Os buquês desconstruídos e assimétricos estão em alta nos casamentos, já não é de hoje. Eles já foram novidade, e já tiveram um ar de irreverência. Hoje eles são os preferidos das noivas e representam todos os estilos. Desde as mais clássicas às mais despojadas – todas podem ter o seu buquê desconstruído de acordo com seu estilo e do casamento.

 

 

Um buquê menos formatado pode dar a falsa impressão de ser fácil de fazer. Não se engane, ele exige técnica e cuidados próprios. Procure um florista que tenha este tipo de experiência, para que o seu buquê desconstruído seja, além de lindo, viável. O tamanho do caule, peso e muitos outros fatores influenciam na sua experiência com o buquê.

 

Portanto nada de deixar a escolha do buquê para a última semana. Curta entender os detalhes para buscar o seu buquê perfeito, que atenda às suas necessidades e não seja apenas bonito para a foto, que seja confortável, proporcional e resistente.

 

Venha com a gente e leia algumas boas dicas que aprendemos com os feras do mercado. E aproveite a super seleção de inspirações que separamos para vocês, de fornecedores de vários estados do Brasil. 

 

 

Aqui o assunto será: buquê desconstruído. Este buquê livre, leve, que tem a pretensão de ser despretensioso. Mas nós sabemos que por trás desta aparência despojada, mora uma ciência que requer experiência para acertar na disposição minuciosa de espécies, tamanhos e cores, em busca da perfeita harmonia. 

 

 

Apesar de bastante elaborados, estes buquês despertam a sensação de “colhi agora enquanto passava pelo jardim”. Mas a verdade é que cada flor é pensada nos mínimos detalhes: de espessura, caimento, aroma e tantos outras características que faz deste buquê o mais querido das noivas.

 

Leia também: Tudo o que você precisa saber sobre buquê

 

 

5 dicas para acertar no seu buquê desconstruído

 

Separamos algumas informações que podem te ajudar a fazer as perguntas certas para os profissionais que estarão com vocês nessa missão de produzirbuquê perfeito para você.

 

 

 

1- Flores escolhidas para o buquê

 

Você sabe porque existem floristas especializados em buquês? Porque o trabalho do florista da decoração do seu casamento é completamente diferente do arranjo que é feito para ser um buquê.

A escolha das flores, o modo como elas combinam entre si, o caimento e a durabilidade são diferentes para cada um destes universos. As flores da festa ou da cerimônia podem estar em vasos com água, os buquês não, e muitos outros detalhes.

Um mesmo profissional pode, tranquilamente, fazer os dois papéis: de florista do casamento e criar seu buquê. Mas é importante que ele trate essas duas funções como se fossem projetos complementares, mas independentes, cada um com suas necessidades.

 

Fazer o buquê somente com as flores contratadas para o casamento, pode ser limitante e pouco expressivo, visto que vai desaparecer na semelhança com as flores do ambiente. Mesmo que siga uma mesma linha, algo de especial sempre se destaca nos buquês destruídos que sempre são muito elaborados. Portanto, escolha com cuidado cada uma das flores do seu buquê desconstruído.

 

Se o profissional for especializado a escolha das flores já fará parte do processo. Mas quando o florista ou decorador incluir o buquê no projeto, pergunte se existe uma composição pensada exclusivamente para esta peça – que deve manter seu status de icônica

 

 

 

2- Procurem saber as melhores flores da estação

 

A qualidade do buquê depende da habilidade do profissional e da qualidade das flores. Porém, fundamentalmente, a beleza virá das flores, portanto entender o que influi na qualidade delas pode ser importante para vocês.

As flores, assim como as frutas, são colhidas de acordo com as estações. Suas necessidades de frio, calor, umidade e outros fatores, determinam a melhor época para o plantio e colheita. O mercado de casamentos é tão exigente, e movimenta tanto o mercado de flores, que muitos produtores conseguem safras de algumas flores fora das estações comuns. Quem fornece as flores para o seu fornecedor não é algo que você possa decidir, mas não deixe de pedir sugestões de flores de acordo com a melhor época, e assim você terá flores mais frescas e vivas. Para um buquê maravilhoso buscar as melhores flores é o único caminho. 

 

 

3- O velho jargão: o barato que sai caro

 

Duvide de flores muito baratas. Pesquise a procedência. Como falamos no item acima, a qualidade das flores é muito importante. Os bons produtores trabalham com preços naturalmente regulados pelo mercado, que gira muito em torno de leilões. Explicar como o preço das flores é regulado no mercado não é o assunto aqui, o que queremos é despertar em vocês o olhar crítico para entender os orçamentos. Nunca acredite em um projeto semelhante com valores muito discrepantes. Busque a 3ª, 4ª, 5ª opinião, até entender quais profissionais estão compactuando com o valor normal de mercado, quais os diferenciais e o valor que tem cada profissional.

 

Os profissionais que apoiam seu valor em preço, geralmente são os que menos tem valor, então precisam oferecer apenas o que eles podem como diferencial. O problema é que preço baixo pode trazer volume de trabalho, e deste efeito colateral podem surgir muitos outros, que deterioram a qualidade do serviço prestado ou a personalização, tão importante no nosso universo. Um bom profissional precisa de uma margem normal de preço para desempenhar o melhor trabalho, para os melhores casamentos.

 

 

4- Conforto e durabilidade

 

Os buquês desconstruídos são especialmente flexíveis com relação às espécies de flores utilizadas. Flores imensas ervas e folhas estão cada vez mais presentes nos buquês. Os profissionais especializados sabem como trabalhar o caule das flores para que que seja possível segurar o buquê com uma das mãos. Imagine o peso de um buquê com flores muito grandes e pesadas. É fundamental que vocês tenham atenção com o aspecto ergonômico do buquê e a proporção com o seu tamanho. Um florista não pode executar seu buquê sem saber o seu tamanho

 

A durabilidade das flores também é muito importante. Escute o seu florista e não caia no erro de arriscar uma flor frágil em um casamento na praia em pleno verão. O inverno é especialmente favorável aos buquês, então noivas do verão: fiquem atentas aos cuidados básicos e também na escolha das melhores flores e folhas para suportar a temperatura do seu casamento até o fim.

 

 

5- Procure inspirações brasileiras

 

Nós, e provavelmente todos vocês que conhecem, amamos o Pinterest. O problema é que ali encontramos inspirações de todos os lugares do mundo, e assim criamos expectativas que não são possíveis  de realizar aqui no Brasil. É possível importar algumas flores, como explicou a Bia Pedrini na matéria sobre peônias, mas o ideal é que vocês já procurem inspirações de flores nossas, brasileiras. Não temos nenhuma necessidade de importar flores, temos de todas as cores e muitos estilos.

Aproveitamos a última dica para apresentar para vocês buquês de alguns profissionais, para inspirá-los com referências realizáveis no Brasil.

 

 

Estes são alguns dos excelentes profissionais especialistas em buquês de casamento. Existem muitos outros floristas que não entraram nesta matéria, mas que vocês podem encontrar no nosso Guia de Fornecedores CaseMe.

 

Se você quer nossa sugestão de profissional na sua região, coloque seu email nos comentários, com data do casamento e local que teremos o maior prazer em te enviar!

 

Leia mais:

 

Tudo o que você precisa saber sobre buquê

10 tarefas que todos recém-casados devem conhecer

Noivas Alérgicas – como evitar a alergia no casamento

 

Deixar um comentário