Os tons mais lindos e vibrantes coloriram o casamento de Rayssa e Rodrigo, no Rio de Janeiro. A combinação de cores das flores, da decoração e da identidade visual deu ainda mais vida para um casamento ao ar livre regado de muito amor e companheirismo. Os registros da Carolina Azevedo transmitiram lindamente a beleza e delicadeza da festa e da cerimônia, realizada no Jardins do Alto

Ao ar livre em um lindo jardim repleto de verde, a cerimônia foi realizada pelo celebrante Bruno, da BemDito. A decoração rústica e boho foi pensada com cadeiras de madeira e um singelo altar muito bucólico e romântico: uma guirlanda florida e o móvel branco. O vestido da noiva, feito pela estilista paraibana Andrea Suassuna, trouxe delicadeza e sutileza ao look romântico e muito encantador de Rayssa

A Lu e a Camila Polido, da Bastidores dos Sonhos foram as responsáveis por traduzir as vontades dos noivos em uma decoração encantadora, repleta de detalhes que fizeram toda a diferença. Quer conhecer mais? A matéria tá recheadíssima de fotos e curiosidades contadas pela noiva!  

 

Os Casamentos Reais publicados no CaseMe são escritos diretamente pelas noivas ou noivos. Nossa proposta é uma troca real de experiências, sejam boas ou ruins, que ajudem outras noivas que ainda estão no processo, com foco e inspiração!

 

Noivos: Rayssa Dutra Menna Barreto e Rodrigo Faria Menna Barreto

Local:  Jardins do Alto – Rio de Janeiro

Data: 29/09/18

 

◊ ANTES DO CASAMENTO

 

 

História do casal:

Nos conhecemos no último ano do colégio. De início éramos apenas amigos, mas a amizade foi crescendo, até que um dia o Rodrigo tomou coragem e me convidou para uma festinha que teria, até então só nos encontrávamos no colégio mesmo. Nessa festa nós então ficamos pela primeira vez e desde então não nos desgrudamos mais, assim se foram 10 anos até o casamento.

Somos muito companheiros, então costumamos fazer tudo juntos. Nós amaaaamos viajar, então sempre que podemos programamos uma viagem legal, e fora isso, somos fascinados por comida, então um dos nossos programas favoritos é procurar lugares novos e legais para conhecermos.

 

 

O pedido de casamento:

Já estávamos juntos a 9 anos, quando então resolvemos sair da casa dos nossos pais e ir morar juntos. Ficamos procurando apartamento por um tempo, até que então achamos um perfeito para gente. Nos mudamos em menos de um mês. Nesse meio tempo, eu viajei para visitar uma irmã minha que estava morando em Londres, e o Rodrigo ficou no Rio por causa do trabalho e aproveitou para comprar o anel. Entramos no nosso apartamento na sexta e passamos todo o final de semana fazendo e arrumando a mudança. Segunda então foi o primeiro dia que de fato teríamos o nosso primeiro jantar na nossa casa. Preparei um jantar todo bacana, e para mim aquilo já era motivo suficiente para comemorar. Até que quando terminamos de jantar, o Rodrigo disse que precisava conversar uma coisa muito séria comigo. Eu, conhecendo o meu então namorado, achei que ele viria com aquele papo de “agora que estamos morando juntos, vamos ter que economizar, pois teremos todos os custos de uma casa”, essas coisas. E então ele começou falando que estava muito feliz, porque tínhamos dado um passo muito importante, que agora a nossa relação estava avançando em um outro nível, e que pra ele era muito legal construir essa família comigo, e então fez o famoso pedido. Eu na hora não acreditei, aqueles 10s em total êxtase, e claro disse que sim. Mas é porque na minha cabeça, morar junto já era esta casado, mas como o Rodrigo é muito mais “tradicional” do que eu, ele fazia questão de casar. Óbvio que a ideia da festa também foi dele, pra ele não bastava ir no cartório, ele queria toda a celebração. O pedido foi em março/17, fomos amadurecendo a ideia, olhando as coisas com calma, até que em setembro/17 comecei de fato a organizar a festa.

Além da festa de casamento com celebrante, uns dias antes fizemos também um casamento religioso, na igreja católica, somente com nossos familiares próximos e padrinhos, pois embora quiséssemos muito realizar a festa com o Bruno (BemDito), a celebração religiosa era algo muito importante para nós.  

