Lua de Mel na Noruega: Bergen, Lofthus e Oslo

 

Que a Europa é linda, todo mundo sabe. Mas indo um pouco além dos cenários clássicos, como os da romântica cidade luz ou da encantadora Veneza, a parte nórdica do continente também guarda belezas surpreendentes.

 

Dos impressionantes fiordes aos fenômenos naturais como a aurora boreal… Das tradições culturais às suas histórias e lendas. Some a tudo isso uma qualidade de vida invejável e o resultado é a Noruega.

 

Um país que transita entre o contemporâneo e o épico, entre riquezas naturais, cenários urbanos e os seus vilarejos de casinhas coloridas – todos cartões postais do destino. Para uma honeymoon repleta de experiências autênticas, um roteiro pela terra dos vikings é garantia de momentos a sós incríveis.

Bergen

 

A segunda maior cidade da Noruega também é porta de entrada para quem deseja explorar os fiordes. Cercada por montanhas imponentes, Bergen preserva o charme de pequenas cidades, mesmo considerada um grande centro urbano. Uma importante parcela da sua população é representada por universitários, o que acaba contribuindo para os seus ares descontraídos e uma cultura vibrante.

 

Abraçando o oceano, Bergen proporciona vistas panorâmicas do mar de vários ângulos. Sua localização privilegiada fez com que, por séculos, a cidade fosse considerada um polo comercial próspero entre a Noruega e o restante da Europa.

 

Um dos seus cenários mais marcantes é a sequência de casinhas coloridas à beira do porto, nas quais hoje estão instalados restaurantes, museus e até lojinhas de artesanato. O Bryggen – como é chamado esse conjunto de construções – foi declarado Patrimônio Mundial pela Unesco em 1979, sendo até hoje um dos complexos históricos mais importantes da Era Viking.

 

 

Uma das atrações instaladas ali é o The Hanseatic Museum and Schøtstuene, dedicado ao período da Liga Hanseática em Bergen e que retrata os modos de vida dos comerciantes alemães na Noruega até a metade do século 18. O museu é dividido em três salas e o seu acervo detém itens originais coletados na cidade e em várias fazendas vizinhas.

 

Para quem deseja conhecer um pouco mais da história de Bergen, uma parada no Bergen Maritime Museum também é bem interessante. O local exibe modelos de navios, pinturas e objetos utilizados durante as travessias nórdicas que contam a história marítima do país desde a Idade Média.

 

A lista não para por aí: há também o Norges Fiskerimuseum, dedicado à história da pesca no mar norueguês e com atrações interativas, o Bryggens Museum, exibindo descobertas de escavações arqueológicas da cidade, o The Coastal Museum Oygarden, instalado em uma bela área marítima, e o Old Bergen Museum, um museu ao ar livre que reconstrói uma pequena cidade com casas de madeira de séculos passados.

 

A arte também está presente na veia cultural de Bergen. Um bom exemplo disso é o museu Bergen Kunsthall, um dos principais espaços da Noruega para se apreciar obras contemporâneas produzidas por artistas de vários países. Há ainda a Elin Nedreås Galleri S.E, maior galeria de arte internacional na cidade com foco em jovens artistas, e a Stiftelsen 3,14, uma instituição de arte contemporânea que, por meio de exposições e atividades educacionais, investe nos trabalhos de artistas emergentes.

 

Também merece entrar no roteiro a Gallery Nygaten, palco de várias exposições interessantes, e o KODE Art Museum and Composer Homes que, com suas amplas coleções de artesanato, design e obras-primas clássicas, é considerado um dos maiores museus de arte da Escandinávia.

 

Bergen também é palco de grandes festivais que atraem gente do mundo inteiro. O Bergenfest é um deles, e costuma acontecer anualmente durante a primavera. O evento é realizado ao ar livre, em um castelo medieval no centro da cidade, e reúne artistas consagrados de diversos gêneros da música moderna. Desde 1953, também ocorre o Bergen International Festival, com mais de 400 eventos espalhados pela cidade durante duas semanas entre maio e junho: são performances de balé, montagens cênicas, shows de ópera, programações musicais e uma série de atrações culturais para desfrutar das tradições artísticas escandinavas. A agenda da cidade também se destaca com o Nattjazz, considerado o maior evento de jazz do norte da Europa, e o Borealis, que abre espaço para a música experimental.

 

Além de toda essa cena cultural, a cidade guarda outro tipo de riqueza: sua natureza magnífica. Aos casais amantes de aventura, Bergen reserva uma série de atividades interessantes para explorar as paisagens naturais. Passeios de caiaque e rafting, tendo como pano de fundo as belezas dos fiordes, ou as práticas de hiking e biking, realizadas entre os terrenos montanhosos do destino – como o Monte Floyen, que os visitantes alcançam em um trajeto feito de funicular.

