Na festa de casamento, folia de carnaval ou um jantar animado, é difícil pensar na possível ressaca. A gente se empolga e quando vemos o estrago está feito. Os sintomas da ressaca são horríveis e acabam com a nossa manhã.

A fórmula mais certeira para não ter ressaca é “não beber“, mas convenhamos que nem sempre é possível. Portanto hoje vamos dar dicas imperdíveis para curar a sua ressaca.

Causas da ressaca

 

• Porque você bebeu demais e, muitas vezes, com o estômago vazio.

• Muitas vezes é causada pela mistura de diferentes tipos de bebidas alcoólicas.

• Desidratação.

 

Mas afinal, o que é a ressaca?

 

O estômago e o fígado são os que mais sofrem, o trabalho principal vem do fígado para produzir enzimas que absorvam o álcool. Só que o fígado demora a entender que precisa “parar” de trabalhar no modo “bêbado”. Quando paramos de beber a concentração das enzimas ainda são altas e o fígado acaba pedindo mais para processar. Isso gera uma sobrecarga e desequilíbrio que desorganiza todo o metabolismo. O sistema nervoso também é afetado pelo consumo e se adapta para ao ritmo acompanhando assim a crise de abstinência. O resultado final é que quando paramos de beber vem a dor de cabeça, náuseas, desidratação e cansaço.

(Fonte: Pepperdrinks)

 

Chega de blá-blá-blá.

 

Soluções mais tradicionais conhecidas para curar a ressaca:

 

É válido lembrar: se você beber bastante água enquanto consome álcool, você vai diminuir a taxa de desidratação e minimizar os sintomas desagradáveis.

Esqueceu? Estrago está feito? Sem problemas!

• Beba muito líquido – é natural que a água seja uma forma de curar a ressaca pelo seu poder de hidratação, mas você também pode optar por sucos naturais, chás gelados ou água de coco.

Prefira o suco de frutas conhecidas pelo seu alto teor em vitamina C, como laranja, mamão e limão. A vitamina C auxilia o fígado no metabolismo do álcool, tornando a desintoxicação mais rápida.

• Chá de boldo (para os fortes) – remédio caseiro, com gosto horroroso, que promete “milagres”. Suas principais características são contra problemas digestivos, suores frios, mal-estar e problemas no fígado. Ele proporciona o alívio dos sintomas de intolerâncias alimentares, vômitos, a diminuição da azia, mal-estar e as cólicas abdominais, devido ao efeito calmante do boldo sobre a flora intestinal. Resumidamente ele diminui os efeitos do álcool e auxilia a diminuir a ressaca.

 

Leia também: Kit ressaca

 

⇒ E agora, tãn tãnn… as minhas dicas, porque é claro que também sofro desse mal!

Hidratação é sim o melhor remédio, a boca seca nos ajuda a lembrar disso, então não tem erro. Beba sim muiiiito liquido. Se possível tome uma garrafa de Gatorade antes de dormir, ele ajudará a reidratar e a repor os nutrientes perdidos.

Engov funciona?

Para mim sim, sempre brinco com os meus amigos que “engov é vida”. Um antes? Só depois? Um antes e um depois? Não sou médica, eu tomo um e não tenho ressaca, portanto para mim já está de bom tamanho.

E quando esqueço?

Ai o bicho pega heheh, a famosa e a desagradável ressaca chega. O que eu faço? Remédio para dor de cabeça (o que estiver habituada), Vonau (remédio maravilhoso para enjôo) e dormir. Acordo nova!

 

Gostaram das dicas? Tem alguma dica infalível? Escreva nos comentários.

 

Leia mais:

5 motivos para adiar sua lua de mel

Menu da Madrugada: o querido dos casamentos mais animados

Havaianas: Qual a quantidade ideal?

Deixar um comentário