Sabe aquele casal apaixonado, que dá para sentir nas palavras o carinho e admiração de um pelo outro? Álissa e Gustavo são assim. A história deles não foi amor à primeira vista, foi grude desde o primeiro encontro. Eles se conhecerem em uma festa e nunca mais se separaram. 

Como disse Álissa, o Gustavo é daquele tipo que faz de tudo para ver a felicidade de quem ele ama. E quando ela viu que teria que mudar o local da festa, da serra para o mar, o Gustavo a apoiou na hora! E lá foram eles conhecer o Hotel Fasano Angra dos Reis, e foi lá que o tal do “brilho nos olhos” apareceu.

A assessoria da Manu Gonçalez foi fundamental para que o dream team já contratado fosse mantido e tudo saísse conforme Álissa sempre sonhou. A decoradora Andrea Kapps era paixão antiga da noiva, tinha que ser a Andrea!

E assim foi… um sonho de casamento, com todos os detalhes que ela imaginou: arco de flores e bougainvilles na decoração, fotos com seu amado Pingo, música “Brave Heart” tocada por a  Versus Quatro na cerimônia, um vestido belíssimo do Lucas Anderi e pista enlouquecida com DJ Jimmy e MC Andinho. 

As fotos com a luz dourada do pôr do sol, clicadas pela V Rebel, eternizaram a perfeição do dia. Luz, cor, e muita emoção.

Confira as fotos incríveis desse casamento lindo e a história do casal, contado pela própria noiva. 

 

 

Os Casamentos Reais publicados no CaseMe são escritos diretamente pelos noivos, em 1ª pessoa. Nossa proposta é uma troca livre e real de experiências, sejam boas ou ruins, que ajudem outros casais que ainda estão no caminho!

 

 

Noivos: Álissa e Gustavo

Local: Hotel Fasano Angra dos Reis – Angra dos Reis, RJ

Data: 05 de outubro 2019

 

Créditos da foto do destaque: V Rebel Cinema One

 

 

 

 

História do casal:

 

Na nossa história não teve amor à primeira vista, e não fomos o primeiro amor um do outro. E ainda bem. 

Tudo começou em uma festa com amigos, em novembro de 2016, quando um amigo em comum nos apresentou … e o Gustavo finalmente teve coragem de falar comigo (ele já estava de olho em mim há um tempo na academia, mas ele nega até hoje hahaha! Eu não fazia ideia de quem ele era!). Parece que Deus planejou tudo direitinho porque não tínhamos idéia de tudo de especial que estava por vir… 

Depois desse dia, o Gustavo me convidou para jantar e desde então não nos desgrudamos mais. O que nós não sabiamos era que nossas mães já eram amigas e que morávamos um ao lado do outro. Eu, Álissa, resisti um tempo ao namoro, me envolver não estava nem um pouco nos meus planos. Mas não consegui segurar por muito tempo… até que no 4º mês, no dia 17 de março de 2019, pedi o Gustavo em namoro. Sim, eu mesma pedi, porque a essa altura o Gustavo já estava quase desistindo de mim! Hahahaha. Nesse momento, eu já sabia que ele era o cara.

Na nossa história, nós construimos juntos o nosso amor. Aos poucos, quanto mais nos conhecíamos, mais queríamos estar um ao lado do outro. Nos apaixonamos por nossas qualidades e nos tornamos, acima de tudo, companheiros. Aprendemos que amar vai muito além do que dizer “eu te amo”… é conhecer os defeitos e amá-los também. É, logo depois de uma briga, querer fazer às pazes. É ter medo de magoar, é ter uma vontade enorme de fazer o outro feliz. E foi assim que nos apaixonamos. 

O Gustavo é daquele tipo que faz de tudo para ver a felicidade de quem ele ama. E que sorte a minha estar entre uma dessas pessoas. Pela primeira vez, quanto mais conhecia, mais me apaixonava. Pela primeira vez, tive vontade de passar o resto da minha vida ao lado de uma única pessoa. Quando o conheci, eu já sabia… aquela vozinha dentro de mim me disse. E assim namoramos durante 9 meses, até que veio o pedido!