 

◊ O CASAMENTO

 

 

Os preparativos:

Começamos os preparativos um ano antes. Como tivemos esse bom tempo foi super tranquilo, e curtimos muito esse momento, que é muito gostoso. O Rodrigo também foi super participativo, e me ajudou absolutamente em tudo, e eu fazia questão de pedir a opinião dele para tudo, pois acho que a festa não é só da noiva, mas sim do casal. A nossa cerimonialista, foi sem dúvidas fundamental, embora eu tivesse bastante tempo para ver tudo e de ser uma pessoa hiper organizada, optei por um cerimonial completo, e foi uma decisão perfeita.

 

Acho que essa é a primeira contratação que o casal deve fazer, porque elas são essenciais. Entendo que às vezes a grana pode ser menor, e existem noivas/casais que tem mais tempo e por isso conseguem estar mais presente, mas aconselho a pelo menos contratar o cerimonial do dia (serviço que muitas já oferecem). Até porque no dia do casamento o ideal é você ter um dia de princesa e não se preocupar com nada.

Além da minha cerimonialista indicar alguns fornecedores, a grande maioria eu já conhecia pela internet. Hoje em dia no instagram você acha absolutamente tudo, mas mais uma vez a cerimonialista é importante, pois ela vai saber dizer se aquela pessoa é realmente legal, com base na vivência que ela tem no mercado.

 

O vestido de noiva:

Eu nunca tive aquele sonho de casamento, então automaticamente não tinha o “vestido dos sonhos”. Sabia algumas coisas que eu não queria de jeito nenhum (mangas compridas, decote muito profundo), e a única coisa que eu tinha certeza era de que queria uma cauda bem bonita.

 

De início recorri ao aluguel para que eu pudesse experimentar os vestidos e ver ele no meu corpo para ver se achava o meu “estilo”. Só que não gostava de nada, na verdade achava bonito, mas não sentia aquele “tcham”. Fui então em alguns ateliês de estilistas que possuíssem coleção pret-à-porter, até que achei o “meu vestido perfeito” na Martu. E engraçado como quando você veste o vestido você simplesmente fica apaixonada e tem certeza de que é ele.

Isso foi em outubro, quase um ano antes do casamento. Passado tempo foi começando a bater aquela dúvida. Uma dica que eu dou é: escolheu, não olha mais nenhum outro.

 

Comigo, eu não consegui fazer isso, e depois de um tempo comecei a encasquetar com ele e cismei que já não queria mais usar ele na festa. E então comecei a caçar um novo vestido. Acabei vendo um pelo instagram e que achei a coisa mais linda. O problema é que a estilista era lá da Paraíba. Mandei uma mensagem para ela e marcamos de encontrar em São Paulo. A sorte, foi que o vestido vestiu perfeitamente, tive que fazer apenas a bainha, foi perfeito !!

 

Acabei então usando o vestido da Martu para o casamento religioso e esse da Andrea na festa.

O véu eu comprei na martu também, ela embora não fosse tão comprido como era o meu “sonho” inicial, ele tinha uma renda maravilhosa, e combinava perfeitamente com o clima de jardim, que seria meu casamento.

A grinalda, usei apenas uma coroa de flores, da MariaFrô. Que combinou perfeitamente com o estilo que eu queria.

 

 

Acessórios:

Não sou uma noiva de muitos detalhes, então isso nem foi uma preocupação grande para mim. Usei como grinalda a coroa, com flores atrás, escolhi na cor branca mas com tons leves em lilás. O brinco apostei no básico e tradicional, um modelo de pizza pequeno. O sapato, o mais importante para mim era que fosse o mais confortável possível, então apostei em um salto baixo e grosso, e foi a melhor coisa que fiz, pois fiquei a festa inteira com a sandália e não precisei recorrer ao chinelinho.

 

O buquê, foi algo que exigi um pouco mais. Queria que fosse bem colorido e que tivesse uma protéa. E foi exatamente o que a Lu (responsável pelo buquê, da Bastidores dos Sonhos) fez. Ficou do jeitinho que eu queria, quando ela me entregou foi o momento mais emocionante do making of.

 

 

Roupa do noivo:

Essa foi bem fácil. Ele desde o início já sabia que queria usar um terno azul mais claro e que não queria usar gravata. Resolvemos que compraríamos na Zara, pois ele gosta do caimento do terno de lá, e como ele queria uma cor que seria mais difícil de usar depois, achamos que o custo x benefício valeria bastante à pena. Demos sorte, pois de primeira já achamos o tom de azul que ele queria.