 

 

Monte Ulriken que, a 643 metros acima do nível do mar, é a montanha mais alta de Bergen e pode ser acessada por um passeio muito romântico de teleférico, proporcionando vistas encantadoras do alto da cidade.

 

 

Lofthus

 

A pequena vila norueguesa de Lofthus ostenta tesouros naturais grandiosos e, não à toa, se tornou um dos lugares preferidos do célebre compositor Edvard Grieg. Às margens do fiorde Hardanger, o segundo maior da Noruega, a cidade ainda conta com heranças culturais riquíssimas que, combinadas com belas paisagens, proporcionam um roteiro perfeito para a viagem a dois.

 

Nos fiordes, passeios de caiaque e rafting para contemplar as belezas a partir de uma perspectiva cheia de adrenalina. Nas montanhas, trilhas guiadas e passeios de bike para estreitar o contato com a natureza exuberante – cachoeiras, pomares e formações rochosas, como a icônica Trolltunga, que garante um visual fascinante do alto dos seus mil e cem metros, estão entre as descobertas emocionantes que surpreendem no decorrer do caminho. Vale também uma visita ao maior parque nacional da Noruega, o Hardangervidda National Park, que tem umas das ciclovias mais bonitas do país e trilhas sinalizadas que podem ser feitas a pé ou de bike.

 

Para complementar essas experiências, é bem bacana conhecer também o The Folgefonn Centre e o Norwegian Nature Centre Hardanger. O primeiro conta com exposições interativas relacionadas à geologia de Hardangerfjord, além de abranger temas como o uso sustentável dos recursos naturais. Já o Norwegian Nature Centre Hardanger investe na história natural e cultural da região, abordando assuntos relacionados à arqueologia, geologia e botânica de Lofthus. Há também o Hardanger Folk Museum, fundado em 1911 e dono de coleções que retratam as tradições da cidade, como exibições de trajes antigos, música folclórica e artesanato local, e o Hardanger Maritime Museum, que conta a história do desenvolvimento dos barcos e a importância desse comércio para os noruegueses.

 

 

Oslo

 

A maior cidade norueguesa é também a mais antiga capital da Escandinávia. Principal centro cultural e econômico do país, Oslo foi fundada no ano 1048, e hoje é vista como uma cidade cosmopolita e supermoderna, repleta de museus, restaurantes, lojas grifadas e uma série de marcos arquitetônicos interessantes. Apesar disso, em contraste à sua fama de grande metrópole, a cidade conquistou o prêmio European Green Capital Award, concedido pela European Commission em 2019. Isso graças à preservação das suas áreas naturais e à sua preocupação com a redução da poluição.

 

A capital está situada entre o fiorde de Oslo, colinas e florestas, e nem é preciso dizer o quão belas são as suas paisagens, que parecem pintadas à mão. Ciclismo, caminhadas e várias atividades para estreitar o contato com a natureza são ótimas pedidas. Os parques estão cheios de atrações bacanas, além das suas áreas verdes. Um ótimo exemplo é o Vigeland Park, que possui várias esculturas e ainda costuma receber uma série de eventos artísticos. O Jardim Botânico também é uma dica de passeio interessante aos casais que desejam relaxar em meio à natureza, já que é o jardim mais antigo desse gênero na Noruega – fundado em 1814 – e exibe uma coleção de flores e plantas com mais de 75 mil espécies diferentes.

 

 

Na cena artsy, Oslo também tem muito a oferecer. A começar pelos museus: são mais de 50 espalhados por toda a cidade. Destaque para o Munch Museum, com um acervo composto exclusivamente por obras de Edvard Munch entre pinturas, esculturas, fotografias e uma série de itens relacionados ao artista. Na lista, vale também encaixar uma visita ao Astrup Fearnley Museet, que promove a arte contemporânea norueguesa com exposições itinerantes, o Nobel Center Peace, museu sobre o Prêmio Nobel da Paz, e o Holmenkollen Ski Museum, o mais antigo museu de esqui do mundo que já chama atenção do lado de fora com sua arquitetura futurista. Também é parada obrigatória o The Viking Ship Museum, uma das principais atrações da cidade que exibe várias embarcações vikings encontradas em diversas escavações.

 

A Ópera de Oslo também precisa ser vista de perto. O espaço é o centro cultural mais importante da Noruega, ostentando um estilo contemporâneo que acabou tornando-se marco arquitetônico do país. Sua fachada é inteiramente de mármore e vidro e está instalada às margens do mar, bem de frente para o imponente fiorde. Há ainda um mirante em seu terraço para que os visitantes possam contemplar as paisagens do topo do prédio.

