Casamento na Santa Ignez, sob o comando de Daniela Siani e buffet da D.A. Gastronomia.

Noivos : Rafaela Medeiros Costa e José Farani Pedreira de Freitas Neto

◊ ANTES DO CASAMENTO

História do casal: Nos conhecemos no trabalho, na empresa Icatu. O José trabalhava como estagiário na área comercial e eu como estagiária no Jurídico. Na época, 6 anos e meio atrás, nossas chefes eram muito amigas e resolveram juntar os respectivos estagiários. Com isso, em uma sexta feira, marcaram um happy hour, onde foram diversas pessoas do trabalho, mas como só eu e ele morávamos na zona sul, voltamos juntos a pé até o metrô.

No caminho comentei sobre uma festa que ia com uma amiga e coincidentemente ela era vizinha de rua dele. Ele então decidiu ir à festa, sozinho, com a gente. Lá, depois de um tempo, acabamos ficando juntos e estamos até hoje!

O pedido de casamento: Iniciamos uma Eurotrip, que iria durar uns 20 dias, e ele, sem contar a ninguém, decidiu fazer o pedido nessa viagem, no Jardim de Versailles, na França.

Tínhamos programado para ir ao Jardim em uma terça-feira, 30/09/14, mas no dia anterior tínhamos ido a um restaurante e bebido MUITO vinho, logo fomos ao Jardim com a maior ressaca e a previsão do dia era pra ser de 16º porém chegou aos 30º! Então no meio do calor, com fome, de ressaca e cansados, sentamos na escada principal e ele afirmou ter algo na mochila pra mim. Retirou da mochila, após acoplar a go pro pra filmar sem eu perceber, a caixinha do anel e fez a tão famosa pergunta “Você aceita passar o resto da vida comigo?”. A minha resposta automática foi “Tá de brincadeira????”, fui pega de surpresa haha, claro que depois disse sim…

De lá fomos almoçar no Le Relais de L’entrecôte para comemorar.

◊ O CASAMENTO

Os preparativos: Marcamos a data com um pouco mais de 1 ano de antecedência. Os preparativos foram ótimos apesar de cansativos, por termos que conciliar com o trabalho, reuniões e horários, mas contratar o cerimonial da Daniela Siani ajudou muito a nos organizar e não perder prazos, entender a necessidade de alguns serviços, etc. Foi essencial!

O vestido de noiva: 

Meu vestido foi comprado na David’s Bridal em NY. Já saí do Rio com uma ideia de modelo, meu casamento ia ser à tarde e no inverno, então não queria nada muito espalhafatoso e nem cheio de brilhos. Levei para a viagem uma foto de algo que gostei e pedi na loja o mais próximo. Na 4º opção já escolhi o meu!

Alguns meses antes da cerimônia, a cerimonialista me indicou uma ótima pessoa (Rene) que iria fazer a bainha e tentar prender a cauda, que não era grande, mas na festa não poderia ficar solta. Ela então após fazer a bainha colocou um colchete mínimo pra subir a cauda e ficou ótimo!

Meu véu tinha toda a borda de renda. Ficou lindo! E a peça que optei para usar após tirar o véu tinha um brilho e se completavam, não coloquei grinalda.

Dica: Minha dica para quem vai iniciar a escolha do vestido de noiva é primeiro entender o seu próprio desejo, buscar ideias e fotos à partir do local e horário, procure adequar o estilo para criar uma harmonia. Se for fazer o vestido, procure uma costureira de confiança, para que você se sinta segura, e se for comprar, defina bem o estilo e mantenha a mente aberta, pois pode acabar não comprando exatamente o que pretendia, mas pode achar algo que te surpreenda! Como foi o meu caso!

Acessórios: Meu véu escolhi aqui no Brasil, optei por alugar e não comprar. Minha cerimonialista indicou uma loja especializada e fui durante uma manhã para conhecer as opções e experimentar, me ver com as peças.

As jóias que usei são da minha mãe, fiz questão de utilizar o conjunto de brincos e colar de pérolas com ouro branco dela.

