Lua de Mel na Região Vinícola da África do Sul

Roteiros gastronômicos podem se encaixar perfeitamente em alguns planos de viagem. Mais do que isso: a gastronomia, por vezes, é a verdadeira inspiração para a escolha do destino. Aos amantes do vinho, por exemplo, a enogastronomia surge como ótima pedida para explorar os lugares onde a bebida é protagonista. E quem busca unir serenidade, paisagens românticas, sofisticação e alta gastronomia, encontra, na região vinícola sul-africana, cenários dignos de lua de mel e uma lista de atrativos ideal para se aproveitar a dois.

Conheça mais sobre a região vinícola sul-africana nesta matéria, com as dicas da Teresa Perez Tours.

Decididamente, os safáris não são as únicas atrações imperdíveis na África do Sul. Quando o assunto é rota de vinho, o país se mantém como um dos principais destinos a ser visitado no mundo, fazendo jus aos seus mais de 300 anos dedicados à fabricação da bebida e à sua posição de destaque entre os grandes produtores. Isso tudo se dá por conta da alta qualidade dos seus vinhedos, cultivados diante de um clima ameno combinado à umidade dos oceanos Atlântico e Índico, que influenciam no bom crescimento das vinhas. 

Próximas à Cidade do Cabo, Franschhoek, Stellenbosch e Paarl são os destinos mais interessantes. 

Abraçadas por vales e montanhas, suas áreas verdes compõem bonitas paisagens e enaltecem os ares calmos do campo, propiciando um clima de romance e a tranquilidade de quem tem a natureza aos seus pés. Passeios entre os vinhedos permitem que os casais apreciem os processos de produção bem de perto, com visitas guiadas pelas vinícolas e até sessões de degustação. Com opções gastronômicas prestigiadas, a região também chama a atenção pela refinada cozinha, inspirada, na maioria das vezes, pelas tradições das receitas europeias deixadas como herança durante a colonização – assim como a antiga arquitetura preservada e as histórias de cada uma dessas cidades que valem a pena conhecer! 

 

▸ Franschhoek

Situada a cerca de 50 quilômetros da Cidade do Cabo, a cidade é considerada o coração da gastronomia e do vinho na África do Sul, mantendo a sua tradição de restaurantes internacionais bem conceituados e a produção de rótulos premiados. A culinária de Franschhoek é bastante influenciada pelas cozinhas europeias, principalmente a francesa, embora os chefs sempre privilegiem ingredientes locais para a criação dos pratos com produtos orgânicos. Franschhoek, em português, significa “O Canto dos Franceses” e, não à toa, a região que antigamente abrigou nativos foragidos da França, ainda exibe traços bem evidentes do país. Em Franschhoek, a vinícola La Motte é parada obrigatória para os visitantes que desejam degustar rótulos premiados e apreciar vistas encantadoras. O The Werf Restaurant, da vinícola Boschendal, também é uma boa pedida para se provar a culinária autêntica de Franschhoek. Abaixo mais informações sobre restaurantes e hotéis.

▸ Stellenbosch

Considerada a segunda colônia mais antiga da África do Sul, Stellenbosch mantém seu estilo holandês praticamente intocado, sendo possível apreciá-lo tanto na arquitetura de suas construções quanto nos toques culinários inseridos discretamente à sua gastronomia. A cidadezinha tem um charme único, e sua cultura vibrante também se dá graças à universidade localizada na região. Alguns dos melhores rótulos do mundo são produzidos em Stellenbosch e, além das suas rotas de vinho e belezas naturais, o lugar também é famoso pelas boutiques, museus, galerias de arte e, claro, pela cena gastronômica. Ao todo, Stellenbosch conta com cerca de 200 produtores de vinhos espalhados pelo seu território, tornando-a um dos principais centros dessa indústria em todo o país. A vinícola Waterford State que, além dos vinhos, produz vários tipos de chocolate, não pode ficar de fora do roteiro dos apaixonados! O restaurante Indochine, de culinária asiática inventiva, também não!

 

▸ Paarl

Enquanto Stellenbosch ocupa a posição de segunda colônia mais antiga do país, Paarl, por sua vez, leva o título de maior cidade da região. A cidade ainda é responsável por um quinto de toda a colheita de uvas da África do Sul, consagrando-se como uma região de grande importância na exportação de vinhos. Paarl também é o terceiro assentamento mais antigo do país, e carrega consigo uma riqueza histórica indiscutível – a cidade abriga, por exemplo, a Prisão de Drakenstein, onde Nelson Mandela cumpriu seus últimos anos de condenação. Cafés e restaurantes se espalham entre a rua principal, e há trilhas e passeios de mountain bike ideais para se contemplar as belas paisagens da região. Os vinhos finos, típicos da cidade, podem ser apreciados no restaurante contemporâneo Babel, do hotel Babylonstoren, que também serve culinária preparada a partir de produtos sazonais e regionais, embora seu design tenha influências claras da arquitetura holandesa. 

