pitaya
Água 85,4g
Energia 50 calorias
Gorduras 0,1g
Proteínas 0,4g
Carboidratos 13,2g
Cálcio 10mg
Fibras 0,5g
Vitamina C 4mg
Fósforo 16mg

 
 

Rica em Gorduras e Proteínas: A Pitaya consiste de uma pequena quantidade de gorduras monoinsaturadas saudáveis, porque a fruta contém muitas sementes em sua parte comestível. As sementes e a polpa da Pitaya são uma excelente fonte de gorduras e proteínas.

• Para Digestão: A Pitaya além de fortalecer o sistema imunológico, ela possui um alto teor de fibra, o que significa que elas ajudam o corpo com os movimentos intestinais, facilitando a passagem suave através do trato digestivo, estimulando o movimento peristáltico, e induzindo a liberação de sucos digestivos. Ao regular a função intestinal com fibra dietética, você reduz suas chances de doenças como constipação, síndrome do intestino irritável e doenças ainda mais graves, como o câncer colorretal.

• Para o Sistema Imunológico: Um dos aspectos mais benéficos da Pitaya é a sua capacidade de dar-lhe um impulso no sistema de defesa do seu organismo. Devido aos seus altos níveis de Vitamina C, são um dos ativos mais importante para o sistema imunológico de seu corpo, e que estimulam a atividade de outros antioxidantes no corpo. Eles procuram ativamente e ajudam a eliminar os radicais livres, subprodutos perigosos do metabolismo celular, que foram diretamente ligados às condições potencialmente fatais como o câncer e doenças cardíacas.

• No Emagrecimento: A Pitaya ainda pode ser uma aliada de quem está fazendo dieta para emagrecer, já que em 100 gramas são encontradas apenas 50 calorias e tem propriedades termogênicas, ou seja, aumenta a queimar de calorias. Além disso, são encontradas duas substâncias importantes: glucagon, que dá sensação de saciedade e tiramina, que inibe o apetite, principalmente por doces.

• Excelente fonte de Antioxidantes: Estudos realizados mostraram que os antioxidantes ajudam a neutralizar a formação de radicais livres. Em particular, os especialistas dizem que a Vitamina C é um dos antioxidantes mais seguros e eficazes para realizar esse grandioso trabalho.

• Para Diabetes: A Pitaya possui uma grande quantidade de fibras, elas podem ajudar a estabilizar os níveis de açúcar no sangue. Ela também ajuda a inibir os picos de açúcar que ocorrem depois de comer alimentos com alto índice glicêmico. No mesmo estudo, os pesquisadores descobriram que a Pitaya tem um efeito importante sobre o estresse oxidativo da rigidez aórtica em ratos diabéticos. Isto mostrou que o consumo regular desta exótica fruta pode ser benéfico na prevenção de problemas associados com a Diabetes.

• Rica em Vitaminas: A Pitaya é uma excelente fonte em diversos nutrientes, tais como: Fósforo e oligossárideos que auxiliam o processo digestivo e previne o câncer de cólon e diabetes. Ajuda, também, a neutralizar substâncias tóxicas (metais pesados), reduz os níveis de colesterol e a hipertensão. As sementes têm efeito laxante. Pode-se consumir a polpa do fruto ao natural ou processado como refresco, geleias ou doces.

• Para Saúde Cardiovascular: A Pitaya pode ajudar a melhorar a saúde cardíaca, uma vez que diminui os níveis do (colesterol ruim) ao mesmo tempo melhorar os níveis do (bom colesterol). Além disso, Um Estudo realizado em 2010 mostraram que o consumo da Pitaya pode reduzir os riscos de desenvolver doenças cardíacas e desenvolver pressão alta. Esta fruta exótica é também uma boa fonte de gorduras monosaturada que ajudam a manter o coração em boas condições.

* Fonte site Saudeedica.com

 

→ Como comprar

A casca não pode exibir qualquer machucado e deve estar firme. A coloração esverdeada significa que ainda não está boa para consumo. Mas atenção, se a fruta amassar com facilidade ou estiver soltando líquidos, ela provavelmente já passou do ponto ou está estragada.

→ Como guardar

Se estiver fechada, deixe-a em local fresco e seco – o tempo depende do seu tempo de amadurecimento. Após aberta, o ideal é que seja consumida logo, para evitar a perda de nutrientes.

Armazenada em ambiente refrigerado dura de dois a três dias, mas deve ser guardada em potes fechados.

Outra possibilidade é congelar a polpa por até três meses.

 

Precisa de mais alguma coisa para te convencer a não deixá-la fora da sua dieta alimentar? Eu já estou indo comprar a minha!

 

Leia mais:

10 receitas fáceis e saudáveis para comer sem culpa

Vamos entender mais sobre as calorias?

É necessário servir jantar no casamento?

Deixar um comentário