Thais e Marcos se conheceram em um festival de samba em Brasília, cidade onde moram. Música e dança foi o que os uniu e acompanhou este casal até o altar, em um lindo casamento na praia.

Amantes do samba, do axé e chorinho decidiram casar na Bahia com uma cerimônia à beira-mar para combinar com a trilha sonora do casal. O casamento foi celebrado por duas amigas: uma deu o cunho religioso e a outra trouxe a história do casal. Tudo, cheio de significados e muito lindo!

Os noivos fizeram uma batalha de dança entre madrinhas e padrinhos, onde cada grupo ensaiou separadamente sem contar a música escolhida para o outro grupo, e no dia do casamento aconteceu a competição.

Veja a matéria deste casal musical e descubra qual time venceu!

 

 

Os Casamentos Reais publicados no CaseMe são escritos diretamente pelas noivas ou noivos. Nossa proposta é uma troca real de experiências, sejam boas ou ruins, que ajudem outras noivas que ainda estão no processo, com foco e inspiração!

 

Noivos: Thais Leal Osorio e Marcos Coimbra Osorio

Local: Bblue Beachouses (cerimônia e festa) – Itacimirim/BA.

Data: 31/03/2018.

 

◊ ANTES DO CASAMENTO

 

História do casal:

 

Nos conhecemos em agosto de 2013 durante um festival de samba em Brasília. Local pouco provável de se conhecer o marido. rs

Em novembro deste mesmo ano, começamos a namorar em um pedido super romântico no Hotel Mercure de Brasília.

Em maio de 2015, compramos nosso apartamento e fomos morar juntos.

Em março de 2017 em uma viagem à Tailândia, no dia do meu aniversário (24.03.2018), veio o pedido de noivado em um jantar com pé na areia no hotel Rayavadee na praia de Railay Beach.

Foi então que começamos a organizar o tão sonhado casamento na praia.

Amantes não só do samba, mas também do axé, decidimos celebrar nossa união na Bahia com uma cerimônia à beira-mar. O local escolhido foi o Bblue Beachouses, local que trouxe a possibilidade de hospedar muitos convidados e trazer para além do dia do casamento uma convivência de 3 dias com amigos e familiares com três eventos: Lual (30.03), casamento (31.03) e feijoada (01.04). Não poderia ter sido melhor.

 

O pedido de casamento:

O pedido de casamento foi realizado no dia do meu aniversário (24.03.2018). Começou com drinks no hotel que estávamos hospedados (Rayavadee) em um restaurante chamado “The Grotto” (restaurante que fica dentro de uma gruta à beira-mar, um escândalo de lugar), ainda parecia apenas bons drinks para comemorar o aniversário. rs Depois seguimos para o restaurante “Krua Phranang”, no mesmo hotel. Lá, havia uma mesa posta linda em frente ao mar, com rochedos ao mar, coisa de outro mundo. Jantamos, cantamos parabéns com um bolo lindo, e o que parecia apenas comemoração de aniversário, virou o pedido de casamento com buquet de rosas e a aliança, comprada na Capadoccia – Turquia, nosso destino anterior.

 

◊ O CASAMENTO

 

Os preparativos:

 

Marcamos a data com 1 ano de antecedência. Os preparativos foram super intensos, pois fizemos um destination wedding. Moramos em Brasília e nos casamos na Bahia. Para isso, foi imprescindível ter um cerimonial contratado na cidade do casamento, Viva Assessoria. Escolhemos os profissionais do casamento com muitas pesquisas na internet e com as indicações do cerimonial. Utilizamos nossas pesquisas, mais a consultoria para chegar nas escolhas definitivas.

Além de todo o processo de contratação de fornecedores, ainda tivemos que organizar ensaio da nossa dança dos noivos (bolero e gafieira) e da disputa de dança de padrinhos e madrinhas (onde cada grupo ensaiou separadamente sem contar as músicas escolhidas para o outro e no dia do casamento teve uma batalha de dança).

Claro, as madrinhas foram vencedoras! rs.

O vestido de noiva: 

Queria um vestido de noiva que fosse diferente e maravilhoso. Não queria um vestido muito clássico, mas não consegui fugir do brilho. rs A escolha do vestido foi mais uma etapa emocionante. Viajei sozinha para Miami e escolhi, na última loja que havia marcado horário. Perguntei a moça, já sem esperanças, se aquele vestido estava dentro do meu orçamento, e ela disse, sim. Quer provar? Prontamente eu disse sim, e, em seguida: “I sad yes to the dress!”.

Ninguém estava comigo, no dia não consegui fazer chamada de vídeo com a minha mãe, nem com as madrinhas e foi desse jeito: sozinha, confiante e muito feliz que escolhi o vestido dos sonhos la loja Aire Barcelona. O vestido era “sequinho” com bordados diferentes e elegantes por todo ele. Tinha uma pequena cauda e um decote nas costas incrível. A cauda não atrapalhou durante a festa, porque prendia. Para quem quer comprar vestido a dica que eu daria é pesquisar muito os custos de comprar na sua cidade e comprar fora e o estilo que deseja seguir. Assim, você pode avaliar todas as possibilidades e não se perder na infinidade de opções. Jamais experimente um vestido que não caiba no seu orçamento.