 

 

Making of

Durante a semana do casamento ficamos muito ansiosos com o casamento, na quinta estávamos uma pilha. Mas quando foi na sexta que fomos ao local, começamos a nos acalmar e no dia mesmo estávamos super tranquilos e alegres.

 

Na dia anterior ao casamento, não trabalhamos e fizemos alguns últimos “ajustes” do casamento, deixamos algumas coisas no local da festa, foi legal pois já demos uma olhada no início da arrumação e encontramos com alguns fornecedores. Dormimos juntos, normalmente. No dia, me arrumei no próprio espaço, que tem uma super suite para noiva, e o Rodrigo se arrumou no hotel que íamos passar a noite de núpcias. Escolhi me arrumar somente com minha mãe e sogra, pois queria ter o ambiente o mais calmo e tranquilo possível, para que eu conseguisse me manter assim durante toda a preparação, e essa tática deu super certo. Já o Rodrigo teve a companhia dos padrinhos. Durante o making of nos falamos somente uma vez, pois fiquei um pouco nervosa, porque estava chovendo no local da festa, e a nossa intenção era fazer a cerimônia no gramado. Quando liguei pro Rodrigo para falar ele me acalmou completamente, pois onde ele tava estava sol, e disse que já já o sol chegaria lá também. Dito e feito, logo depois o tempo começou a abrir e durante a cerimonia o tempo estava exatamente do jeito que queríamos.

 

 

Cerimônia:

Desde o início a ideia era que a cerimonia fosse durante a tarde, em um jardim, e achamos então o local perfeito, que foi o Jardins do Alto. Conhecemos o espaço através de um evento que foi realizado lá, e desde da hora que entramos já ficamos completamente encantados.

 

Já tínhamos decidido que queria realizar a cerimonia no mesmo local da festa, pois achamos muito mais prático tanto para os noivos quanto para os convidados, e por isso tivemos então que recorrer a um celebrante. Tendo isso em vista, foi muito fácil decidir quem seria: o Bruno, da BemDito. Ele foi logo um dos primeiros fornecedores que entramos em contato e fechamos, e foi uma das melhores decisões, sem dúvidas. Primeiro que ele é uma pessoa sensacional e depois porque a celebração dele não tem igual, é simplesmente fantástica. A cerimonia passa em um piscar de olhos, e todos os convidados ficaram encantados por ele.

 

Sem dúvidas um dos melhores momentos do casamento, para nós, foi a cerimonia, principalmente o momento da minha entrada. Tentamos nos manter conectados, embora tivéssemos rodeados por todos, e foi essa a imagem exata que ficou na minha memória, do Rodrigo me esperando no altar.

 

 

Música da cerimônia:

Nosso cortejo foi completamente moderno, todas as músicas eram atuais e tinham muito a ver com a nossa história, o que nos fez ficar ainda mais emocionados. Nos escolhemos, a Músicas Para Sonhar, que é uma dupla de voz e violão. Foi perfeito !!

 

 

Padrinhos e madrinhas:

Nós tivemos 5 casais de padrinhos. Para os padrinhos padronizamos a calça bege, blusa social branca e no kit que demos de presente para eles foi dado o suspensório e gravata borboleta bordô para que eles usassem no dia do casamento. Para as madrinhas não exigi nenhum modelo, mas apenas que o vestido fosse bordô, acompanhando a gravata dos homens.

 

 

Damas e pajens:

Tivemos um pajem e duas daminhas. O pajem foi o sobrinho da noiva, uma daminha prima do noivo, e a outra daminha, afilhada do casal. Como ele ainda era muito bebê e não andava, ela entrou acompanhada dos pais, que eram uns dos casais de padrinhos, com a plaquinha “daminha em treinamento”. Para a roupa das daminhas, elas foram feitas sob medida pela BeCastellain e tiveram a mesma estampa da identidade visual do casamento. Já para o pajem, ele foi como os padrinhos, de blusa social branca, calça bege e suspensório e gravata borboleta bordô, que foi dada por nós.    

 

 

Local da festa:

Conhecemos através de um evento que fomos na casa, e assim que entramos ficamos completamente apaixonados e sonhando com o casamento lá. Felizmente tudo deu certo e fechamos contrato com o local. Ele atendeu completamente nossas expectativas, ficou do jeito que sempre imaginamos.

