Nós da assessoria financeira do Coaching de Noivas, sugerimos que as finanças sejam um assunto presente no cotidiano do casal, sem deixar que se transforme em incômodo; que seja discutido em termos de planejamento, estratégias e possíveis adaptações à realidade das diferentes circunstâncias da vida à dois. Entenda e aprenda mais sobre o valor, o poder e a compatibilidade financeira.

Cada pessoa lida com as finanças e com o dinheiro de acordo com padrões construídos à partir da referência e do comportamento financeiro dos pais ou da sua família. Estamos vinculados a padrões, crenças culturais e sociais, a forma como nos espelhamos nas dificuldades ou abundâncias vividas refletirão na maneira de como o casal se relacionará com o dinheiro e com a saúde financeira que será construída durante a vida à dois.

Descobrir o que o dinheiro representa pra cada um, como se relacionam com o ganho ou perda do mesmo ou de outros recursos importantes para a sustentabilidade, assim como decidir juntos quais são as prioridades pessoais e do casal antes, durante e depois do casamento exigirá muita flexibilidade, escuta, diálogo e combinações, para que juntos possam respeitar o jeito um do outro e até realizarem mudanças.

O “valor e o “poder” de cada um na relação não deve estar relacionado a quem ganha mais decide mais” ou quem ganha menos tem um menor valor. Para alcançar um relacionamento financeiro ideal é fundamental que cada um contribua para a economia conjugal na mesma proporção e não no mesmo valor. Uma atitude de equilíbrio que orienta a participação e a co-responsabilidade, responsabiliza cada um na construção da riqueza e patrimônio do casal, e da futura família. Sugerimos que cada um colabore com % a serem definidos de forma a cobrir todas as despesas, investimentos, viagens, estudo e tudo o que for importante para ambos.

O diálogo é a chave para qualquer assunto conjugal, e isso não é diferente quando falamos de dinheiro. Guardar dinheiro escondido do parceiro ou mesmo gastar dinheiro escondido é sinal de que há algum problema com a relação e ele deve ser enfrentado. Se você tem sonhos ou desejos pessoais e sente que a relação conjugal não deixa reserva econômica para isto, converse com seu par e procure estabelecer uma nova distribuição do dinheiro de cada um. Se um dos dois não trabalha, seja por opção própria ou porque está desempregado, é preciso que o diálogo seja maior e ainda mais constante.

Fique sempre atento a sinais de insatisfação com o relacionamento. Quando uma das pessoas na relação, ou pior as duas, começa a consumir demais, ela pode estar ocultando no consumismo desenfreado alguma frustração ou insatisfação com o relacionamento. Neste caso, quanto mais cedo você analisar e enfrentar a situação melhor. Se deixar passar tempo demais, você corre o risco de acabar cheio de dívidas e com o relacionamento destruído.

Uma boa relação permite espaço para dois tipos de planos:

Planejamento do casal: que devem incluir metas, como comprar um imóvel próprio, ter filhos e educá-los, lazer e viagens em família.

Planos de cada pessoa: o fato de você ter um relacionamento não significa que deve abrir mão de seus planos financeiros. Continue pensando em coisas como: o carro que você quer ter, a viagem que deseja fazer, a economia que você deseja juntar para sua aposentadoria e etc. Lembre-se que o casamento não deve suprimir as pessoas.

Criar hábitos em comum fortalece o relacionamento e amplia a confiança; portanto guardar parte de suas rendas e criar um fundo de reserva juntos pode servir para um momento de emergência na história de vocês, além de gerar a estabilidade financeira que consequentemente trará estabilidade ao relacionamento do casal.

Com estas dicas e um pouco de tolerância, muito carinho, respeito, parceria e boas conversas, vocês provavelmente afastarão as finanças da lista de problemas do casamento e ainda poderão cuidar, ainda mais, de assuntos verdadeiramente importantes para a relação.

Se tiver dúvidas ou comentários não hesite em nos procurar.

coaching-de-noivas-caseme-750x213

Deixar um comentário