Escolher um vestido para o grande dia parece missão impossível para muitas noivas. Como encontrar o modelo certo que dará um super impacto na entrada da cerimônia e que ficará também incrível e confortável para a festa? Veja as incríveis dicas da estilista Carol Hungria sobre o vestido de noiva 2 em 1!

 

VESTIDO DE NOIVA 2 EM 1: DICAS DA CAROL HUNGRIA

 

DICA CERTEIRA!

 

Por que escolher um vestido se você pode ter dois? Segundo Carol, a melhor maneira de ter um visual super imponente para a entrada na cerimônia e que garanta conforto para a festa é apostar em partes removíveis. Seja um sobressaia, uma sobrecauda ou mangas compridas removíveis.

“Boa parte das noivas que querem apostar em saias volumosas, caudas muito compridas ou mangas, tem receio de perder o conforto para dançar na festa. O que eu quase sempre recomendo é aproveitarmos desses recursos e pensar em partes que ela pode optar por tirar ou não para a festa”.

 

 

DOIS VISUAIS, DOIS IMPACTOS

 

Medo do segundo visual ficar boring? Carol garante que dá para usar de diversos artifícios que vão garantir que o modelo surpreenda na entrada e ainda mais na festa.

“Ela pode manter a mesma ideia do vestido de cima e apostar em uma parte de baixo menos volumosa e sem cauda. Ou podemos criar um visual totalmente diferente do primeiro, que surpreenda os convidados quando ela tirar”

Aliás, uma ideia bacana para quem adora uma perfomance é tirar a saia na pista de dança, já que a peça pode ser toda construída de uma forma que se abra facilmente.

“Minha única restrição é para as noivas que querem investir em um curtinho para o segundo visual. É preciso tomar MUITO cuidado para ela não ficar simples demais e perder esse glamour de noiva. Se for um curto, tem que ser O curto, com muitos detalhes que compensem, como um super bordado ou uma saia volumosa de tule.”

 

 

SOBRESSAIA OU SOBRECAUDA?

 

“A sobressaia é quando trabalhamos uma segunda saia inteira, que cobre totalmente o vestido de baixo. Ela pode ter um super volume e esconder um modelo bem sequinho, que pode ser feito de materiais e tons diferentes, como se fossem dois vestidos”, explica Carol.

 

Já a sobrecauda é quando optamos por ter somente um adicional de cauda, que ainda revela o vestido de baixo já que tem abertura na frente.

 

“A noiva pode optar por uma cauda de tecido super bordado e cheio de aplicações, ou podemos pensar em camadas de tulefrancês, que dão uma super leveza e combinam muito com cerimônias ao ar livre, por exemplo”.

 

 

UMA VERSÃO COM CONFORTO

 

É quase impossível dançar despreocupadamente usando uma cauda comprida. Se você é super extrovertida, quer aproveitar muito a festa, e não gosta da ideia da sobrecauda ou sobressaia removível, não se preocupe, para isso existe o embutimento!

 

“Eu nunca vi nenhum outro atelier ou loja que trabalhe com o embutimento igual ao nosso. O que mais tem é aquele botão de pendurar. Esse sistema que uso funciona com várias fitas internas. Essas fitas se amarram e o vestido faz uma dobra para dentro na parte de de trás, o mais baixo possível, para não ficar com aquele efeito dobrado no bumbum.  Isso faz com que a noiva se sinta confortável para dançar sem ter grandes mudanças no vestido, já que essa dobra fica perto do pé.”

 

“Além dele, tenho um outro sistema que são fitinhas que puxam ao invés de amarrar. Esse sistema é para quando o tecido é mais fininho, e aí esse puxado forma uma “cortininha”. Quando é uma renda bem delicada ou um tule de seda, algum tecido muito leve, a gente prefere trabalhar com esse de puxar porque o efeito fica mais bonito.”

 

Gostou da idéia de usar um vestido de noiva 2 em 1?

Conte para nós qual dos vestidos você mais gostou!

 

Leia mais:

Saiba quais são os 3 principais erros na escolha do vestido de noiva

6 dicas imperdíveis de noivas reais para escolher o vestido de noiva perfeito

Formas de colocar nomes na barra do vestido de noiva

Deixar um comentário