 

 

O pedido de casamento:

 

Com 9 meses de namoro, no dia 3 de janeiro de 2018, em Barcelona, fomos jantar no tão esperado restaurante Celler de Can Roca. A comida, que era a atração principal, ficou de lado quando o Gustavo colocou um lindo anel no meu prato. Engraçado é que eu não tinha percebido, só me dei conta uns 5 minutos depois, ao tirar uma foto do prato e ver um “borrão” brilhante na imagem. E, assim, ele me perguntou se eu gostaria de estar ao seu lado para sempre. Foi o “sim” mais feliz e certo da minha vida.

Após o jantar, o Gustavo havia feito mais uma surpresa: reservou um quarto no Hotel Omni, (hotel onde o restaurante está localizado) e quando entrei estava cheio de flores. Foi muito especial. 

Na minha opinião, não é o tempo que diz se você está com a pessoa certa. Você apenas sente isso, sabe? Eu senti assim que o conheci. 

Em 17 de março de 2018, nós fizemos o nosso noivado oficial, onde reunimos 80 pessoas muito queridas, entre familia e melhores amigos. 

 

 

Créditos: todas as fotos desta matéria são da V Rebel Cinema One      

 

 

Os Preparativos:

 

Iniciamos os preparativos em janeiro de 2018. Um ano e 10 meses parece muito – mas acreditem, não é! O tempo voa. 

Meu grande sonho era me casar em um lugar que pudesse reunir a Igreja Católica, e ao mesmo tempo um lindo espaço aberto cheio de natureza. Queria reunir minha familia e meus amigos queridos em um fim de semana, por isso minha primeira opção foi um destination wedding, em Itaipava, RJ. 

– A opção por um destination wedding, na minha opinião, foi a melhor escolha. O dia passa tão rápido, e dessa forma você consegue prolongar essa data especial. Muitos parentes e amigos você não consegue cumprimentar e dar atenção no dia do casamento, por isso achei maravilhoso o encontro pré-wedding, na sexta-feira, pois pude dar atenção a todos e no sábado não fiquei nervosa por não conseguir falar com alguém. 

Bom, nosso primeiro passo foi escolher o cerimonial. Conversei com alguns, mas quando conheci a Manu, foi amor à primeira vista. E falo isso porque ela mal saiu lá de casa, batemos a porta, e eu já liguei pra ela para fecharmos contrato. Posso dizer que, com certeza foi a nossa melhor escolha, porque a partir dali, o resto seria um sucesso. 

Sobre o cerimonial: Na minha opinião, o cerimonial é o investimento mais importante e vale cada centavo gasto. É a partir dele que o resto fluirá, é ele que conduzirá o seu grande dia. Por isso, acho que se você tem essa possibilidade, vale a pena investir em um bom cerimonial. A Manu me acompanhou desde os primeiros preparativos. Eu sempre fui uma pessoa indecisa, mas a Manu não me dava espaço para isso, porque com ela eu me sentia muito segura. Pude tomar todas as decisões certa de que estava no caminho certo e de que o meu grande dia seria um sucesso. Um bom cerimonial não diz o que você quer ouvir, mas sim o que você precisa ouvir. Um bom cerimonial vai resolver todos os problemas no dia … sem que você tenha conhecimento de nenhum deles. É o seu dia, não há espaço para preocupações! 

Voltando…. Começamos as visitas aos locais, fomos em inúmeros, mas nenhum deles despertava o brilho nos meus olhos. Acabamos fechando o contrato no Hotel Quinta da Paz, em Itaipava. Sempre fui apaixonada pela serra carioca, e por isso quis que todos, ou a maioria, dos fornecedores fossem de lá. 

Fechamos a decoração com a incrível Andrea Kapps (era um amor antigo, eu sempre soube que seria ela); a orquestra com a Versus Quatro, também da serra; o DJ Jimmy e a maravilhosa V Rebel de foto e filmagem. 

Muito embora o hotel em Itaipava fosse lindo, parece que algo me faltava. 

Fomos à reunião para fecharmos o toldo em Itaipava, e a Andrea nos acompanhou. Mas parecia que algo dentro de mim dizia que aquele não era o local. Nesse dia, a Andrea percebeu minha angústia, olhou nos meus olhos e disse: Álissa, siga seu coração. 

