Mayumi e André se conheciam desde a época do colégio, anos depois o destino os uniu de uma forma sensacional. Quer saber como foi e ver o casamento?

Noivos: Mayumi Monteiro Idogawa e André Baptista Nobrega

Data: 05/05/2017

Local: Paróquia Nossa Senhora do Rosário e Museu de Arte Moderna, RJ

◊ ANTES DO CASAMENTO

 

História do casal: Nos conhecemos ainda adolescentes na escola, onde fizemos o segundo grau juntos. Além disso, o avô da May morava no meu prédio e nos esbarrávamos de vez em quando. Nessa época nunca tivemos nada, mas eu já passava mal com aquele sorriso quando abria a porta do elevador.

Quando acabamos a escola, cada um seguiu sua vida e nunca mantivemos contato. Sabíamos um do outro pelas redes sociais, mas sem muita conversa… a não ser parabenizando pelo aniversário e curtindo fotos.

Após quase vinte anos sem contato, a May teve um sonho comigo onde eu estava muito angustiado e ela ficou com aquela preocupação na cabeça, mas tinha decido não fazer nada a respeito justamente por essa falta de contato.

Porém, após alguns dias, um amigo em comum mostrou uma foto da época da escola onde eu estava. Ela achou muita coincidência e resolveu me procurar no Facebook, no dia 08/08/16, para falar sobre o sonho e perguntar se estava tudo bem.

Conversamos nesse dia de 22h00 às 4h00, onde descobrimos que ela havia sonhado na semana em que eu havia assinado meu divórcio, após um processo conturbado.

No dia seguinte continuamos conversando pelo Whatsapp e permanecemos com a comunicação durante duas semanas, ininterruptamente, até que tomamos a decisão de que precisávamos nos encontrar de qualquer forma.

Devido a minha rotina, e às viagens programadas há algum tempo da May no período de agosto a setembro, eu só poderia ir ao RJ em setembro, então comprei passagem para ir dia 16/09.

Diante do tempo que ainda estava distante, ela decidiu comprar passagem para ir à Brasília para passar apenas 12 horas comigo, para tomarmos um chope e entendermos o que se passava conosco.

Bom, quando percebemos já estávamos apaixonados e namorando. Resolvemos fixar a data de 08/08 como o início do namoro já que a nossa sintonia, e de certa forma o sentimento de carinho, já havia acontecido desde o início.

 

O pedido de casamento: O pedido aconteceu na casa da irmã da May no RJ quando após conversarmos por horas, o que é deliciosamente habitual, fomos todos deitar para dormir.

Já no quarto, após tanta certeza daquele reencontro, da bênção que Deus nos deu por toda a nossa história, e pela sintonia e reciprocidade em tudo, eu a pedi em casamento com uma mistura de nervosismo, apreensão e certeza. Pra minha felicidade plena ela disse que sim.

Usamos aliança pela primeira vez no dia 20/11 no show do Guns n´Roses em Brasília.

No dia 3/12 foi a vez do pedido oficial na casa dos pais da May, onde todos foram surpreendidos.




◊ O CASAMENTO

Os preparativos: Por onde começar era o desafio, pois tínhamos pouco mais de 4 meses para organizar uma festa para 300 pessoas. O primeiro contato que fiz foi com a Andrea Turl, minha decoradora, e ela me indicou o Naldo Turl para nos ajudar a organizar nosso casamento e tudo só deu certo graças a eles. Na verdade podemos afirmar que os desafios foram deles, pois quando nos passavam os eventuais problemas já tinham a solução.

Todos ajudaram e muito, se envolveram e isso nos emocionou demais. O projeto era nosso desde o início, portanto nosso envolvimento, tanto da noiva quanto do noivo, foi igual.