O Teatro Nacional da Noruega também é uma dica de passeio indispensável para os amantes das artes cênicas, já que é uma das maiores casas de espetáculos norueguesas e se mantém em funcionamento desde o século 19.

 

Com tantas opções para se aproveitar a dois na cidade, a gastronomia não poderia deixar a desejar. Em Oslo, há restaurantes estrelados, como o Maaemo, e ainda ótimos bares como o Himkok, que ocupa a 17ª posição da lista do conceituado site The World’s 50 Best Bars e se inspira na cultura norueguesa para a criação dos seus coquetéis e destilados.

 

Onde comer

 

Bergen

 

Lysverket

 

O contemporâneo Lysverket é um restaurante inspirado pelas belezas dos fiordes nórdicos. A culinária foca principalmente em pratos à base de peixe e frutos do mar, que podem ser apreciados de frente para um visual de paisagens naturais.

 

Café Norge

 

Moderno e elegante, o Café Norge tem cozinha dedicada aos sabores nórdicos, privilegiando ingredientes noruegueses e técnicas internacionais para a composição das suas receitas. Ideal para cafés, almoços, jantares ou apenas para relaxar apreciando um bom drinque.

 

Enhjorningen Fiskerestaurant

 

Considerado por muitos um dos melhores restaurantes da cidade para se apreciar peixes e frutos do mar, o Ehjorningen Fiskerestaurant conta com design clássico e está localizado no Bryggen, o que permite fácil acesso a outros pontos de interesse de Bergen.

 

Oslo

 

Maaemo

 

O Maaemo é um dos mais renomados restaurantes da Noruega. A casa é dona de três estrelas Michelin, fazendo jus à sua culinária inovadora inspirada pela natureza norueguesa.

Kontrast

 

Estrelado pelo Guia Michelin, o Kontrast é um moderno restaurante dedicado a menus sazonais preparados com produtos de agricultores locais. Com um estilo intimista, a casa proporciona experiências gastronômicas norueguesas em um ambiente minimalista e bem decorado.

 

Statholdergaarden

 

Com uma estrela Michelin, o restaurante tem atmosfera romântica e elegante, servindo pratos preparados com produtos sazonais e noruegueses. Para harmonizar, mais de 500 vinhos de diversas partes da Europa compõem a sua adega.

Onde ficar

 

Opus XVI – Bergen

 

O elegante Opus XVI tem ares românticos e clássicos que se refletem no design de todas as suas acomodações. Algumas das amplas suítes ainda contam com vistas emblemáticas do Monte Floyen – o que complementa a experiência da viagem a dois. Na gastronomia, o Restaurant XVI investe em produtos locais, peixes e frutos do mar, servidos em um ambiente que conserva ao máximo o estilo original do edifício. Os hóspedes também podem relaxar no bar de vinhos, além de apreciar refeições mais leves durante o chá da tarde.

 

Hotel Ullesvang – Lofthus

 

Cercado por paisagens naturais surpreendentes, o Hotel Ullesvang proporciona um visual deslumbrante das planícies montanhosas de Hardangervidda, das geleiras de Folgefonna e até do fiorde Hardanger. As vistas também são contempladas das modernas e amplas suítes, todas projetadas para privilegiar o conforto do hóspede e a maioria com varandas privativas. Os restaurantes são dedicados aos sabores noruegueses, com uma variedade de receitas com frutos do mar, carnes e saladas. Para relaxar, os casais têm à disposição as piscinas aquecidas – indoor e outdoor –, instaladas de frente para os fiordes.

 

 

Hotel Continental – Oslo

 

Mantendo sua tradição desde o início do século 20, o elegante Hotel Continental está situado no coração da cidade, próximo a importantes pontos de interesse, como a Aker Brigge, o Palácio Real, o Teatro Nacional e o Parlamento. Seu design transita entre o clássico e o contemporâneo, com suítes sofisticadas que inspiram romance. Na gastronomia, destaque para o vibrante Theatercaféen, conhecido como um dos cafés mais famosos do mundo. Os casais ainda podem relaxar no Bar Boman, desfrutando de coquetéis criativos e bebidas norueguesas. 

 

Gostaram das dicas? Vocês curtem arte e natureza?  

Deixe suas dúvidas nos comentários, estamos aqui para ajudar. 😉

 

teresa-perez-tours-e-caseme

 

Leia também:

Lua de Mel na Nova Zelândia: Wellington e Rotorua

Lua de Mel em Paris

Lua de mel na Áustria artística: Viena e Salzburgo

Deixar um comentário