Raquel e Hugo optaram por contratar o serviço do cerimonial apenas para o dia do casamento, o que fez com que os dois se envolvessem por completo com os preparativos do casamento, contratações e orçamentos. A organização da noiva e a antecedência transformou tudo em um processo incrível.

A escolha dos noivos foi por um casamento no jardim, com a cerimônia ao ar livre na Usina Dois Irmãos, em Recife. O ambiente natural, cercado de muito verde e luz do dia fez com que a decoração explorasse bastante a vegetação e um caminho para o altar repleto de lâmpadas pendentes, feita pelo decorador Paulinho Melo. A decoração do salão para a festa não ficou pra trás: tons de rosa, lâmpadas e velas, e lindas decorações aéreas, deram cor e vida para a festa de Raquel e Hugo.

Quer conhecer mais da história dos noivos e sobre este casamento inspirador? Leia na matéria todos os detalhes.      

 

Os Casamentos Reais publicados no CaseMe são escritos diretamente pelos noivos, em 1ª pessoa. Nossa proposta é uma troca livre e real de experiências, sejam boas ou ruins, que ajudem outros casais que ainda estão no caminho!

 

Noivos: Raquel Ferreira Salgado/ Hugo Pinheiro de Araújo

Local: Jardim da Usina Dois Irmaos/ Recepção aconteceu no salão da usina dois irmãos, em Recife-PE

Data: 23/02/19

 

 

TITULO-CASAMENTO-REAL-1-750x50

 

 

História do casal:

 

Hugo é paraense e eu pernambucana, nos encontramos em Campina Grande-PB, em busca do mesmo sonho de cursar medicina. Fizemos o curso na mesma sala. Eu me apaixonei por ele à primeira vista, apesar de negar a todo custo. Não demorou muito pra acontecer o primeiro beijo, nós éramos amigos e implicávamos um com o outro o tempo inteiro, como casais apaixonados. Mas só no sexto período assumimos um relacionamento sério, quando Hugo me pediu em namoro ao nascer do sol em Pipa-RN. Temos muito em comum, a começar pela profissão, mas também amamos viajar, apreciar uma boa culinária e adoramos cinema.

 

O pedido de casamento:

 

O pedido aconteceu também em Pipa-RN, mesmo local onde começamos a namorar. Foi surpresa e surpreendente! Eu acordei em uma terça feira com um café da manhã posto na mesa e uma série de instruções, dizendo que eu não poderia mais falar com ele a partir daquele momento, mas que ao longo do dia ele me diria o que fazer. A primeira coisa do dia foi um spa! Um motorista me pegou em casa e me levou para uma manhã inteira de massagens, onde recebi flores dele. Dali segui de volta pra casa com o mesmo motorista que me acompanhou o resto do dia inteiro. Em casa ele havia posto em cima da cama um look novo pra eu usar no dia, um macacão longo branco e lindos brincos. Mandou também uma cartinha pedindo perdão por ter me deixado almoçar sozinha, mas me convidando pra jantar à noite. Em seguida, mandou uma pessoa pra fazer minha maquiagem e me deixar linda pra jantar com ele. O motorista então me pegou e saiu comigo estrada afora, eu sem saber pra onde estava indo. Até que reconheci a entrada de Pipa e lá ele me recebeu no hotel Ponta do Madeiro com um lindo jantar à luz de velas em um bangalô com vista pro mar, com um buquê de rosas e uma carta linda! Quando terminei a carta ele veio com um anel solitário, como eu sempre sonhei e enfim concretizou o pedido dos meus sonhos! (Temos vídeo amador do dia no nosso Instagram)

 

Créditos: todas as fotos desta matéria são do Ricardo Nascimento

 

TITULO-CASAMENTO-REAL-2-750x50

 

 

Os preparativos:

 

Começamos a sonhar com o casamento logo após o noivado, em Setembro/2017. Inicialmente gostaríamos que o casamento fosse em outubro/18, porém não conseguimos vaga na data que gostaríamos e acabamos adiando um pouco pra fevereiro, o que também nos deu mais tranquilidade e tempo pra organizar tudo. Toda a festa foi idealizada e organizada pro nós dois, eu e Hugo. Não contratamos acessória, apenas cerimonial pro dia da festa, então tivemos que cuidar de tudo pessoalmente, mas, particularmente, achei muito gratificante. Pesquisamos muitos profissionais via internet (essa foi nossa principal ferramenta), outros foram indicação de serviços que já tínhamos contratado.