 

O vestido de noiva: Confesso que eu já não pensava mais em casar. Eu estava há 6 anos sozinha quando André apareceu. Então eu não fazia ideia de como queria meu vestido. Comecei a namorar os vestidos da Carol Hungria, e quando eu contei isso ao Naldo, meu cerimonialista, ele me disse que adorava os vestidos dela, que eles eram muito amigos e que me levaria lá.

Ela entendeu meu jeito muito rápido e desenhou o vestido dos meus sonhos. Ela me fez ver que eu tinha esse sonho. Fez um vestido tão a ver comigo que acho que eu mesma não faria melhor!

Cerimônia: Nossa única certeza era a Igreja. Nos casamos na Igreja Nossa Senhora do Rosário, que era a Igreja da nossa escola. Além disso, fomos batizados, fizemos a primeira comunhão nela e meus pais se casaram nela.

Local da festa: Não tínhamos ainda ideia de como seria a festa, mas sabíamos que queríamos comemorar muito o momento. Começamos pela lista de convidados e só então tivemos noção de que seria algo maior do que imaginávamos.

Decoração: Com a decoração foi mais ou menos a mesma coisa do vestido de noiva. A Andrea Turl, minha decoradora, também me entendeu muito rápido. Eu só falei que gostava do estilo rústico chique, que queria muitas cores e verde. As primeiras fotos que ela me mostrou de um outro casamento que ela tinha feito me fizeram não querer ver mais nada diferente!

Momentos marcantes: O pedido na casa dos pais da May, o momento que recebemos por email nosso convite e a primeira prova do vestido foram os momentos mais marcantes nesse período, além do nosso chá bar.

Convidados: Perceber o carinho e a torcida de todos, apesar do pouco tempo que estávamos juntos nos surpreendeu e nos emocionou bastante.

◊ APÓS O CASAMENTO

Lua-de-mel: Fomos para Paris.

 

Ficha técnica:

✓ Cerimonial e Assessoria – Naldo Turl

✓ Local da Cerimônia e Festa – Paróquia Nossa Senhora do Rosário e MAM

✓ Vestido de Noiva – Carol Hungria

✓ Cabelo e Maquiagem – Alessandra Grochko

✓ Música Cerimônia (Coral, Orquestra) – Cássio Vieira

✓ Música Festa (DJ, Banda, Sax, Bateria) – João Rodrigo

✓ Foto – Giovani Garcia

✓ Filme – Fio Branco

✓ Buffet – Laguiole

✓ Bar – Help Bar

✓ Bebidas – Porto di Vino

✓ Decorador – Atelier de Eventos Teresópolis

✓ Paisagismo – Horto Art

✓ Flores – Empório Santa Rosa

✓ Mobiliário – Chiavari

✓ Iluminação – Two Lights

✓ Objetos decorativos – Panos e Cores, Eliana Lipiani

✓ Gerador – Noalge

✓ Bolo – Casal Garcia

✓ Doces – Louzieh, Ana Foster, Doces da Ana

✓ Bem-casados – Kel Rubin

✓ Identidade visual – Eilá Nigri Design

✓ Lembranças – Chinelos da Ideia no Pé

✓ Roupa do noivo – Eduardo Guinle

✓ Limpeza – Prosegur Eventos

✓ Ambulância – Bem Estar

✓ Carro da noiva – Black Tie

 

Leia mais:

5 lugares para casar em Goiânia

Charutos no seu casamento

Abotoaduras para noivos e padrinhos

Comentários “Casamento Mayumi e André

  1. Estar presente neste casamento foi um enorme prazer. Admirei desde a Igreja escolhida ao local da festa. Todos os convidados estavam visivelmente felizes por esse enlace. A festa estava um primor. O bom gosto da decoração, dos detalhes, os canapés diferentes e deliciosos, o jantar, os doces , enfim,
    adorei tudo!
    A alegria dos noivos contagiaram a todos. Música excelente. Foi uma festa muito bonita e de muito bom gosto.
    Parabéns a todos os envolvidos.

    Resposta

Deixar um comentário