Foi então que eu descobri pelas redes sociais, o recém inaugurado Hotel Fasano Angra dos Reis, e fiquei louca para conhecer. No primeiro momento, hesitei, porque tive medo da reação do Gustavo. Afinal de contas, estava tudo completamente fechado e já pago em Itaipava. Mas, no fundo, eu sabia que não seria diferente: quando conversamos, ele disse – vamos lá! Se fosse para minha felicidade, não importava… ele cancelaria tudo e iria comigo para onde eu quisesse. 

Ah, que felicidade!

Liguei então para a Manu, também com receio de sua resposta. E é claro, ela me apoiou de todas as formas. Juntos, fomos ao Fasano Angra dos Reis, e o tal do “brilho nos olhos” logo apareceu quando chegamos ao local. A Manu me disse que isso iria acontecer quando eu encontrasse o meu lugar. E foi exatamente assim. Me apaixonei por cada detalhe. 

Foi assim que o Gustavo, a Manu, Andrea e todos os outros mergulharam comigo nessa loucura. 

Depois disso, tudo ficou muito fácil. Tive a ajuda e apoio de todos os fornecedores para que pudessemos manter o meu tão sonhado time. 

Sobre o lugar: Assim como eu fui, existem inúmeras noivas que não conseguem se decidir sobre o local. Eu sei porque tive muitas amigas nessa situação. A minha dica é: Não se preocupe se você não encontrou. Quando você entrar em um lugar e seus olhos brilharem, esse será o seu lugar. Você vai se apaixonar, vai dizer “esse é o meu lugar”. Você vai imaginar seu casamento, vai sonhar e idealizar cada segundo, e não vai se cansar de olhar para aquele espaço. Quando isso acontecer, você vai ter encontrado O seu lugar! 

Sobre as reuniões: O Gustavo esteve em todas elas, não importava o dia ou a hora. Ele sempre dava um jeito de escapar do trabalho. E até na reunião da maquiagem ele foi! Ele foi meu companheiro em cada passo. Decidimos absolutamente tudo juntos e essa foi a melhor parte. 

Confesso que organizar um casamento do jeitinho que você sonha não é sempre tudo flores. Dá trabalho, e muito. Ainda que você tenha uma super Manu do lado, resolvendo todos os seus problemas … ainda assim é cansativo. E quando você acha que falta muito, o tempo voa. Tem dia que a gente enlouquece sabe? Você quer tudo perfeito. E tudo piora quando você é a pessoa mais indecisa do mundo, e não consegue escolher nem a cadeira que vai ser usada no dia. Quem me conhece sabe de todas as minhas maluquices. E ele? Ah ele deixa tudo mais fácil. Ele mergulha nas minhas loucuras. Ele aceita minhas ideias doidas só pra me ver feliz, eu sei. E quando eu disse que queria cancelar tudo para procurar outro lugar? Ele disse: tudo bem amor, vamos lá! Então é isso que faz desse momento especial. Saber que ele me apoia sempre.

Sobre os fornecedores: A maioria deles eu não hesitei nem um pouco. Prezei pela minha conexão com cada um deles, isso para mim era o mais importante. Andrea Kapps, Dj Jimmy, V Rebel, Versus Quatro, Joe Drinks, Ap Editora ….. todos esses foram as minhas únicas reuniões… não precisei de mais nada porque a minha conexão com eles já bastava. Eu acho que isso é muito importante, porque afinal de contas, eles serão os responsáveis pelo seu grande dia. É imprescindivel que você tenha um bom relacionamento com eles, e liberdade para mandar uma mensagem e tirar suas dúvidas, pedir uma opinião experiente a qualquer momento. Montar um time de qualidade e que você tenha um bom relacionamento faz toda a diferença. 

 

 

Roteiro-completo-para-organizar-seu-casamento_-cronograma-comentado-em-7-etapas

 

No dia do casamento, antes da cerimônia: 

 

Há dias chovia… mas, no grande dia, abri a cortina e adivinhem. O céu estava perfeito … como Angra dos Reis nunca havia visto. E se me perguntarem se foi sorte, eu respondo: foi Deus.