 

No dia do casamento, antes da cerimônia: 

 

 

Nós dormimos no hotel já no dia anterior pra acordar com tranquilidade no dia do casamento, foi o hotel Transamerica Beach Class, em Recife. Ficamos no mesmo hotel, só em quartos separados, claro! Kkk. Nos despedimos na sexta à noite no Hall do hotel e no dia do casamento bloqueei Hugo do WhatsApp pra que a gente só se falasse no altar! A única coisa que vimos ao longo do dia foi as postagens um do outro pelas redes sociais.

Eu estava bem tranquila, estava saindo tudo como planejado, confiava muito nos meus fornecedores, então só relaxei e curti meu dia. Já Hugo, enfrentou um contratempo no caminho do casamento e acredito que ficou bem nervoso. O carro que ele ia ficou preso em um bloco de carnaval por mais de 1h e ele teve que atravessar o bloco à pé pra pegar outro carro do outro lado e conseguir chegar no casamento. Isso atrasou nossa cerimônia em 1h, mas no final deu tudo certo e foi lindo de todo jeito!

 

 

O vestido de noiva:

 

Meu vestido foi a parte mais difícil, tanto pela expectativa que se cria em cima da apresentação da noiva, como também pelo orçamento. Sempre digo que organizar um casamento sem limite de orçamento é fácil, existem inúmeros serviços excelentes, o difícil é fazer a festa dos seus sonhos caber em um orçamento pré-determinado.

O vestido que me apaixonei era um modelo da Pronovias que eu provei em São Paulo, porém ele custava R$ 16.000,00 e eu teria que abrir mão de muita coisa na festa pra ter aquele vestido. Foi aí que resolvi fazer com uma costureira conhecida da família, confiando no meu perfeccionismo e na lembrança que eu tinha dele. Deu bastante trabalho até ficar do jeitinho que sonhei e cada etapa que eu provava e ajustava era um frio na barriga. Costureira não é como ir na loja e pegar o vestido do jeitinho que você tá vendo, é imaginar e ver cada etapa da construção e as vezes não sai exatamente como você sonhou, então requer muita paciência. No final, ficou exatamente como sonhei, em cada detalhe e valeu muito a pena porque tive o vestido que gostaria por um valor muito mais baixo. Ele custou no total R$ 4.800,00. Encontrei também lojas que alugavam o mesmo modelo, como primeiro aluguel, mas o preço saia a R$ 9.000,00, então também descartei. Optei por um véu simples por ser um casamento no jardim, de dia, achei que traria mais leveza; meu véu teve 6m de comprimento e apenas um acabamento liso e delicado em toda a borda. O vestido tinha uma pequena cauda; na festa minha cerimonialista prendeu atrás com broche de segurança, visualmente não ficou muito bonito, mas deu pra aproveitar a festa. Já vi cerimoniais que costuram toda a barra antes da festa, tipo uma bainha à mão mesmo, fica mais discreto e bonito pras fotos na pista de dança. Vai do tempo que você quer dispor até começar a curtir de fato a festa.

 

Na minha opinião o vestido é um dos itens mais importantes do casamento, por mais que a maioria diga que você só vai usar uma vez depois vai esquecê-lo, é fundamental você estar se sentindo linda pro seu dia ser incrível! Não acho que valha comprometer todo o orçamento por isso, mas criar meios de obter um vestido que você ame dentro das suas possibilidades financeiras. Não desista até você achar que está incrível e se sentir a verdadeira princesa.

 

Acessórios:

 

Eu não tinha nenhuma peça de família, mas usei os brincos que ganhei do meu noivo da coleção de noivas da Vivara, pra mim foi muito simbólico e guardarei como uma joia de família. Outra coisa muito difícil foi a grinalda. Todos diziam que ficaria melhor uma delicada, mais fininha, mas a que eu me sentia linda era mais imponente, então não hesitei em escolher essa (claro que depois de muito impasse e conflito interior). Valorize muito as opiniões sobre o estilo que combina mais, mas no fim das contas o que realmente importa é você se sentir bem e linda!

O sapato, eu usei um scarpan off white que eu já tinha em casa, eu tinha usado poucas vezes, ele era confortável e o salto de uma altura que eu amo, nem tão alto nem baixo demais. Usei ele e não me arrependo. Assim que dancei a valsa com meu noivo coloquei a rasteira personalizada. Então valeu a pena não investir muito nesse item.

A escolha do buquê foi rápida, eu sempre gostava de modelos e flores específicas quando admiravas buquês, só restou escolher a cor na semana do casamento. Eu gostaria que ele fosse claro, bem clássico mas não totalmente branco, então usei um fundo verde e umas sementes. Amei!

 

 

Roupa do noivo:

 

Eu ajudei!! Ele já sabia que queria um azul mais claro, não foi difícil achar! Ele encontrou na Brooksfield! Mas os sapatos e gravata foram da Ricardo Almeida! Destaco a gravata de seda, linda!