O sapato optei por fazer com a Lidu. Precisava de algo que me deixasse confortável por horas, na altura que queria e com tonalidade próxima a renda do meu vestido. Ficou lindo!

Making of: Eu me hospedei no Sheraton da Niemeyer. Escolhi o local pela beleza do local e pela proximidade do local da cerimônia e festa, já o José ficou em um hotel com os pais no Leblon. Nos vimos no dia anterior pela manhã e evitamos nos falar até o momento do casamento, como já morávamos juntos queríamos um pouco desta “saudade” para criar a surpresa no momento da igreja.

Cerimônia: Ficamos noivos em set/2014 e em abril/2015 resolvemos buscar uma data pra casar. Eu tinha já tinha vontade de casar na Capela da Sta. Ignez principalmente pelo fato de ter o salão no mesmo local.

O responsável nos indicou algumas datas e optamos pelo dia 02/07, em razão das olimpíadas que serão em agosto.

O local não possui um padre, logo nos indicaram algumas opções. Na primeira entrevista já gostamos de cara do celebrante, ele nos passou uma mensagem bonita e moderna. Acredito a parte mais emocionante da nossa cerimônia foi olhar a igreja cheia, com todos aqueles que escolhemos ter ao nosso lado naquele dia especial desejando as melhores vibrações para o nosso momento.

Padrinhos e madrinhas: Foram 5 casais para cada lado. Para os homens, demos a mesma gravata, com intuito de diferenciá-los, já as mulheres, optamos por vestidos longo e pedimos que evitassem o mesmo tom de vestido. Nosso altar ficou bem colorido.

Damas e pajens: Foram 3 meninos e 3 meninas, todos nossos primos. Os pajens usaram colete cinza, parecido com o noivo, e calça social com gravata borboleta e as daminhas vestido branco com uma fita de cetim na cintura da cor da gravata dos padrinhos.

Local da festa: A festa aconteceu no mesmo local da cerimônia. A Santa Ignez possui um jardim lindo com um belo salão. Nossa ideia era fazer um casamento com cara do Rio, à tarde, com um dia lindo e sem tantas formalidades, e foi exatamente o que aconteceu!

Decoração: A Lu Kreimer foi a nossa decoradora. Por ser minha tia, nós já conhecíamos seu trabalho, mas ela conseguiu superar as expectativas!

Se pudesse fazer algo diferente? Com certeza teríamos contratado mais tempo de festa! haha

Música da festa: O Dj foi uma grata surpresa.. eu participei de uma promoção de uma revista de casamento e fui contemplada com o Dj André Werneck e sua equipe. No dia quem tocou em nosso casamento foi o Dj Rafael Brito. Acredito que a música mais marcante foi “Dog Days are over” da Florence, onde TODOS os convidados se jogaram (se abaixaram com coreografia) na pista e nos proporcionaram um momento sem igual.

Buffet: Contratamos por fora porque o local não disponibiliza nenhum serviço. Optamos pela D.A. Gastronomia, que nos apresentou um buffet ótimo, com coquetel volante e mais uma opção de “ilha” fixa, que tiveram 3 itens escolhidos por nós e que ficaram disponíveis por todo o tempo da festa para os convidados se servirem.

Para as bebidas contratamos a TOP Bartender para o bar de drinks, com vodka, saquê, santa dose e etc, e além disso, disponibilizamos whisky e cerveja, que circularam pela festa. O espumante foi com a PORTO DI VINO da Gávea e super recomendo.

Após a cerimônia nós dois jantamos todas as opções do buffet, em sala fora da festa, mas depois que entramos na pista não comemos nada.. hehe

Convidados: Tivemos como base o limite do local. O salão comporta 300 convidados, porém optamos por pagar serviço para 250 pessoas, como temos MUITOS familiares e amigos de fora do Rio sabíamos que muitos não poderiam estar presentes. Com isso a lista final fechou com 350 convidados. Já tivemos o retorno da cerimonialista que ao final, tivemos 230 pessoas presentes no casamento.

Com o RSVP ativo conseguimos ter um bom retorno de controle, esse serviço é essencial. Com ele os noivos conseguem se adequar para não ter falta de serviço caso mude a quantidade de convidados.