Passei o dia tranquila, muito calma. Para a minha sorte, tive o querido G Junior, que é claro, fez seu show a parte, me divertindo o tempo todo. Ele deixou meu dia mais leve, mais alegre, e o tempo logo voou. Tudo o que eu sempre sonhei, eu consegui fazer nesse dia. Fiz o tão esperado making of com as minhas madrinhas, com a minha mãe, e com o meu Pingo, meu companheiro de vida. Quem me conhece sabe a importância que ele tem pra mim… e sabe também sobre o seu geniozinho complicado. Mas especialmente nesse dia.. ele estava tão calmo e tirou comigo todas as fotos que eu queria. Ele sabia o quanto aquele dia era importante. 

O tempo já estava curto, mas mesmo assim a Manu insistiu para que eu descesse e visse a decoração antes da festa. E ainda bem, porque foi um momento indescritivel. Acho que toda noiva deveria ter esse momento único. Quando entrei, logo vi aquele arco de flores que tanto tinha sonhado com a Andrea. E ai lá estava aquela mesa de doces com a árvore no meio…. tão idealizada por nós. Quando percebi que meu sonho estava bem ali na minha frente, cai em prantos. A emoção foi tão grande, que é impossível colocar em palavras.  

Subimos para o quarto, já estava quase na hora. Coloquei o vestido, e o meu pai entrou no quarto para me buscar. Pude ver em seu rosto… ele estava tentando conter a emoção. Ainda assim, ele se manteve firme… até aquele momento. 

 

O vestido de noiva:

 

Sobre o meu vestido, eu o idealizei durante muito tempo. E eu já sabia exatamente quem o faria, o Lucas Anderi. O Lucas me compreendeu como ninguém, e eu não precisei dizer muito para ele entender. 

Foram um total de 5 provas, e cada ida à São Paulo valeu a pena. O meu vestido ficou muito melhor do que um dia eu sonhei… ele era, de fato, o vestido dos meus sonhos. 

A grinalda, peça exclusiva da Graciella Starling …. fui a primeira pessoa a usá-la, por esse motivo ela recebeu o meu nome – Álissa. 

A minha dica é: Se você tem um sonho, vá com ele até o fim. Não deixe que ninguém faça você mudar de ideia, não fuja das suas referências. A única pessoa que tem que se sentir linda e completa, é você. Por isso não se importe com a opinião alheia. Digo isso porque na penúltima prova pensei em mudar alguns detalhes do vestido… mas graças ao Lucas, que me disse: “nunca fuja da sua referência e dos seus sonhos”, eu mantive o vestido como estava e essa foi a minha melhor escolha. O vestido tem que ter a sua cara.. a sua personalidade. Não aceite nada diferente disso!

 

 

Acessórios:

 

A grinalda e brinco foram da Graciella Starling, conforme mencionado acima, a grinalda recebeu o meu nome. 

O sapato foi feito pela Sonia Barreto – um amor de pessoa! Eu queria um sapato que pudesse me sentir confortável a noite toda. E valeu muito a pena pois eu fiquei praticamente a festa toda com o sapato. O conforto da noiva é extremamente importante. Acho que vale a pena pagar um pouco mais caro pelo conforto. 

Sobre o buquê… eu pedi para o Juan (da Flor’Art) que me surpreender. Só pedi para que seguisse a cor off white. Eu sabia que vindo do Juan ficaria lindo de qualquer forma!

 

 

Roupa do noivo:

 

A roupa do noivo foi da Otto, uma excelente escolha. Tudo feito sob medida, eles foram muito caprichosos. 

 

 

Cerimônia:

 

A cerimônia foi realizada na capela do condomínio Frade, a uns metros do Hotel Fasano Angra dos Reis. Foi perfeito, porque era exatamente o que eu sonhava – reunir a igreja com a magia da natureza. 

O celebrante foi o Padre Omar. Gustavo fez questão que fosse ele pois eles tem uma ligação especial … o Padre Omar ajudou o Gustavo a enfrentar problemas pessoais durante a sua infância. Por esse motivo, foi muito especial a participação do Padre Omar. 