 

Cerimônia:

 

Na escolha do local, selecionamos os mais bonitos na nossa opinião e depois filtramos pelo orçamento e data. No fim das contas ficamos tão apaixonados pela Usina Dois Irmãos e o custo beneficio era tão bom que mudamos nossa data pra que nosso casamento acontecesse lá.

O que mais emocionou na cerimônia foi a minha entrada, na hora em que nos vimos pela primeira vez e respiramos fundo na certeza de que nada mais nos impediria de viver aquele sonho juntos!

 

 

Música da cerimônia:

 

Contratamos orquestra. Optamos por um cortejo todo clássico, com exceção da entrada das crianças que ficamos com a música tema de A Bela e a Fera. Após a cerimônia escolhemos musicas modernas enquanto fazíamos fotos no altar e assinaturas. Uma coisa engraçada é que o que mais frisei com a orquestra é que não queria voz na formação, apenas instrumentos. Durante a entrada do noivo uma amiga fez chamada de vídeo comigo pra que eu pudesse assistir ele entrando e então ouvi que tinha alguém cantando. Apesar de não gostar muito tentei relevar e curtir o momento, acho que no dia não adianta você focar em pontos negativos, precisa aproveitar o momento independente de qualquer coisa.

 

Padrinhos e madrinhas:

 

Foram 11 casais de padrinhos e a única coisa que pedimos que usassem foi a gravata igual que os presenteamos junto com o convite que entregamos a eles. As madrinhas foram com as cores que quiseram, mas acabou que todas ficaram nos tons pastéis.

 

Damas e pajens:

 

Eram 5, mas 2 não entraram, todos nossos primos. Estávamos bem tranquilos em relação a isso, sabíamos que poderia acontecer por serem muito novinhos. As roupas mandamos fazer no mesmo local que fiz meu vestido.

 

 

Local da festa:

 

O local da festa foi o mesmo da cerimônia, escolhemos também por causa disso porque queríamos tudo no mesmo local. Basicamente imaginávamos como aconteceu, mas estava muito mais bonita a decoração do que sonhamos ou imaginamos! Realmente foi lindo quando entramos e vimos tudo como estava, não cabíamos em nós de tanta alegria!

 

Decoração:

 

O projeto foi idealizado por nós, mas foi um desafio pro nosso decorador. Pedimos a ele que usasse galhos, madeira, muito verde mas sem esquecer dos vidros e espelhos. Enfim, tínhamos itens clássicos e de uma certa forma rústicos em mente, mas não queríamos que nossa decoração se definisse apenas como nenhum dos dois estilos e nosso decorador soube com maestria unir tudo e criar um estilo único que amamos! Não mudaria absolutamente nada da nossa decoração!

 

 

Bolos e doces:

 

O bolo foi um item fácil, sonhamos com um bolo mais clean com flores de açúcar, mas delicado. A boleira que escolhi me sugeriu um modelo e conversou muito com meu decorador pra decidir qual estilo e cores ficariam melhor na nossa decoração.

 

Os doces, ouvimos muito a experiência do nosso fornecedor. Apesar de gostarmos exclusivamente da parte de chocolates e brigaderia, demos um privilégio a esses, mas buscamos um equilíbrio com outros tipos que certamente agradariam os convidados. Por fora, encomendamos mais brigadeiros pra que fosse reposto no final da festa, porque sabemos que é o que todos procuram no final! Achei ótima a proporção de doces, 7/convidado. Todos se serviram bem e tinha doce até o final.

 

Buffet:

 

Nosso buffet foi excelente! O menu era composto de mesa de americana com coquetéis volantes frios e quentes e opções de jantar servidos em pequenas panelinhas e empratados.  

Nós comemos um pouco de tudo! Tivemos um tempo pra isso assim que encerrou a cerimônia e durante a festa o buffet disponibilizou um garçom exclusivamente pra gente que nos serviu muito bem de todas as comidas e bebidas à noite inteira.

Em relação a bebida alcoólica servimos whisky, espumante e chopp. Não contratamos bar, pois achamos que teria um baixo custo beneficio na nossa festa.

 

Música da festa:

 

Teríamos uma orquestra no início com mpb/ samba, uma musica mais ambiente pra todos se acomodarem. Também foi outra falha, na hora tocou música pop nacional/internacional, mas também não nos deixamos abalar por isso. Não era como sonhamos mas as musicas eram boas e a festa estava fluindo bem e as únicas pessoas que sabiam que não estava como planejado éramos eu e Hugo, pra todo o resto estava tudo perfeito. Em seguida tivemos 3 bandas com Dj apenas no intervalos. Todas as bandas foram excelentes, mas acho que o ponto alto da festa foi quando entrou uma bateria de escola de samba que agitou e levantou todo mundo!

