casamento na praia Fernando de Noronha

Uma capelinha, decorada com bouganvilles – flores preferidas da noiva, no alto de um morro, rodeada pelo mar da ilha de Fernando de Noronha foi o cenário deste charmoso casamento na praia.

Para embalar a cerimônia seu irmão, músico, ficou responsável pela trilha sonora e ele além de cantar compôs uma música especial para a entrada da sua irmã. Pura emoção!

A preparação e organização do casamento levou ao todo 1 ano de 9 meses, mas o resultado mostra que valeu a pena!

Roberta nos contou tudo em detalhes. Leia aqui:

 

Noivos: Roberta De Carolis e Bernardo Schneider

Data: 02.09.2017

Local: Capela de São Pedro dos Pescadores Restaurante Mergulhão, em Fernando de Noronha – PE

 

◊ ANTES DO CASAMENTO

 

História do casal: 

Nos conhecemos em Búzios, na véspera do Réveillon de 2008/2009. Era meu aniversário e duas grandes amigas minhas, que são primas do Bernardo, o levaram na comemoração. A partir desse dia não nos desgrudamos mais! Começamos a namorar uns 2 meses depois, quando fomos passar a semana do carnaval no haras da minha família.

Estamos juntos há muito tempo e desde o início percebemos que tínhamos muitas afinidades, mas acho que ao longo dos anos nossos gostos se tornaram ainda mais parecidos. Nós adoramos viajar (inclusive temos alguns destinos “queridinhos”, para onde escapamos sempre que surge uma oportunidade), gostamos muito de cozinhar juntos, de beber um bom vinho, de pedalar e correr juntos, de estar com nossos amigos e família, mas acima de tudo gostamos muito de ficar em casa jogados no sofá assistindo qualquer coisa na tv junto com nosso cachorro.

 

O pedido de casamento: 

Foi uma longa estrada até o pedido. Na época tínhamos 6 anos e meio de namoro e já estávamos morando juntos há mais de 2 anos, não achei que ia ter um pedido oficial, mas mal sabia que o Bernardo já estava com tudo programado. Fomos passar nossas férias em Fernando de Noronha, que é o nosso lugar preferido e para onde vamos todos os anos recarregar as energias. Logo no segundo dia da viagem o Bernardo me surpreendeu com um lindo anel da Tiffany & Co e com um pedido de casamento super emocionante!

 

◊ O CASAMENTO NA PRAIA

 

Os preparativos: 

Foram 1 ano e 9 meses de preparativos. Demoramos não só por conta da logística de Fernando de Noronha, que é bem complicada, mas também porque fazíamos muita questão que nossas famílias e amigos pudessem se programar com antecedência para tirar férias conosco na semana do casamento.

Os preparativos não foram fáceis, fizemos muitas pesquisas para entender o que era viável ou não. Como Noronha é uma ilha, todos os insumos/materiais precisam vir de fora, o que gera muita limitação. Por conta de todas essas pesquisas e por sabermos exatamente quais eram os fornecedores com quem gostaríamos de trabalhar, optamos por não contratar assessoria. Tivemos cerimonial apenas para o dia do casamento.

Todas as decisões importantes foram tomadas em conjunto por nós dois, mas eu acabei me dedicando mais ao planejamento e organização do nosso casamento na praia enquanto o Bernardo resolvia a nossa lua de mel.

As nossas famílias também ajudaram muito e foram super presentes durante os preparativos. Meus pais transportaram vários doces do Rio de Janeiro para Fernando de Noronha. Meu irmão tocou violão na cerimônia e ainda compôs uma música especialmente para mim, foi super emocionante. Minha prima, que é uma designer talentosa, fez toda a identidade visual do casamento e desenvolveu uma estampa exclusiva com base em pinturas florais em aquarela. Essa estampa foi utilizada no “Save the date“, no convite de casamento, no site e nos panneaux que as madrinhas ganharam de presente. Minha tia Sonia Novo, da Scrapbook Sonia Novo, produziu nossa caixa do toilette.

 

O vestido de noiva: 

Eu sempre achei que ia casar no campo, já tinha em mente até um vestido específico. Mas quando decidimos casar em Noronha vi que a minha referência não era adequada e percebi que não fazia ideia de como queria que fosse o vestido.