Acessórios:

Escolhi o brinco na semana do casamento. O sapato foi uma sandália que eu já tinha e a escolha do buquê foi baseada em flores exóticas e que trouxesse um ar diferente e elegante.

Roupa do noivo:

A roupa do noivo eu que escolhi e comprei em Miami quando fui comprar meu vestido.
Coube direitinho…

Making of:

No dia do casamento cada um se arrumou em uma casa, das 10 que haviam no hotel. Nós estávamos uma pilha de nervos, principalmente por causa da dança dos noivos. Nós dançamos samba de gafieira e tínhamos ensaiado uma coreografia por meses e no dia do casamento, pela manhã, no último ensaio, a gente não lembrava dos passos. O nervoso não deixava.

Recebi um buquê de flores com uma mensagem linda “já deu tudo certo!” dele e, do meu lado, organizei um ensaio sensual no nosso apartamento para presenteá-lo no dia do casamento. Ele amou.

 

Cerimônia:

O local da cerimônia foi o mesmo da festa. Nossa celebração foi realizada por duas amigas. Uma deu um viés religioso, a outra contou a história do casal. Foi choro e emoção para todos os lados. Além disso, fizemos a cerimônia das areias que encheu de simbolismo e significado esse grande momento.

Música da cerimônia:

Contratamos uma orquestra para a cerimônia que tocou sambas e outros ritmos orquestrados e fez um arranjo para que a minha marcha nupcial  fosse em ritmo de chorinho, ritmo que eu amo e que faz parte da minha história. Após a cerimônia, essa orquestra se transformou em uma banda de gafieira que foi o receptivo dos convidados. Depois da banda de gafieira, a banda Di Cor tomou conta da festa com muito axé na Voz de Renatinha.

Padrinhos e madrinhas:

Foram chamados 6 casais de Padrinhos e 2 amigas. Os padrinhos usavam chapéu, suspensório, camisa branca e calça clara. As madrinhas tiveram uma paleta colorida.

 

Damas e pajens

Tivemos duas daminhas e um pajem, filhos de amigos nossos e duas damonas, amigas de longas datas. As daminhas e o Pajem vestiram roupinhas que mandei fazer. As meninas tinham vestidos com a saia de folhagem, bem praiana. O pajem tinha modelito social com gola e barra da camisa de poar verde e branco. Um charme. Todos entraram numa felicidade só. As daminhas estavam com 1 ano e meio e o Pajem com 1 ano e 2 meses.

Local da festa:

Já havia pesquisado muito pela internet e, nas fotos, parecia maravilhoso. Viajei com a minha mãe para conhecer pessoalmente a cerimonialista e aproveitamos para ir ao local pessoalmente para checar se era tudo isso mesmo.

Conclusão: Era mais do que as fotos mostravam. Hoje, quando vemos as fotos e lembramos do dia do casamento, a gente tem certeza que foi muito mais do que imaginávamos. Foi um verdadeiro sonho mesmo.

Decoração:

A decoração foi indicação da nossa cerimonialista. Não queríamos um casamento clássico. Rosas brancas, lustres de cristal, tapete vermelho… Queríamos algo exótico, rústico, praiano e ao mesmo tempo elegante. Foi então que a cerimonialista sugeriu Silvia da Renda com Sal. Começamos a passar para Silvia nossos desejos na decoração a presença de nossas cidades natal (Brasília – noiva e Rio de Janeiro – noivo), o local do nosso pedido de noivado, a Tailândia.

E assim, fomos sugerindo a presença de elementos que trouxessem essas lembranças e ela foi perfeita em captar nossos desejos. Desde a escolha das flores que eu fiz questão de frisar que eu queria algo exótico e até que lembrasse o meu cerrado, até a colocação dos lustres, da mesa de bolo suspensa, já que eu adoro balanços nas decorações, o painel do bar, os lounges, o altar, tudo, tudo com um olhar atencioso, minimalista e brilhante. Não faríamos nada de diferente. Foi tudo perfeito.

Bolos e doces:

A escolha do bolo deu trabalho e, no dia, ele não estava exatamente da cor que eu pedi, mas o resultado ficou igualmente bonito. A escolha dos doces reuniu chocolate, mais muitas misturas com frutas, para dar um ar mais tropical a mesa de doces. Eu amei a minha mesa de doces. Não faltou nada
.

Buffet:

Fiquei imensamente feliz com a escolha do meu buffet. Requintado e super farto. Vinni arrasou na apresentação e no sabor dos pratos. Tivemos de tudo. Empratados, mesa de pratos quentes, mesa de frios, coquetel volante, hora do chefe, comidinhas da madrugada… Desde frutos do mar, como lagosta, mexilhões, camarões até fillet mignon e outras delícias… Nós não conseguimos comer durante o casamento pela ansiedade.