 

 

Registros:

 

Nossas fotos foram feitas por Ricardo Nascimento e filmagem por Magique, empresa de Hugo e Gustavo. Foram profissionais que nos identificamos muito e foi muito fácil sermos clicados por eles porque no deixaram super à vontade, captando os melhores momentos sem que nem notássemos! E na hora das fotos formais também foram muito rápidos e ágeis nos deixando livres pra curtir a festa mais cedo!

 

 

Convidados:

 

Nossa festa inicialmente foi planejada pra 150 convidados, mas no final fechamos nossa lista em 220. Esse é um alerta que faço, se isso é um item importante, não permita nenhuma adição de cabeça, sempre anote e esteja de olho nos numeros! E considere a quantidade real de convidados, por exemplo, se está convidando um casal com filhos, por mais que envie apenas 02 senhas, considere a presença dos filhos. E nunca conte que alguém de longe não virá. Não convide ninguém por educação ou porque tem que chamar, esse é um momento único na vida de vocês e normalmente bem restrito, portanto priorize pra estar lá quem vocês realmente querem e fazem questão.

Quem confirmou a presença dos nossos convidados fomos nós mesmos, eu e Hugo, falamos com cada convidado através do WhatsApp.

 

 

Ferramentas:

 

Eu usei o app Casamentos. Foi importante porque me lembrava algumas tarefas que poderiam passar despercebidas como nutricionista, dermatologista, cuidados com o sorriso… além de organizar uma cronologia pra cada coisa.

 

TITULO-CASAMENTO-REAL-3-750x50

 

 

Lua-de-mel:

 

Viemos passar lua de mel na Praia do Rosa– SC. Resolvemos valorizar a hospedagem pra que pudéssemos relaxar e curtir um visual bonito. Esse foi nosso destino perfeito, um quarto em frente ao mar com hidromassagem na varanda e um ambiente paradisíaco! Nos hospedamos no Hotel Quinta do Bucanero, excelente serviço!

De lá seguimos pra Praia Grande-SC, especificamente Morada dos Canyons, também outro local com uma vista paradisíaca, dessa vez ambiente de monstanhas. Também investimos na hospedagem! Mas nesse destino fizemos alguns passeios como pique nique nos Canyons e passeio de balão!

 

Priorizamos nos curtir e relaxar! Dispensamos qualquer tipo de turismo, longas caminhadas ou coisas exaustivas.

 

Presentes:

 

A organização dos agradecimentos foi bem difícil, porque no começo conseguimos agradecer assim que recebemos os presentes, já que éramos notificados por e-mail, mas com o tempo o volume diário aumentou e com a correria pré-casamento não conseguimos agradecer todos. Ficou como tarefa pós. Imprimimos uma lista com todos os presentes recebidos e agradecemos um a um.

 

Ficha técnica:

 

♦︎ Cerimonial: Vanessa Amorim

Local da Cerimônia: Usina Dois Irmãos

Celebrante: pastor Paulo Brasil/pastor Augusto Brayner

Música de Cerimônia: Orquestra Sonata

Decoração da cerimônia: Paulinho Melo

Local da Festa: Usina Dois Irmãos

Buffet: Villa Sandino

Decoração: Paulinho Melo

Florista: Dea Medeiros

Iluminação: Usina dois irmãos

Mobiliário: Paulinho Melo

Música da Festa: Sonata Pop; Guilherme Conolly; D’breck; Forró dos Seis

Fotografia: Ricardo Nascimento

Filme: Magique

Bolo: Cake Hanouche

Doces: Benta Brigaderia

Bem-casados: Wilde

Convite: Denise Lins

 Vestido de Noiva: Iraildes Vasconcelos

 Véu: Iraildes Vasconcelos

Grinalda: Fátima Roque

 Cabelo e Maquiagem: Isabele Pinheiro

 Acessórios: Vivara

Sapatos: Arezzo

Buquê: Dea Medeiros

Roupa do noivo: Brooksfield; Gravata e sapatos: Ricardo Almeida

♦ Lapelas dos padrinhos: Paulinho Melo

♦ Roupa das Damas e Pajens: Iraildes Vasconcelos

♦ Carro da noiva: Dream Car

♦ Alianças: Vivara

♦ Hotel da noite de núpcias: Transamerica Beach Class

♦ Lua de mel: quinta do bucanero- Praia do Rosa- SC/ morada dos canyons- Praia Grande – SC

♦ Lista de presentes: iCasei, lista virtual; Camicado; Fast Shop

 

 

Caseme_banner_728x100px

NEWSLETTER-POST-3-3-750x125

Leia mais:

Roteiro do dia do casamento

Vestido de noiva – tudo o que você precisa saber

A roupa do noivo: tudo o que você precisa saber

 

Deixar um comentário