Sobre a capela… pedi à minha avó Akiko para que a desenhasse. Quando pedi a ela para que o fizesse, ela hesitou, com medo de que não ficasse tão bom. Ela, que já pintou inúmeros quadros, lindos por sinal, ainda assim, fez questão de frequentar cursos de pintura para que ficasse perfeito. Ela fez, refez, e fez novamente, até que ela me entregou um lindo rascunho, que segundo ela ainda precisava de correções.

Fiquei apaixonada. A verdade é que não é a perfeição que faz de uma pintura bonita. É exatamente a imperfeição. É o sentimento que foi colocado nela …. é, sobretudo, saber que foi feito por ela e que ela participou desse dia tão importante para mim. 

A Lena da AP Editora teve papel fundamental. Ela deu vida à esse sonho…. e com tanto carinho e dedicação o resultado não poderia ser diferente. Foi ela quem me apoiou nesse projeto. 

 

 

Música da cerimônia:

 

A reunião com a orquestra foi a melhor parte de todos os preparativos. Na nossa primeira reunião, quando a Versus Quatro começou a tocar, eu logo me emocionei e cai em prantos. Foi uma sensação única, como se eu estivesse dentro da cerimônia. Foi tão incrível que pedi ao Felipe para que fizéssemos uma segunda audição, já perto da data do casamento, para que escolhêssemos as músicas. 

Eu estava com medo de que um cortejo clássico não combinasse com uma cerimônia ao ar livre. Mas a Manu me disse: “se faz sentido para você, isso basta.” Então eu segui com o cortejo clássico.. e essa foi a melhor escolha, porque a cerimônia foi linda. 

Na minha opinião, a música faz toda a diferença em uma cerimônia. Ela emociona os convidados, e faz com que eles vibrem e compartilhem esse sentimento com os noivos. 

Sobre a minha entrada: Eu não queria entrar com a Marcha Nupcial … queria algo diferente. Mesmo assim fiquei na dúvida entre a Marcha e a música “Brave Heart”. Quando o Gustavo ouviu a “Brave Heart” ele ficou muito emocionado … e isso bastou para que eu a escolhesse. Queria algo que fizesse sentido para nós dois. 

 

 

Padrinhos e madrinhas:

 

Convidamos 16 casais, entre familiares e amigos de infância. 

Padrinhos usaram terno, colete cinza da Só à Rigor. Gravata foi dada por nós. Acho que todos alugarem em um local faz toda a diferença, pois evita que se tenha cores diferentes no dia. Além disso acho que facilita o trabalho dos padrinhos, que não precisam sair à procura de um terno especialmente para a ocasião.  

Madrinhas usaram tons de rose.

 

 

 

Damas e pajens:

 

Foi um total de 8 crianças, sendo 5 daminhas e 3 pajens. Eram todos familiares. Os vestidos das daminhas foram feitos pela Stephanie Cachapuz Petit, ficaram incríveis. À meu pedido, a Stephanie desenhou um modelo que eu já idealizava há um tempo. 

Todos entraram! 

 

 

Local da festa:

 

Como eu já disse anteriormente, eu me apaixonei pelo Hotel Fasano Angra dos Reis. Me apaixonei pela sua arquitetura maravilhosa, a linda paisagem azul e verde e, sobretudo, pelo excelente atendimento.  

Eu praticamente cresci em Angra dos Reis… eu e minha família temos muitas lembranças boas desse lindo lugar. Por isso acho que não tinha lugar mais perfeito para esse dia. Eu estava em casa. 

Tudo ficou mais perfeito porque Deus nos presenteou com um dia incrível… o céu estava limpo e radiante.  

O Hotel Fasano Angra dos Reis foi muito além de todas as minhas expectativas. Ele se preocuparam com cada detalhe que fizeram toda a diferença.. não só comigo e com o Gustavo, mas com todos os meus convidados. Cada convidado se sentiu especial, tenho certeza disso. Isso tudo é de extrema importância, porque afinal de contas, é um dia único e há muita expectativa em torno dele. O casamento não se trata de um dia apenas, mas envolve todos os preparativos. E, desde o primeiro dia em que fechamos o contrato, até o dia do casamento, o hotel Fasano foi incrível, com funcionários sempre muito atenciosos, e um cuidado especial conosco. 