♦︎ ONDE COMER

 

▸ The Werf Restaurant (Franschhoek)

Na vinícola de Boschendal, um dos restaurantes de destaque é o The Werf. Suas receitas contemporâneas são preparadas a partir de ingredientes locais e sazonais, servidas em um ambiente de estilo clássico e decoração sóbria. Os menus degustação são criados de acordo com a criatividade dos chefs e dos produtos colhidos na época, o que torna cada prato autêntico e cheio de personalidade. 

boschendal.com

 

▸ Babel (Franschhoek, a aproximadamente 20 minutos de Paarl)

Este é o principal restaurante do hotel Babylonstoren, e sua arquitetura contemporânea com traços holandeses já é um destaque por si só. Na cozinha, pratos sazonais compõem o cardápio, servidos em uma atmosfera clean, moderna e bem decorada.

babylonstoren.com

 

▸ Indochine (Stellenbosch)

Gastronomia inventiva inspirada pela culinária asiática é o que define a cozinha contemporânea do restaurante Indochine, localizado na propriedade Delaire Graff Estate. A decoração elegante investe em detalhes azuis e mobília clássica, e o restaurante ainda conta com vista panorâmica para as belezas naturais do Stellenbosch Valley.

delaire.co.za

 

♦ ONDE FICAR

 

Le Quartier Français (Franschhoek)

Moderno e charmoso, o Le Quartier Français, em Franschhoek, está cercado de belos jardins. Suas suítes e villas exibem detalhes coloridos e elementos vintage, conferindo um ambiente reservado e aconchegante aos casais que buscam por conforto e privacidade. A gastronomia tem destaque com o prestigiado restaurante La Petite Colombe, que privilegia a culinária requintada em uma atmosfera bem elegante. Além do Leeu Spa, espaço situado entre as vinhas onde os casais podem aproveitar os melhores tratamentos de bem-estar inspirados pelas heranças culturais africanas, a lista de atrativos do Le Quartier Français conta com uma galeria de arte contemporânea que apresenta obras de artes modernas, contemporâneas e um jardim de esculturas.

leeucollection.com

 

▸ Babylonstoren Farm Hotel (Franschhoek, a aproximadamente 20 minutos de Paarl)

Babylonstoren está situado em uma das fazendas mais antigas da região vinícola sul-africana. A propriedade está cercada por montanhas e jardins, tendo como pano de fundo vistas de belezas naturais inspiradoras. Suas espaçosas acomodações têm design contemporâneo e mobília moderna, com algumas influências do estilo holandês. O restaurante Babel é o destaque na gastronomia, e a adega do hotel permite que o hóspede realize a degustação dos vinhos em um sala exclusiva. Considerado o coração da fazenda, os jardins do Babylostoren também podem ser explorados, com passeios entre as plantações de frutas e legumes cultivados pelo hotel. Aos casais que desejam renovar as energias do corpo e da mente, os tratamentos no Garden Spa é inspirado nas vegetações tranquilas da região, tornando-se uma ótima pedida para se aproveitar a dois.

babylonstoren.com

 

▸ Delaire Graff Estate (Stellenbosch)

O Delaire Graff Estate está situado entre montanhas, e sua localização privilegiada permite vistas encantadoras para os vinhedos de Stellenbosch. Sua arquitetura é inspirada nas tradições holandesas, misturadas a elementos africanos e peças de arte originais da coleção pessoal de Laurence Graff. A propriedade conta com vinícola própria, e em seus restaurantes exclusivos, a exemplo do Delaire Graff Restaurant e do Indochine, os vinhos premiados harmonizam os pratos. Para relaxar e curtir ainda mais o clima tranquilo de campo, os lodges particulares exibem decks privativos com piscinas individuais, garantindo a privacidade dos hóspedes. Os casais ainda podem aproveitar os tratamentos do spa e o espaço fitness.  

delaire.co.za

 

Veja aqui dicas para sua Lua de Mel na África do Sul.

Gostou? Quer ver algum destino específico? Manda um email para gente, contato@caseme.com.br. 

teresa-perez-tours-e-caseme-750x111

Leia mais:

Lua de mel em Bali: a ilha mais romântica da Indonésia

Vestido de noiva – tudo o que você precisa saber

 

Lua de Mel em Paris

 

 

Deixar um comentário