Lua de Mel em Courchevel, nos Alpes franceses.

 

Se engana quem diz que todo o romance da França está apenas em Paris. Não há dúvidas de que a cidade luz combina perfeitamente com casais apaixonados, mas os cenários parisienses não são os únicos no país que proporcionam uma lua de mel cheia de charme e estilo. Os Alpes franceses, por exemplo, reúnem uma série de atrativos que garantem a elegância típica do inverno, aura romântica e até atividades na neve para os recém-casados que amam aventura. Destaque para Courchevel, uma das mais badaladas estações de esqui da França e que, além de tudo, tem fama por sua gastronomia estrelada, hotéis de nível elevado e serviços exclusivos que tornam épica qualquer viagem – principalmente as que são realizadas a dois.

Courchevel compõe uma das maiores áreas esquiáveis do mundo: Les Trois Vallées. Localizada a pouco mais de 140 quilômetros de Genebra, na Suíça, chama atenção não só pelos 600 quilômetros de pistas de esqui interligadas, mas também por sua atmosfera cultural vibrante e paisagens montanhosas dignas de cartão-postal – que ganham uma perspectiva diferente em um passeio de helicóptero sobrevoando os seus picos. Sem dúvidas, o forte da estação é o esqui. A maior parte dos hotéis e alguns restaurantes da estação são ski-in/ski-out, garantindo aos hóspedes acesso direto à neve.

 

Mas nem só de esqui vive Courchevel. A lista de atividades é extensa: na neve, snowboard e snowmobile também são highlights. Os recém-casados mais radicais ainda podem explorar as montanhas por meio de práticas como trekking e snowshoeing, indo a lugares quase intocados que são impossíveis de acessar com esqui ou qualquer outro meio. Passeios como esses levam a tesouros naturais surpreendentes, como o lago La Rosière, que está escondido entre as montanhas e, mesmo no inverno, se mantém descongelado garantindo um visual encantador.

 

A gastronomia também é um destaque: são inúmeros restaurantes estrelados – a maioria dedicada à culinária tradicional da França. Assim como os hotéis, esses restaurantes costumam exibir um décor que combina com o inverno, inspirados pelo charme alpino e privilegiando uma atmosfera intimista que tem tudo a ver com encontros especiais. Os elegantes René et Maxime Meilleur e Le 1947 – ambos com 3 estrelas no Guia Michelin 2019 – são a verdadeira prova de que a estação também chama a atenção com uma gastronomia de altíssimo nível.

 

Mas as boas atrações não se resumem apenas a isso. Em Courchevel, a arte também está presente – e muito! Além das galerias modernas e contemporâneas, como a Galerie Daniel Besseiche, a Galeries de l’Alpage e a Galerie Grulier, a estação tem obras artísticas espalhadas por vários lugares dos seus vilarejos e até no alto das montanhas. As compras também não ficam de fora das atividades por lá.  A variedade de lojas e boutiques é grande, com opções que vão de equipamentos de esqui, modas de esporte, design de interiores, joias, vinhos e até especiarias produzidas na região – queijos e chocolates são sempre bastante procurados.

 

 

Além disso, a vida noturna é bem vibrante na estação. Bares, lounges, nightclubs e restaurantes frequentemente são palcos de música ao vivo e festas animadas com grandes DJ’s – ótimas opções de après-ski para os casais que, após um dia inteiro de atividades na neve, procuram curtir a noite com muito agito. Na contramão dessa atmosfera vibrante, os spas em Courchevel são essenciais para repor as energias e desacelerar o ritmo constante da estação. Por lá, os casais aproveitam juntos tratamentos personalizados que investem em métodos relaxantes, terapêuticos e estéticos e ainda garantem experiências a dois para lá de especiais.

 

Onde ficar

 

Cheval Blanc Courchevel

 

Exclusividade é uma das palavras que definem o Cheval Blanc Courchevel, hotel de design contemporâneo e ambiente superelegante emoldurado por obras de arte. Enaltecendo sua atmosfera exclusiva e intimista, as acomodações têm um número reduzido, dividindo-se entre amplas suítes e chalés bem decorados que privilegiam o conforto dos hóspedes – algumas contam com varandas particulares e vistas para as paisagens alpinas

 

 

O destaque da gastronomia fica por conta do consagrado Le 1947, dono de três estrelas Michelin e com cardápio assinado pelo chef Yannick Alléno.

Os sofisticados Le Triptyque e La Table de Partage também marcam a culinária do hotel, assim como o Le Bar, conhecido por seus drinques, chás da tarde e performances musicais que acontecem no período da noite.

As opções de après-ski não param por aí: há o La Yourte Fumoir, espaço para quem aprecia charutos e destilados, e o Cheval Blanc Spa, com uma gama de tratamentos para aproveitar a dois, piscina indoor, hamman e espaço fitness.

 

L’Apogée Courchevel

 

No L’Apogée Courchevel, todas as instalações foram projetadas com design sofisticado, prezando, ao mesmo tempo, pelo conforto e bem-estar do hóspede. Suas suítes e chalés são clássicos, com uma elegância que remete ao estilo alpino e traz ares românticos evidenciados pelas vistas das montanhas.

Algumas das acomodações ainda contam com varandas particulares de frente para as paisagens alpinas, além de mobília personalizada e detalhes rústicos que refletem o charme do inverno. Os restaurantes Le Comptoir de L’Apogée e Koori compõem a gastronomia do hotel – o primeiro dedicado a especialidades locais, enquanto o segundo investe na culinária tradicional do Japão.

 

 

Onde comer

 

René et Maxime Meilleur

 

Dono de três estrelas Michelin, o René et Maxime Meilleur investe em culinária criativa e se inspira com sabores e ingredientes locais. O design elegante é combinado aos detalhes em madeira da arquitetura, refletindo o espírito dos Alpes franceses e esbanjando ares românticos.

 

 

Le 1947

 

O Le 1947 é o restaurante de destaque do hotel Cheval Blanc Courchevel. Três estrelas Michelin marcam a trajetória da sua cozinha, que fica sob o comando do chef Yannick Alléno. Sofisticado, intimista e contemporâneo, a casa dedica-se a técnicas criativas e modernas para o preparo de receitas francesas.

 

Le Montgomerie

 

Com duas estrelas Michelin, o Le Montgomerie chama atenção com sua decoração elegante e rica em detalhes, proporcionando vistas para os Alpes e um ambiente aconchegante que é a cara do inverno. No cardápio, o chef Pieter Riedijk é influenciado pelos sabores das montanhas e produtos sazonais.

 

Le Chabichou

 

O chef Michel Rochedy está à frente da cozinha do Le Chabichou, aclamado restaurante que conta com duas estrelas no Guia Michelin. A culinária de lá é criativa e refinada, além de privilegiar produtos naturais para a composição dos pratos franceses e internacionais.

 

 

Gostaram das dicas? Vocês curtem esquiar?  

Deixe suas dúvidas nos comentários, estamos aqui para ajudar. 😉

 

teresa-perez-tours-e-caseme

Leia mais:

Lua de Mel no Egito

Lua de Mel na Suíça Francesa: Montreux, Lausanne e Genebra

Natália e Tiago: um Elopment Wedding na Grécia

Deixar um comentário