Contratamos um bar de drinks que era servido sakê e vodka com várias misturas exóticas de frutas – as “caipis gourmet”. A Soft Bar arrasou nas misturas e encantou os convidados com as deliciosas caipivodkas e saquerinhas… O buffet serviu whisky Chivas 12 anos, cerveja original e espumantes comprados por nós.

Ficamos imensamente felizes com nossas escolhas de Bar e Buffet.

 

Música da festa:

A Festa teve banda receptivo de gafieira, organizado por Passos, da Compassos.. Teve Dj e a Banda Di Cor tocando o melhor do axé. A música que marcou meu casamento foi “Selva Branca”.

Registros:

Contratamos Dois em Um fotografia e Araras produções para filmagem. Não nos incomodamos com fotos e filmagem. A gente queria mais era se divertir. Os convidados usaram a #TeMcasorio2018 e também fizeram seus registros.

Convidados:

A festa foi para 130 convidados. Fizemos uma lista de 250 pessoas. Fizemos o controle com uma planilha do excel com os nomes dos convidados que compravam passagem e confirmavam hospedagem. Assim, facilitou organizar o transfer deles no dia da chegada, a entrega dos mimos nos hotéis e ainda o itinerário da van que os buscou em cada hotel no dia do casamento. Além de claro, ajudar na análise da quantidade de convidados confirmados. Foi todo mundo que a gente esperava.

A grande surpresa foi o nosso padrinho, Felipe, que estava com um filho de 7 dias de nascido e apareceu no dia do casamento para viver a festa e viajar logo em seguida. Foi emocionante ter a presença dele em um momento tão delicado.

 

Ferramentas:

O que mais me ajudou na rotina do casório, foi a cerimonialista e minhas tabelas do excel.

 

◊ APÓS O CASAMENTO

 

Lua-de-mel:

Ainda não viajamos de lual de mel. Vamos viajar em agosto para curtir o verão europeu na Grécia e na Croácia.

Dicas importantes sobre a organização pós casamento + lua-de mel + novo apartamento:

Nesse quesito, acho que como já morávamos juntos antes de casar, o pós casamento foi só continuação de uma vida a dois já consolidada e feliz. A lua de mel ainda não aconteceu e o apartamento já tínhamos comprado e reformado há três anos atrás. Logo, a casa já estava montada. Não tivemos aquele “sufoco” que a maioria passa de casar, viajar em seguida e ainda reformar apartamento novo. Fizemos tudo em etapas, conforme o nosso orçamento permitiu.

Presentes:

Agradecemos cada cota de lua de mel que ganhamos. Mas essa etapa foi só um detalhe perto de ter levado 130 pessoas da nossa intimidade para viver esse sonho com a gente na Bahia.

 

Ficha técnica:

♦ Cerimonial e Assessoria: Viva Assessoria

♦ Local da Cerimônia : Bblue Beachouses

♦ Celebrante: Masra de Abreu e Cinthia Amorim

♦ Música de Cerimônia: Compassos

♦ Decoração da cerimônia: Renda com Sal

♦ Local da Festa: Bblue Beachouses

♦ Buffet: Vini Figueira Gastronomia

♦ Decoração: Renda com Sal

♦ Florista: Renda com Sal

♦ Iluminação: Compassos

♦ Mobiliário: Renda com Sal

♦ Plantas: Renda com Sal

♦ Toldo: – (Prefiro não listar, pq tivemos problemas sérios de montagem de estrutura com eles)

♦ Bar: Soft Bar

♦ Música da Festa (DJ, Banda, Sax, Bateria): Compassos e Banda Di Cor

♦ Fotografia: Dois em um fotografia

♦ Filme: Araras Produtora

♦ Bolo: Laise Gama

♦ Doces: Priscilla Diniz

♦ Bem-casados: Fátima bem casados

♦ Chocolate: Priscilla Diniz

♦ Lembrancinhas: Feita pelos noivos

♦ Convite: Feito pelos noivos

♦ Identidade visual: Feito pelos noivos

♦ Gerador: G8 Geradores

♦ Segurança: Judah Park

♦ Vestido de Noiva: Aire Barcelona

♦ Véu: Alugado em Brasília

♦ Cabelo e Maquiagem: Mirela Abreu

♦ Buquê: Renda com Sal

♦ Roupa do noivo: Calvin klein

♦ Roupa das Damas e Pajens: Mandei fazer.

♦ Alianças: Vivara

♦ Lua de mel: Croácia e Grécia

♦ Lista de presentes: cotas de lua de mel

 

Leia mais:

Casamento na praia: Dicas de decoração

Casamento na praia Gabriella e Felipe

Inspirações incríveis de vestidos de noiva para casamentos na praia

Buffet para casamentos na praia

SaveSave

Deixar um comentário