Um casamento ao ar livre, de dia, é especialmente generoso para as fotos. Não só pelo espaço ao redor do casamento que geralmente propicia cenários incríveis, como pelo motivo fundamental, que é a luz. Fotografia depende de luz. Por isso os registros dos casamentos ao ar livre são tão lindos.

 

Esse tipo de imagem de casamento, onde as fotos são claras, com luz natural, em jardins, com decorações minimalistas só existia na Europa e nos EUA, que tem a cultura de casar de dia. Estas imagens chegaram no Brasil pelo Pinterest, pelo Facebook e despertou o desejo das noivas de casar ao ar livre e reproduzir a estética Marta Stewart de casamentos.
 

 

No início não foi tão simples. Quem optava por casar de dia (geralmente almoço) perdia o formato de casamento Brasileiro que acaba em pista de dança bombada! Mas logo os casamentos acharam um equilíbrio entre iniciar no pôr do sol e fomentar uma pista que começa mais cedo e pronto, deu certo.
 
Esta tendência se instalou de modo definitivo. Uniu luz e cenário para as fotos, com festa de pista e bares incríveis, e ainda abriu caminho para muita mudança na decoração, moda, buffet e muito mais.

 

Em um país como o nosso, abençoado pela natureza, e com um clima muito favorável aos casamentos ao ar livre, este formato só tende a aumentar. E quem sabe trazer cada vez mais estrangeiros para fazer seu Destination Wedding no Brasil.

 

Muitos profissionais são especialistas em casamentos ao ar livre, na praia, no campo, e isso não acontece por acaso. É um tipo de casamento que tem suas especificidades. É preciso ter atenção a alguns detalhes para que a seu casamento ao ar livre aconteça como vocês imaginaram. 
 
 
Preparamos 5 dicas importantes para vocês, que pretendem se casar com uma cerimônia ao ar livre.
 

Fotografia do destaque: Rodrigo Sack

 

 

1- Escolha a época do ano



Esse fator é fundamental para a estratégia do seu casamento. Você precisa saber os ajustes necessários para cada estação do ano, e procurar marcar uma data que seja mais segura em relação às condições climáticas. Cuidado com épocas de muita chuva ou de frio intenso. Separe espaço no orçamento para toldo e aquecedores. Casamento no frio pode ser maravilhoso, mas requer uma atenção especial, preparem-se. 

 

O que não pode faltar no seu casamento no inverno

 

Os meses de setembro e outubro são ideais para os casamentos ao ar livre. Nesta época do ano a probabilidade de um clima agradável, sem chuvas, frio ou calor em excesso, é maior.

 

Preparar-se para o frio é tão importante quanto para o calor. Os casamentos ao ar livre em pleno verão sofrem com a alta temperatura. Os toldos criam uma espécie de estufa, e ficar embaixo dele durante o pico de sol é impossível. Os chocolates, por exemplo, derretem na hora. Por isso nestes meses de muito sol e calor os toldos levam também uma cobertura blackout e um acabamento com tecidos, para quebrar a incidência do sol sobre a festa. Veja nossa matéria –  Toldo faça chuva ou faça sol.

 



2- Tenha um toldo ou um plano B

 

 

Já falamos aqui no CaseMe o quanto o toldo cria as condições ideais para o decorador, que vão muito além de proteger o espaço de uma possível chuva.

 

Mas, se você realmente não quer contratar um toldo para seu casamento, o ideal é traçar um plano B para o local da cerimônia e da festa, no caso de os 2 não terem cobertura. Sabemos que não podemos confiar na previsão do tempo, mesmo que seja uma semana de sol, e vocês estejam confiantes, não deixem de criar algumas estratégias de apoio, no caso de uma chuva imprevista. Exemplo: reserve alguns guarda-chuvas para apoiar a logística da chegada dos convidados até a parte coberta, ou para um momento breve de chuva fina durante a cerimônia. 

 

Dicas pra lidar com a chuva no casamento

 

Outra dica é escolher um espaço que ofereça a possibilidade de transferircerimônia para um ambiente fechado. Dessa forma, o casamento não será ameaçado por chuvas, e vocês podem arriscar uma cerimônia sem toldo, sabendo que se não der para ser ao ar livre, será em outro ambiente no mesmo local.