O fato de termos feito um casamento “pequeno” nos permitiu estar com TODOS os convidados durante toda a festa. É incrível lembrar de cada um, receber a msg dos que não puderam ir e saber que todos os presentes amaram o clima do nosso casamento. As histórias estão surgindo até hoje, o que nos prova que deixou o que falar, já virou referência para muitos de um casamento marcante.

Sem os excelentes fornecedores, cerimonial, decoradora e convidados, nós não poderíamos ter uma recordação tão maravilhosa desse dia!

◊ APÓS O CASAMENTO

Lua-de-mel: Em razão da economia, guerra e outros fatores, decidimos passar a lua de mel na Colômbia. Fomos para Cartagena, San Andres e Bogotá. Recomendamos MUITO a outros casais! Entendo que lua de mel merece algo calmo e sem a necessidade de realizar turismo o dia inteiro, nesses locais tivemos a tranquilidade para ficar juntos e ainda conhecer cultura, restaurantes, passeios, mas tudo de uma forma calma e sem correria de viagem.

Dicas importantes sobre a organização pós casamento + lua-de mel + novo apartamento: Acreditamos que tudo começa com a data marcada: a contratação de um cerimonial de confiança, a criação de um e-mail específico para o casamento (evitando misturar os assuntos de trabalho), a escolha de um site claro e bem informativo sobre o dia. Após essa organização você consegue ir em paralelo pesquisando locais na internet para lua de mel, e o apartamento você consegue ir ajustando aos poucos nos finais de semana. O mais importante é não transformar esse momento em desespero, mas sim lembrar que esta é uma das melhores fases da vida à dois. Da  forma que fizemos deixará saudades e não alívio, e isso nos une ainda mais.

Troca de presentes: Os presentes foram todos online, através de um site, já que estávamos montando nosso apartamento. Nos ajudou muito. Colocamos também uma lista na loja Tutto per La Casa.

Desde o início optamos por escolher bem os convidados, para que fosse para eles também uma escolha pessoal. Ainda estamos agradecendo cada presente que ganhamos (pessoalmente, e-mail, ligação, mensagem..), acho que essa atenção dada pelos noivos faz a diferença e traz um retorno gostoso, a gente percebe a alegria da pessoa em saber que nós sabemos exatamente o que ela escolheu para nos presentear.

Ficha técnica:

✓ Cerimonial e Assessoria – Daniela Siani

✓ Celebrante – Padre Paulo Oliveira

✓ Local da Cerimônia e Festa – Capela Sta. Ignez

✓ Vestido de Noiva – David’s Bridal

✓ Véu – Look at The Bride

✓ Cabelo e Maquiagem – Maria Portilho

✓ Acessórios – mãe da noiva

✓ Sapatos – Lidu

✓ Buquê – Girassol (Cobal do Leblon)

✓ Lapelas dos padrinhos – Foram feitas pelo florista Jorge Henrique

✓ Alianças – Vivara

✓ Música Cerimônia (Coral, Orquestra) – Márcio Mendez

✓ Música Festa (DJ, Banda, Sax, Bateria) – Rafael Brito (equipe André Werneck)

✓ Foto e Filme– Marco e Maurício

✓ Buffet – D.A. Gastronomia

✓ Decorador – Lu Kreimer

✓ Iluminação – Two Lights

✓ Bolo – Regina Rodrigues

✓ Doces – Regina Rodrigues, Carolina Sales e Frances

✓ Bem-casados – Elvira Bona

✓ Chocolate – Olenka

✓ Lembrancinhas – para os padrinhos, Porto di Vino e gravatas

✓ Convite e identidade visual – Kasa dos Convites e Girlanda

✓ Roupa do noivo – Eduardo Guinle

✓ Gerador – VC show

✓ Manobra e Segurança – Valet Parking Rj

✓ Hotel da noite de núpcias – Sheraton Niemeyer

✓ Lua de mel – Cartagena, San Andres e Bogotá

✓ Lista de presentes – Site e Tutto per la Casa

Comentários “Casamento Rafaela e José

Deixar um comentário