 

 

Decoração:

 

Eu sempre quis um casamento clássico, mas queria que fosse em um espaço aberto, em que a natureza pudesse estar presente. Mas não um clássico tradicional. O que eu idealizava era um clássico contemporâneo. Parecia uma tarefa dificil, em se tratando de um casamento à beira da praia, em Angra dos Reis. Apesar disso, a Andrea compreendeu exatamente o que eu queria … e o que parecia ser impossível, ela tornou possível. 

Pedi à ela um casamento todo off white e tons de marrom, sem folhagens. Três coisas não poderiam faltar: 1º o meu tão sonhado arco de entrada; 2º a passagem com os bem casados e, finalmente; 3º a árvore central coberta de bougainvilles. 

E o que parecia ser apenas um sonho … virou realidade. 

No dia, desci com a Manu para ver a decoração da festa. Foi um dos momentos mais emocionantes do meu dia. Eu realmente não esperava, a Andrea me surpreendeu de todas as formas. Nem nos meus maiores sonhos um dia eu pensei que seria tão lindo. Ainda me emociono só de lembrar. Durante a festa, enquanto eu dançava, eu me virava para o salão e ficava admirando aquela decoração. Difícil colocar em palavras a minha emoção em ver aquela obra de arte feita com tanto amor pela Andrea. Sou muito grata e não faria absolutamente nada diferente. 

 

 

 

Bolos e doces:

 

Sobre o bolo, quem fez foi a talentosa Cristina Ponccineli. Foi fácil, pois já admirava seu trabalho. Sobre os doces, fiz uma conta que pudesse atender todas as faixas etárias, e deu super certo. Não faltou absolutamente nada. 

 

 

Buffet:

 

O buffet foi do Hotel Fasano. Escolhemos jantar sentado. Ficamos muito mais do que satisfeitos com a nossa escolha, estava tudo perfeito. 

Jantamos após a cerimônia e antes da festa, e ainda bem porque depois disso não paramos nem um segundo. 

O responsável pelo bar de drinks foi o Joe, que também foi excelente. 

 

 

Música da festa:

 

Na nossa primeira reunião com o Dj Jimmy, nós tivemos um a conexão incrível com ele e, mesmo que nunca tivessemos ouvido ele tocar, já sabíamos que seria ele. E foi a nossa melhor escolha, porque ele foi o responsável pela energia do casamento. A pista não parou um segundo! Foi mágico! 

Na reunião anterior ao casamento, ele me perguntou com qual música nós gostaríamos de entrar na festa. Eu ainda estava na dúvida – entre uma música minha e do GustavoTe Assumi para o Brasil” e uma outra música que seria um house. Acabei optando pelo house pois pensei que seria animada a nossa entrada. 

No dia, terminada a cerimônia, subimos para o quarto para jantar. Algo dentro de mim me disse que tínhamos que entrar com a NOSSA música. Naquele momento, achei que teria mais sentido para nós, e para todos aqueles que acompanharam a nossa história. E ainda bem, porque não tinha música mais perfeita para isso… era a nossa música. Quando começou a tocar, começamos a dançar e logo nos emocionamos. E acho que todos a nossa volta também. Foi um sentimento muito especial e com certeza foi essa música que marcou o nosso casamento. 

Após a música de entrada, agradecemos a presença dos convidados e dançamos a nossa primeira música – “True Colors”, do Phil Collins. Lembro que havia pedido ao Jimmy para que tocasse a música rapidamente e a cortasse, pois achava que seria entediante. Engraçado é que, ao contrário do que eu imaginava que seria, nesse momento, eu desejei que ele nunca acabasse. Queria ficar ali, dançando com o Gustavo para sempre. 

Sobre a atração, contratamos o MC Andinho, que fez seu show a parte e animou muito a pista! 

 

 

Registros:

 

Contratamos a V Rebel e como já disse anteriomente, foi um dos fornecedores que tive uma única reunião. Não precisei pensar, já sabia exatamente o que queria. 