 



3- Informe com clareza o acesso ao casamento

 

Existem locais que realizam cerimônias ao ar livre dentro das grandes cidades, e neste caso muito pouco sobre o acesso será necessário alterar no planejamento padrão. Caso seja um local distante, as providências importantes são a respeito de transporte para a volta dos convidados, como taxi e Uber. Procure alternativas para resolver uma possível carência

 

Em todos os tipos de casamentos, ao ar livre ou não, informar claramente o melhor acesso ao casamento é fundamental.
 
O convite físico não é suficiente para informar o acesso ao casamento. Os convidados podem não estar com eles em mãos na hora em que precisam. Portanto ter um site do casal,  com os endereços e mapas integrados a GPS é fundamental e esperado pelos convidados.

 

Hoje em dia existem muitos sites gratuitos, como o CaseMe, que disponibilizam esta ferramenta para vocês criarem um site específico para o casamento e criar um canal de comunicação com seus convidados. Nestes sites vocês podem divulgar informações como endereços, hotéis para ficar, contar a história de vocês, e até receber seus presentes.

 

Os casamentos integrados à natureza muitas vezes são distantes das grandes cidades, o que faz deles um Destination Wedding, com todas as demandas típicas de quem faz um casamento distante de onde mora. Portanto alguns cuidados especiais são importantes, como Save The Date, para que seus convidados possam se organizar para a viagem, informações sobre hotéis perto do local do casamento e muitos outros detalhes.

 

A organização de um Destination Wedding




4- Informe o dress code do casamento

 

Nem todas as cerimônias ao ar livre estão relacionadas à informalidade. Para não deixar dúvidas e nenhum convidado deslocado ou desconfortável, informe sobre o traje, se o ambiente combina com salto alto, ou se pede looks mais descontraídos. 

 

Uma dica legal é criar uma página no seu site de casamento com um moodboard de looks que combinem com o estilo do seu casamento. Melhor que escrever, as vezes é desenhar! 😉

 

Aproveite para indicar salões próximos ao casamento para as convidadas.

 

 

5- Leve em consideração a infraestrutura do lugar

 

 

Elabore o orçamento do seu casamento considerando a infraestrutura necessária para que o seu casamento ao ar livre aconteça com conforto para todos.

 

Abastecimento de energia é o básico. Será fundamental para a iluminação decorativa, DJ, som, buffet, sem os quais um casamento não acontece. E você deve contar com a locação de um gerador para garantir o suprimento da energia necessária, e também para distribuir tomadas nos locais em que elas serão necessárias.

 

Checar o abastecimento de água também é fundamental para o bom funcionamento do buffet e banheiros. Caso o local tenha um fornecimento de água instável, é interessante considerar comprar um carro pipa para abastecer as caixas d’água antes que o casamento comece. 

 

O local escolhido para seu casamento não tem banheiro suficiente?

 

Já falamos sobre a cobertura, mas é importante pensar também no piso. A pavimentação tanto para o acesso dos convidados a todas as áreas, quanto dos carros, precisam de atenção especial.

 

O som também deve ser levado em consideração. Não são todos os locais que podem manter festas constantes, com som alto após às 22h. Locais com vizinhos geralmente sofrem com o limite de horário para que o barulho não atrapalhe a paz de quem investiu para morar integrado à natureza.

 

 

 

Quem sugeriu esta matéria e contribuiu para que pensássemos sobre este tema foi o Grand Hyatt de São Paulo, que tem um espaço maravilhoso para mini weddings.

 
 

 

ACESSE AQUI AS EMPRESAS DE TOLDOS CADASTRADAS EM NOSSO GUIA DE FORNECEDORES

Lembrando: O Guia de Fornecedores CaseMe é gratuito. Nosso intuito é fazer uma seleção isenta, sem fins comerciais, dos melhores fornecedores de casamentos do Brasil.

 

Conheça a história por trás de 5 casamentos ao ar livre:

Casamento ao ar livre – Julia e Felipe

Casamento ao ar livre – Rayssa e Rodrigo

Casamento ao ar livre – Babi e Marcos

Casamento ao ar livre – Roberta e Rodrigo

Casamento ao ar livre – Roberta e Angelo

 

Leia mais:

 

Roteiro do dia do casamento

8 Fazendas para casar em São Paulo

Folhagens e plantas na decoração do casamento

Deixar um comentário