Dois meses depois de ter ficado noiva recebi um convite de uma amiga para visitarmos alguns ateliês aqui no Rio de Janeiro. O segundo lugar que fomos foi a Martu, e lá eu me apaixonei por um vestido e decidi que seria ele. Foi muita sorte, pois acabou sendo uma das primeiras escolhas que fiz para o casamento.

 

Não usei véu e grinalda, optei por duas flores de tecido super delicadas da Angela Athayde.

Como não usei véu, quis que a cauda do vestido fosse mantida mais longa e na hora da festa prendi para poder ter mais mobilidade.

 

Dica: Acho que o vestido precisa estar em sintonia com o casamento como um todo. Se a noiva, como eu, não tem uma inspiração ou um modelo em mente, sugiro visitar ateliês com vestidos prêt-à-porter e experimentar vários modelos. É impressionante como os vestidos mudam do cabide para o corpo! Assim fica mais fácil entender o que funciona para você.

 

Acessórios: 

Desde que decidimos fazer um casamento na praia eu sabia que queria usar espradrilles da Felipa, marca que amo de paixão que já uso muito no dia a dia. Sei que além de lindas são super confortáveis. Os demais acessórios eu queria que fossem discretos, pois meu casamento era de dia e queria que o destaque fosse mesmo o vestido.

 

Usei brincos que foram da minha avó paterna, que já faleceu – é uma tradição da minha família as netas usarem alguma joia que pertenceu à minha avó, funciona como um amuleto da sorte, pois ela e o meu avô foram muito felizes juntos, um exemplo de amor e companheirismo.

 

Making of:

Nós acordamos juntos e tomamos café da manhã. A partir desse momento o Bernardo foi para a Pousada Algas Marinhas e eu permaneci na Pousada Solar dos Ventos. Nos falamos algumas vezes por telefone e mensagem. Acho que ambos estávamos tranquilos, seguros da nossa escolha.

 

Cerimônia: 

Assim que ficamos noivos decidimos que o casamento seria em Noronha, com cerimônia na capelinha, que fica no alto de um morro e é rodeada pelo mar. Também escolhemos nos casar em setembro por conta das condições climáticas da ilha. Além da temporada de chuvas ter encerrado, a ilha fica linda, toda verde e nessa época do ano o mar de dentro parece uma piscina, ideal para curtir a praia e mergulhar.

O celebrante foi o Padre Flavio, que é o único padre da ilha. Ele é uma simpatia, faz questão de conhecer os noivos antes do casamento e com isso torna a cerimônia mais intimista.

 

Música da cerimônia: 

Meu irmão foi o único músico da cerimônia. Foi muito emocionante assistir ele tocar seu violão e mais emocionante ainda o momento da minha entrada, que foi embalado por uma composição feita especialmente para mim.

 

Padrinhos e madrinhas:

Chamamos 17 casais, fizemos questão de que todos os nossos melhores amigos estivessem ao nosso lado.

Os padrinhos usaram calça bege e camisa branca e as madrinhas não tinham um dress code específico, pedi apenas que usassem vestido longo.

 

Damas e pajens: 

Tivemos duas daminhas, filhas de amigos muito queridos, e um pajem que é sobrinho e afilhado do Bernardo. Todos eles entraram e foram super carinhosos conosco. Apesar de brincar que o Joaquim é pajem profissional, nós combinamos que se ele entrasse ganharia dois bonecos de super-heróis da Marvel. Recebemos até vídeo dele na nossa lua de mel cobrando a promessa hehehe.

A roupa das daminhas eu escolhi pela internet, sou louca por vestidos com casinha de abelha e amei o modelo em algodão azul com flores rosas. Tinha tudo a ver com o mar e o céu de Noronha e também com as flores rosas da nossa decoração.

 

Já a roupa do Joaquim, nosso pajem, era um terno de linho bege, camisa branca e sandálias Birkenstock. Confesso que quem escolheu foi a mãe dele, minha cunhada, que tem super bom gosto. Ela tinha carta branca, queríamos que ele estivesse confortável para se divertir.

 

Local da festa:

Também definimos desde o início que a festa seria no nosso restaurante preferido, o Restaurante Mergulhão. Além do atendimento impecável e comida deliciosa, o Mergulhão possui uma das vistas mais bonitas de Noronha e em setembro o sol se põe em frente ao restaurante. O Bernardo brincava que o único lugar que ele casaria em Noronha era o Mergulhão, que se fosse para casar em um local que não tivesse aquela vista, ele preferia casar em um salão no Rio.