 

Decoração:

Escolhemos um casamento mais rústico, nós queríamos ele de tarde em meio ao verde, e achamos que o rústico acaba combinando melhor com o horário, além disso tinha mais a nossa cara. O projeto de decoração foi idealizado junto com a decoradora, fomos pensando nos detalhes aos poucos, construindo e alinhando as ideias ao longo desse 1 ano. Cada vez que via algo que gostava muito já salvava para poder passar para ela depois. Sabia que queria uma mesa bem colorida, pois é muito mais a minha cara, e falei isso logo de primeira pra Lu (decoradora), a reação dela foi logo abrir um sorrisão e falar “amei”. Ela entendeu perfeitamente o que eu queria, e eu que confiava muito dela, a deixei bem à vontade para que ela criasse como quisesse.

 

Óbvio que nós como noivas ficamos sonhando, mas quando vemos de fato o resultado, tudo arrumado, e tão emocionante. Como estava me arrumando no próprio local eu pude descer quando ficou tudo pronto e ver a decoração antes mesmo da festa começar, o que foi ótimo. O resultado superou todas as minhas expectativas. Tava tudo lindo e muito mais do que eu tinha imaginado na minha cabeça.

 

Bolos e doces:

Foi super fácil, pois o buffet que fechei com o Bastidores dos Sonhos já incluía o bolo e doces tradicionais. Optamos por não adicionar mais doces, pois tínhamos um orçamento curto e os doces não era uma prioridade para nós, então resolvemos deixar os tradicionais, que todo mundo ama. Além disso fechamos por fora os brownies e bem casados. Pesquisei bastante ambos, e fechei com os dois que mais gostei disparado. Eles foram colocados em banquinhos suspensos e ficaram super fofos. A quantidade de doce foi bem equilibrada, óbvio que sobrou um pouco mas nada absurdo, dividimos entre os nossos pais, levei um pouco para o trabalho e ai não ficamos com aqueles milhões de doces em casa.

 

 

Buffet:

Fiquei muito satisfeita com a minha escolha, embora não tenha comido nada durante a festa (o que é normal), todos os convidados elogiaram bastante o buffet para gente depois, não só pelo sabor, mas pelo serviço que era excelente. Optamos pelas mini porções, pois acho que fica mais dinâmico na festa, mas além disso tínhamos um buffet estacionado de massas. Acho importante esse ponto estacionado, pois existem convidados que estão só na pista e resolvem sair rapidinho só para comer alguma coisa e voltar, e ai a massa estava ali de forma rápida de ser pega.

Além do buffet, fechamos também com o TT Burger, eles entraram nas duas horas finais da festa, e fizeram a alegria da galera, servindo hamburger com batata frita. Foi sucesso absoluto !!!

 

O bar, juntamente com o dj, era nossa prioridade da festa. Depois de fazer várias degustações, fechamos com o Raiz Forte. Outra escolha muito assertiva, recomendo muito. Nós fechamos um cardápio com eles para a festa, mas como todos são barman muito craques, eles ficam totalmente abertos a inventar o que o convidado quiser ali na hora, e não se prendem só no cardápio. Além do bar, que tinha drinks com vodka e gin, nós servimos na festa o espumante e whiskey.

 

Música da festa:

Esse era um dos pontos mais importantes da festa na nossa opinião, então após fecharmos a cerimonialista já partimos para contratação do DJ. Até então não tínhamos optado por um dia, sabíamos que queríamos fazer no mês de setembro, mas não tinha data certa.

Tínhamos três opções de djs na nossa cabeça e marcamos então a reunião com um deles, o dentinho, que inclusive tinha sido muito indicado pela nossa cerimonialista.

 

Depois dessa reunião não precisamos ir a mais nenhuma reunião, já tínhamos certeza que era ele, fechamos ali mesmo, e seguramos a última data de setembro que ele tinha.

Posso dizer com todas as letras, ele é O melhor dj do rio !!! Não teve um convidado que não tenha ido pra pista, ele consegue animar todos os convidados, independente da faixa etária.

Nós, os noivos, não saímos da pista de dança um só segundo.

 

Se casasse de novo, o dentinho com certeza seria o primeiro fornecedor, além disso indico para todas as amigas que vão casar. Ele é muito maravilhoso !!!  

 

 

Registros:

Para foto fechamos com a Carolina Azevedo e filmagem com o Casaba. No início é meio estranho ficar o tempo todo sendo fotografada/filmada, mas a gente vai se acostumando e depois tá até fazendo pose. Vale à pena, pois quando vemos as fotos e vídeos fica tudo tão lindo, e essa é a forma que temos de reviver aquele dia. Amamos o resultado.

 

 

Convidados:

A festa foi pequena, fechamos tudo para 150 convidados. Então todos que estavam ali são pessoas que foram muito importante para nós e que nós queríamos muito a presença.

