No post anterior falamos sobre a importância de delinear o tipo de casamento desejado pelos noivos para dar inicio aos preparativos, que envolvem orçamento mas também a escolha do estilo dos fornecedores. Qual o seu tipo: Casamento clássico?! Casamento na praia?! Casamento no campo?! Mini wedding?!

Algumas noivas parecem que já nascem noivas, sabe?! Já nascem preparadas para programarem o tão esperado dia. Essas já sabem os mínimos detalhes e só estão a espera do pedido de casamento e quando ele acontece saem decididas a por em prática tudo aquilo que sonham e planejam para esse dia mágico.

Mas nem todas são assim e surgem as dúvidas – Qual o meu tipo de casamento?!?! – Algumas até se surpreendem, pois afirmam a vida inteira que casar é uma bobagem (“o que?! Casar, ah não… Com esse dinheiro eu conheço o mundo, compro um carro… Acho um desperdício!) e de repente por alguma razão, pela família ou pelo próprio noivo, resolvem embarcar nesse mundo e saem os casamentos mais completos e encantadores.

Para essas noivas é importante criar uma diretriz, e a melhor forma é pesquisar. Hoje, existem tantas ferramentas a nossa disposição, que nos permitem “fuxicar” tudo. Isso, fuxica mesmo: o casamento de fulano que foi clássico: igreja, festa no Copa, orquestra… tudo que tem direito; o casamento da sua amiga que foi em búzios e você ficou encantada como um casamento despojado pode ser mais intimista e divertido; o casamento que saiu na revista que só tinham 100 convidados e te pareceu sensacional porque os noivos conheciam efetivamente todos que ali estavam… Assim, começa a montagem do dia dos seus sonhos: pesquisando muito e mergulhando nesse mundo!!

Cada um desses casamentos terá uma particularidade, que só VOCÊ saberá avaliar o quanto te encanta. É importante nesse momento dividir com o noivo essas sensações, isso faz com que vocês se aproximem ainda mais durante os preparativos desse dia, que é dos dois!! Tudo bem, a gente sabe que o que vale mesmo é a palavra da noiva, mas não custa deixa-los pensar que estão abafando, não é?!?!

Uma dica muito legal é anotar. Isso, pega aquele velho método: papel e caneta e mãos a obra!!!

Anote tudo que pode ser positivo e negativo em relação a algum tipo de casamento que te encante. Então… se você pensou no mini wedding, o primeiro passo é elaborar uma primeira lista de convidados. Vocês serão capazes de convidar apenas 100 pessoas para esse evento?! Para mim, de cara era não, afinal queríamos todos os nossos amigos e familiares presentes nesse tão esperado dia! Isso é importantíssimo, inclusive a lista de convidados é o primeiro passo para qualquer casamento.

Leia também: Descomplique a lista de convidados do seu casamento

A partir dela você irá pesquisar os lugares de acordo com a capacidade, orçar buffet, bar, decoração e outros. É necessário uma estimativa inicial para dar vida ao seu orçamento e guiar a escolha dos fornecedores.

Ah!!! E o casamento na praia?! Nossa, casar em frente ao mar, já pensou?! Pés na areia, por do sol… Demais!!! Humm… mas e se chover?! Será que o lugar que eu escolhi tem um plano B, ou melhor, eu tenho capacidade de ficar calma e satisfeita com esse plano B?! Tenho parentes idosos? Eles conseguiriam viajar até outra cidade para participar do meu casamento?!

Esses são pontos essenciais para decidir o seu tipo de casamento. É necessário que a noiva se cerque de itens que não gerem qualquer tipo de aflição próximo a data tão esperada.

E o mais importante: deixe seu casamento ter a sua cara!!! Não busque seguir fórmulas prontas e opiniões que te desagradem só porque “todo mundo faz”! Quanto mais a cara dos noivos o casamento tiver, mais perfeito e emocionante será para vocês e para os convidados! Inove, crie ou seja clássico, desde que seja a sua cara!!

 

Assinatura-De-Noiva-para-Noiva-CaseMeSite-750x219

 

Leia mais:

Destination Wedding Natasha e Felipe

M.A.C lança em parceria com a cantora Nicki Minaj uma coleção de batons nude perfeito para noivas clássicas

Montar um toldo em um local que venta muito pode abalar a estrutura?

 

Deixar um comentário