Nós sabíamos que os donos e a equipe do Mergulhão eram super profissionais e competentes, mas eles conseguiram nos surpreender positivamente! Impressionante como todos os nossos convidados foram super bem atendidos, como não faltou absolutamente nada e como as comidas e bebidas estavam deliciosas.

 

Decoração: 

Nós queríamos que a decoração do casamento fosse charmosa, porém simples, integrada com a paisagem da ilha – que é estonteante. Eu também pesquisei muitas referências no Pinterest, Instagram e em sites que retratam Casamentos Reais – desde blogs nacionais e estrangeiros até sites de fotógrafos de casamento. O Bernardo me deu carta branca e desde sempre eu sabia que queria tons de rosa mais para o pink, materiais rústicos, luzes gambiarras, muita folhagem, orquídeas e bougainvilles (minha flor preferida).

Além disso, nossa maior preocupação nos preparativos era com a decoração, em como seria a logística para todos os insumos chegarem até a ilha e como fazer a montagem e desmontagem do casamento.

Dito isso, nossa escolha mais acertada foi contratar a Clara Nóbrega para fazer o projeto da decoração e coordenar os fornecedores locais. Ela realmente é incrível, possui um bom gosto sem igual, é absolutamente pé no chão, sempre apresenta soluções criativas e é super mão na massa. Uma profissional completa, que agrega muito e transmite segurança. Todos os elogios são pouco para o trabalho dela e da Ana Luiza (sua sócia).

 

Buffet:

O buffet era do próprio mergulhão, muito gostoso. Foi servido um coquetel com 7 opções, seguido de jantar tipo menu degustação com 3 opções de pratos e, por fim, a sobremesa com 2 opções.

Durante a festa eu não consegui comer nada, mas eles foram muito atenciosos e guardaram um prato de cada para eu e o Bernardo jantarmos após a festa.

Servimos cerveja, caipivodka com 3 opções de frutas, whisky e espumante.

 

Música da festa:

Fizemos uma reunião com o Bruno de Vicq e ficamos encantados com sua energia e alto astral. É impressionante como ele consegue captar o gosto dos noivos, e olha que somos super chatos/exigentes com música. Acho que a maior preocupação do Bernardo era o DJ da festa, mas depois que ele conheceu o Bruno percebi que relaxou completamente.

O Bruno é nota mil, super atencioso, empolgado e muito antenado. Na semana do casamento ele preparou uma playlist no Spotify chamada FERNANDO DE NORONHA para divulgarmos para os nossos convidados, para todos já irem entrando no clima da festa. Foi muito legal.  Além disso, ele tocou no Bar do Meio na 5ª-feira antes do casamento, uma espécie de pré-casório, foi muito divertido e todos estavam mega animados.

Escuto todos os dias todas as músicas da playlist que o Bruno criou e morro de saudade dessa semana maravilhosa.

Tem algumas músicas que foram marcantes, mas acho que “When i’m with you feat. Shimmy Timmy”, do Stereo Express foi uma das mais marcantes.

 

Registros:

A Marina Fava foi nossa fotógrafa e a Set Digital fez a filmagem. Eles e o Thiago Martini, que equipe da Marina, foram maravilhosos, além de profissionais extremamente competentes e compromissados (que dispensam qualquer apresentação), são pessoas incríveis com uma energia única. Fez toda a diferença tê-los conosco. Estamos apaixonados pela prévia das fotos e do vídeo, ansiosos para ver tudo.

A hashtag do casamento foi #casamentobetaebe.

 

Convidados: 

Nosso casamento teve 110 convidados presentes. Ficamos muito felizes e nos sentimos muito prestigiados, não imaginamos inicialmente que conseguiríamos reunir tantas pessoas considerando a distância do local que escolhemos. Chamamos pouco mais de 200 pessoas, queríamos um casamento pequeno, apenas para a família e amigos mais próximos. Não tivemos RSVP. Os convidados compravam passagem e nos mandavam as informações sobre a sua estadia. A cada confirmação uma comemoração!