 

Fechamos nossa lista para 184 convidados, e acabaram indo 168. Como a festa era pequena e todos os convidados muito próximos, o número de faltas foi bem pequeno. De véspera já sabíamos que esse seria mais ou menos o número de convidados, pois o nosso cerimonial fez o RSVP ativo, que eu acho muito importante, pois assim conseguimos saber quase certamente o número de convidados presentes e não ser pego de surpresa.

 

Ferramentas:

3 meses antes, fizemos um Save The Date, e enviamos para todos os convidados através do whatsapp. Nele já constava o site que criei para nós, através do casar.com, e lá os convidados já tinham as informações iniciais do casamento.

Com um pouco mais de um mês entreguei os convites. Quase 100% dos convites foram entregues em mãos, algo que fizemos questão de fazer. À partir desse momento disponibilizamos também a lista de presentes no site.

O site funciona muito bem, você consegue todas as informações que deseja ali, o que ajuda bastante os convidados, acho que é uma excelente ferramenta.

 

◊ APÓS O CASAMENTO

 

 

Lua-de-mel:

Fomos para Itália. Fizemos Roma, região da Toscana (Glorença, Montepulciano, Montalcino, Parma), Milão e terminamos a viagem em Portugal (Lisboa). Super recomendo, pois é uma viagem bem romântica, então fica perfeito para lua de mel.

 

 

Dicas importantes sobre a organização pós casamento + lua-de mel + novo apartamento:

Se organizar com tempo é necessário para que a preparação não vire um estresse e sim um momento gostoso para o casal. Nós demos sorte, pois já morávamos juntos, então não tivemos a preocupação com o novo apartamento. Além disso o noivo ficou resolvendo tudo da lua de mel enquanto eu via mais de perto os detalhes do casamento. Ambos escolhíamos tudo junto, mas nos dividíamos para nenhum dos dois ficar sobrecarregado.

 

Presentes:

Fizemos a lista pelo site, do casar.com, e recomendo, pois o site é super fácil de fazer e o pagamento não tem dificuldade nenhuma. A cada convidado que dava o presente, nós enviamos uma mensagem agradecendo. Após o casamento, conforme alguns convidados iam falando com a gente, através de mensagem, nós também agradecíamos a presença.

 

 

Ficha técnica:

Cerimonial e Assessoria: Camila Polido

Local da Cerimônia : Jardins do Alto

Celebrante: Bem Dito

Música de Cerimônia: Músicas para sonhar

Decoração da cerimônia: Bastidores dos Sonhos

Local da Festa: Bastidores dos Sonhos

Buffet: Bastidores dos Sonhos

Decoração: Bastidores dos Sonhos

Florista: Bastidores dos Sonhos

Iluminação: Playback

Mobiliário: Bastidores dos Sonhos

Plantas: Bastidores dos Sonhos

Toldo: Jardins do Alto

Bar: Raiz Forte

Música da Festa (DJ, Banda, Sax, Bateria): Deejay Dentinho

Fotografia: Carolina Azevedo

Filme: Casaba

Bolo: Bastidores dos Sonhos

Doces Bastidores dos Sonhos:

Bem-casados: Confeitaria Neves

Chocolate: Bastidores dos Sonhos

Lembrancinhas: Sandallê

Convite: A la Massita

Identidade visual: A la Massita

Gerador: Jardins do Alto

Ar Condicionado: Jardins do Alto

Manobra e Segurança: Jardins do Alto

Vestido de Noiva: Andrea Suassuna

Véu: Martu

Grinalda: MariaFrô

Cabelo e Maquiagem: Elcides Freitas

Acessórios: pessoais

Sapatos: Sonho dos Pés

Buquê: Bastidores dos Sonhos

Roupa do noivo: Zara

Lapelas dos padrinhos: Bastidores dos Sonhos

Roupa das Damas e Pajens: BeCastellain

Alianças: H Stern

Hotel da noite de núpcias: Grand Hyatt

Lua de mel: Itália

Lista de presentes: casar.com

 

NEWSLETTER-POST-3-3-750x125

Leia mais:

A roupa do noivo: tudo o que você precisa saber

Passo a passo para organizar meu casamento

Destination Wedding | Praia da Pipa – Gabriela e João

 

Comentários “Casamento ao ar livre – Rayssa e Rodrigo

  1. Foi tudo maravilhoso!! Me diverti muito, tudo delicioso e de muito bom gosto!! Rogo que Deus ilumine e os abençõe eternamente!

    Resposta

Deixar um comentário