Sabemos que hoje está cada vez mais difícil arranjar tempo para dedicarmos à nossa saúde, ainda mais quem está envolvido com preparativos do casamento, e os avanços tecnológicos já foram considerados como um dos fatores promotores do sedentarismo.

Então vamos falar sobre um método que une a prática de Atividade Física com a Eletroestimulação. Entenda tudo sobre, conheça seus benefícios e suas contra indicações.

Em algumas de nossas conversas abordamos alguns problemas relacionados à sociedade (rotina mais estressante, obesidade, etc.) e também falamos sobre os vilões da saúde na sociedade moderna (elevadores, escadas rolantes, transportes motorizados, e até o controle remoto e celulares, eles fazem com que nos mexamos menos no nosso dia a dia). Todos os anos, são lançadas novidades no mercado para tentar quebrar esse paradigma, colaborar mais com a mudança de estilo de vida e ajudar a adotar hábitos mais saudáveis (como é o caso dos Smart Bands).

Nos últimos anos surgiram novos acessórios e/ou métodos de treinamento que podem trazer resultados e benefícios, com pouco tempo de uso/aplicação dos mesmos.

Na eletroestimulação se faz uso de equipamentos específicos e desenvolvidos para isso, não são iguais aos equipamentos usados na fisioterapia, origem do uso da Eletroestimulação, mas sua função é bem semelhante: impulsos elétricos específicos (“choquinhos”) são enviados ao músculo, a eletroestimulação reproduz o mecanismo de solicitação dos músculos para a contração e o relaxamento, simulando o efeito do treinamento.

Segundo algumas pesquisas, uma das vantagens deste método é que podemos potencializar/aumentar a contração dos músculos, sem que seja necessária uma sobrecarga física (peso) muito grande, evitando assim uma possível sobrecarga indesejável para outras estruturas do corpo (coluna, joelhos, etc.). Ou seja, uma máxima utilização do músculo no exercício com a carga que você consegue executar, evitando possíveis traumas ou lesões.

Os equipamentos mais conhecidos e utilizados existentes no mercado (Compex, o Globus e o Cefar, entre outros) são pequenos e portáteis, ideais para levar em qualquer mochila;  ótimos para serem usados junto à prática dos exercícios, para intensificá-los. Alguns vêm com coletes e/ou roupas específicas para seu uso.

eletroestimulacao-muscular

Apesar de ter manuseio simples e fácil, e quase todos virem com bons manuais de instruções, é FUNDAMENTAL a orientação de um profissional de Educação Física com conhecimento desse método de treinamento para que você possa alcançar os benefícios que ele pode lhe proporcionar.

 

Podemos citar como possíveis benefícios e indicações de uso desse método de treinamento:

• Aumento da performance em atletas.

• Fortalecimento muscular.

• Definição e tonificação muscular.

• Melhoria da flacidez.

• Relaxamento muscular.

• Drenagem de edemas e linfática.

• Prevenção e redução de inflamações.

• Ativação dos tecidos.

 

Para que esses benefícios sejam alcançados, com a aplicação do método, é necessário seguir algumas regras importantes, lembrando que o praticante deve ser SEMPRE orientado por um Profissional de Educação Física que conheça as suas condições físicas:

• Fazer junto com uma atividade física.

• Ter um condicionamento físico adequado para receber os estímulos elétricos e evitar riscos de lesões ou problemas de saúde.

• Se o objetivo é perder peso é necessário a pratica de atividade física.

• Realizar poucas vezes, pela intensidade do treinamento. Recomenda-se duas vezes na semana.

• Principiantes não devem fazer uso deste método.

 

Isso não é mágica e nem milagre! Não quer dizer que você pode ficar em casa, usar o eletroestimulador e esperar os resultados sentado. Não é bem por aí…

Ele é um excelente complemento ao treino, capaz de melhorar sua performance e também de aliviar as tensões pós treino, mas sozinho ele não promove os benefícios da atividade física tradicional.

 

A atividade física é definida como qualquer movimento corporal, produzido pelos músculos esqueléticos, que resulte em gasto energético maior que os níveis de repouso” (CASPERSEN et alii,1985).

 

Só a atividade física é capaz de lhe proporcionar:

•  Melhora na composição corporal (redução de percentual de gordura, aumento de tônus muscular) e redução de peso corporal.

•  Melhora da saúde óssea (reduz índices de osteoporose e osteopenia).

•  Controle de índices clínicos (Pressão, Glicose, Colesterol, etc.), reduzindo os riscos de doenças associadas a eles.

•  Controle do estresse (redução da ansiedade) e maior capacidade de concentração e raciocínio.

•  Combate à insônia.

•  Fortalecer seu sistema imunológico.

•  Melhorar a função dos pulmões e coração (maior disposição para as tarefas diárias).

 

Os equipamentos e métodos também não podem ser usados/prescritos para todos. Mais uma vez temos a difícil tarefa de conciliar o POSSO (o que você pode fazer), o PRECISO (o que você precisa fazer) e o QUERO (o que você quer fazer). Normalmente eles não caminham juntos, o Profissional de Educação Física tentará equilibrar essas três situações, em uma conversa inicial e após ver seus exames.

 

Conheça alguns fatores que contraindicam seu uso e prescrição:

• Gestantes, não podem usar no abdômen.

• Epiléticos.

• Portadores de próteses metálicas.

• Portadores de marca-passo.

• Cardiopatas.

• Pessoas com hérnias no abdômen ou região inguinal.

 

Enfim a eletroestimulação é mais uma ferramenta no auxílio ao fortalecimento muscular, seja para fins estéticos, de reabilitação ou ganho de força muscular.

 

Sempre vale a pena lembrar:

– Quanto antes você começar mais benefícios você terá.

– NUNCA pense em “tirar o atraso” de um longo período de inatividade ou sedentarismo em um curto prazo, pois isso pode lhe trazer problemas e/ou lesões e você terá que interromper suas atividades para se recuperar.

– A prática de Atividade Física e Atividade Aeróbica aumenta o gasto de energia e redução de gordura corporal, o que vai melhorar o visual de uma forma geral.

A atividade deve ter alguma intensidade ao fazer (você percebe que consegue fazer a atividade desejada, porém com um pouco de dificuldade, sem exageros), e que esteja de acordo com a capacidade de cada um.

– Lembre-se a Atividade Física deve ser regular (preferencialmente 05 vezes na semana). A Atividade Física precisa apenas de ser regular para promover alterações e melhoras físicas, fisiológicas e psicológicas.

 

Procure um médico para exames prévios e um Profissional de Educação Física para orientar suas atividades.

 

Trabalho como Personal Trainer e com Treinamento Individualizado há mais de 25 anos.

Tornarmos mais ativos é um investimento no futuro.

 

assinatura-rodrigo-schettini-personal-caseme-1-750x223
Leia mais:

Mitos e verdades sobre a atividade física

De adeus à má postura!

Looks incríveis das novas coleções alta costura outono inverno em Paris

Deixar um comentário