Algumas pessoas muito queridas não puderam estar presentes por diversos motivos, mas nós sabíamos que isso era esperado quando decidimos nos casar em Noronha. Sabemos que mesmos os ausentes estavam conosco em pensamento, acompanhando as fotos e enviando muita energia positiva.

Casar em Fernando de Noronha definitivamente foi um sonho e um privilégio, tivemos a oportunidade única de passar uma semana no paraíso ao lado dos nossos melhores amigos e familiares. A semana inteira foi maravilhosa, todos os convidados super integrados e o dia do casamento foi o auge, nunca sentimos tanto amor, felicidade e energia positiva. Foi um casamento íntimo, muito animado e repleto de emoção.

Bateu uma depressão coletiva pós Noronha, já estamos combinando de voltar ano que vem para passar nosso primeiro aniversário de casamento por lá e muitos dos convidados também estão animados para voltar.

 

Dicas: Aproveitem cada fase dos preparativos até o grande dia, o casamento começa na organização e tudo passa muito rápido. Pesquisem muito e escolham fornecedores com quem vocês se identificam, é muito importante estar cercado de pessoas competentes e do bem, que vão fazer de tudo para transformar o sonho do casal em realidade. Para o grande dia, eu aconselharia aos noivos, na medida do possível, tentar relaxar. Imprevistos acontecem, deem menos importância para isso, vocês vão ver que é insignificante perto de todo o carinho, amor e felicidade que vocês vão experimentar no grande dia.
 

◊ APÓS O CASAMENTO

 

Lua-de-mel:

Consideramos os dias que passamos em Noronha parte da lua de mel, mas também viajamos para a Itália e Paris.

Toda a viagem foi muito gostosa. Passamos alguns dias em Florença, depois alugamos um carro e rodamos a região da Toscana. Antes de voltarmos para a realidade encerramos a lua de mel com chave de ouro em Paris, cidade que amamos! Fizemos um roteiro bem romântico, recomendo muito.

 

Presentes:

Nós já morávamos juntos e nossa casa é bem completa, por isso optamos por cotas de lua de mel. Ainda assim, tivemos amigos e familiares super queridos que conhecem o nosso gosto e nos presentearam com lindas obras de arte e objetos decorativos.

Já começamos a preparar os cartões de agradecimento, mas ainda não enviamos. Com a correria dos preparativos e com a viagem acabamos ficando um pouco atrasados para agradecer tanto carinho.

 

 

Ficha técnica:

✓ Celebrante –Padre Flavio

✓ Local da Cerimônia – Capela de São Pedro dos Pescadores

✓ Local da Festa – Restaurante Mergulhão

✓ Decoração – Clara Nobrega Decor

✓ Vestido de Noiva – Martu

✓ Cabelo e Maquiagem – Andrea Alencar

✓ Acessórios – Angela Athayde

✓ Sapatos – Espadrilles Felipa

✓ Buquê – Clara Nobrega Decor

✓ Roupa das Damas e Pajens – Vestidos das damas: Cirandinha (loja virtual no site Elo7)

✓ Alianças – Luciana Guaranys

✓ Música Cerimônia – Felipe De Carolis

✓ Música Festa – Bruno de Vicq

✓ Foto – Marina Fava Fotografia

✓ Filme – Set Digital

✓ Buffet e Bar – Restaurante Mergulhão

✓ Iluminação – Ricardo Dantas (Buiu)

✓ Bolo – Marly e Lucinha Cascão

✓ Doces – brownies Casal Garcia, brigadeiros Fabiana D’Angelo, brigadeiros e outros doces Marly e Lucinha Cascão

✓ Bem-casados – Elvira Bona

✓ Lembrancinhas – panneaux para as madrinhas (estampa por Joana Duarte Maranhão e impressão por W3 seriGráfica) e abridor de garrafa para os padrinhos (Wood Skull)

✓ Convite e identidade visual – Joana Duarte Maranhão e impressão por Silk Atelier

✓ Roupa do noivo – terno Casa Alberto e sapato Hackamore

✓ Hotel da noite de núpcias – Pousada Solar dos Ventos

✓ Lua de mel – Itália e Paris

✓ Lista de presentes – Site

 

 

Leia mais:

Como escolher o espumante para o seu casamento?

Quer fazer seu making of junto com as suas madrinhas?

Deixar um comentário