A evolução das fotografias de casamento aconteceu junto com a evolução das câmeras fotográficas, afinal se tem uma data importante de retratar para a posteridade, é o dia do casamento.  

E seguimos assim até hoje, os fotógrafos de casamento estão sempre buscando as novidades e melhores equipamentos para essa grande missão que é registrar da melhor maneira possível um dia de uma emoção difícil de descrever. Neste dia as imagens valem muito.


Antes da invenção da câmera fotográfica, o casamento era registrado através de pinturas. Com a chegada das primeiras câmeras, que eram grandes e pesadas, o casamento passou a ser registrado através de fotos ‘posadas’, com a câmera parada. 

 

Veja aqui o post completo sobre fotografia de casamento.

 

As fotos posadas serviam para compor o álbum de casamento, um objeto que se tornou tradicional e segue cumprindo seu papel de ser guardado para mostrar posteriormente aos filhos, netos e bisnetos.

 

a-partir-de-1948primeiro-modelo-polarid_Fotor_Collage-750x214
1. Daguerreótipo, primeiro método de captura de imagens comercializado em escala 2. Cartão de visita, ano de 1850, permitia tirar até 10 fotos em uma única chapa 3. Revolucao na fotografia, em 1888, Kodak
22-750x263
1. Single Lens Reflex 2. Rolleiflex 3. Speed Graphic, sucesso na primeira metade do século XX, pesava 4 kg
31-750x337
1. À partir de 1948, o primeiro modelo Polaroid 2. Primeira câmera digital 1975 construída pela Kodak

 

O mais comum era ter apenas uma pose do casal e de suas famílias.

Os fotógrafos não participavam do casamento e, na maioria das vezes, as fotos eram feitas em um dia diferente da cerimônia, dentro de um estúdio.

04804215800_Fotor_Collage-750x475
Victoria e Albert (1840) – Elizabeth e Philip (1947) – Charles e Diana (1981)

 

Ao longo dos anos a fotografia de casamento mudou bastante. A própria evolução da tecnologia provocou o desejo de produzir algo diferente e possibilitou uma evolução não só na técnica mas nos costumes, que mudaram e abriram espaço para a entrada da fotografia na cultura cotidiana de todos.

 

Hoje essas mesmas fotos ganharam contornos mais descontraídos e divertidos. O objetivo é clicar o maior número de vezes, em diferentes momentos, desde a preparação da noiva, o making of até o último minuto de festa, antes do casal partir para a lua de mel.

O fotógrafo precisa ser ativo e também discreto para não influenciar na naturalidade do casal e dos convidados. O ideal é que sejam espontâneas, naturais, que capturem o instante e sua emoção.

Captura-de-Tela-2015-12-17-às-17.20.33-750x475
Foto: Marina Fava

O intuito ainda é o mesmo: registrar o dia, o momento e guardar de recordação, mas a forma como essas fotos são tiradas e organizadas mudou bastante.

Nos dias atuais, com a tecnologia e os smartphones, os convidados também participam ativamente da captura de grandes momentos durante a festa de casamento, ela é praticamente contada “em tempo real” pelas redes sociais.

Captura-de-Tela-2015-12-17-às-17.17.23-750x475

Além das fotos no dia do casamento, os fotógrafos têm sugerido outras formas de ensaio fotográfico, como as fotos pré-wedding e o ensaio Trash the Dress.

 

Leia também:

O que esperar do seu filme de casamento?

Autoconhecimento: o segredo para um casamento feliz

Música de presente, você sabe o que é e como funciona?

 

Deixar um comentário