A minha primeira preocupação era a luz do sol. Por isso pedi que, terminada a cerimônia, começassemos direto com as fotos com o Gustavo. E essa também era a minha segunda preocupação, porque sabia que ele não aguentaria sorrir e olhar para as câmeras por muito tempo. 

Para a minha surpresa, ele sorriu até o fim, e tiramos fotos perfeitas. A nossa felicidade era tão grande, que acho que ficou muito nítido em todas as fotos e filmagens. Por isso foi tão fácil. 

O making of era uma coisa que eu realmente queria muito. Sonhei por muito tempo com as fotos com o meu companheiro de vida, Pingo. Não há felicidade maior do que dividir esse momento com ele, após 14 anos de tanta história. Ele esteve ao meu lado em todos os momentos especiais da minha vida, e é claro que esse não seria diferente. Outro registro muito importante para mim era com a minha mãe, e com as minhas madrinhas. Sonhamos tanto juntas … e nesse dia tudo o que eu queria era compartilhar a minha felicidade com essas pessoas.

 

 

 

Convidados:

 

Lista de convidados foi a pior parte do casamento, definitivamente. Você quer convidar todos, seus pais querem, os pais do noivo querem, todos querem, mas é impossível. Acho que, na realidade, o casamento é um momento especial, e por esse motivo devem ser selecionadas pessoas íntimas, que realmente fazem parte da história do casal. 

Chegamos em um momento em que estávamos muito estressados com a tal da lista. Não conseguíamos chegar em um acordo com as nossas famílias. 

Sempre tem um convidado sem noção que leva outras pessoas da família, que você não faz a menor ideia de quem seja. Isso te aborrece, e muito. 

Mas o meu conselho é: não deixe que isso estrague um segundo do seu grande dia. Eu sei, é um dia único e você quer tudo perfeito. Mas não se esqueça da essência do casamento: é a união do casal, é a vida que será construída a partir dali, entre duas pessoas que se amam. Quando me dei conta disso, parei de me preocupar com isso tudo e joguei nas mãos de Deus. Tínhamos 440 convidados na lista e a festa paga para 250 convidados presentes. Uma semana antes, após o RSVP ativo, tivemos 300 confirmados. E adivinhem.. para a nossa sorte tivemos 248 presentes na festa. 

 

 

 

 

Lua-de-mel:

 

Em Cancún, Tulum e Playa del Carmem. Perfeito! Acho que a lua de mel deve ser em um local romântico para que o casal possa descansar e curtir um ao outro. Cancún é o destino perfeito para isso.

 

 

 

Dicas de lua-de mel + novo apartamento:

 

Você está no meio de um furacão cheio de novidades… casamento, lua de mel e mudança! As emoções estão à flor da pele. Não se esqueça de que o casamento será uma ocasião única na sua vida. Priorize seu grande dia e deixe as preocupaçoes da mudança para depois. Aproveite cada segundo como se não houvesse o amanhã. Será o dia mais feliz da sua vida!

 

Presentes:

 

Colocamos a lista virtual. Fiz questão de agradecer um a um, com mensagens carinhosas pelo celular. Acho que é uma delicadeza importante e necessária. 

 

 

Ficha técnica:

 

Local: Fasano Angra dos Reis

Assessoria e cerimonial: Manuella Gonçalez   

Fotografia e filme: V Rebel Cinema One         

Celebrante: Padre Omar     

Orquestra: Versus Quatro    

Decoração: Andrea Kapps Decoração      

Flores: Flor’Art     

Paisagismo: André Kapps

Mobiliário: Chiavari        

Toldo: Elite Toldos

Iluminação: Ambiente Lahr    

Buffet: Fasano

Open bar: Joe Drinks Open Bar

DJ: DJ Jimmy Souza

MC: Mc Andinho

Bolo: Cristina Poncinelli

Doces: Mil Brigadeiros   

Doces: Le Chocolat

Doces: Nana

Bem-casados: Denise Cristina

Brigadeiros: Fabiana D’Angelo

Chocolate: Le chocolat

Vestido: Lucas Anderi

Véu: Lucas Anderi

Grinalda: Graciella Starling

Acessório: Graciella Starling

 Cabelo e Maquiagem: G Junior

Buquê: Flor’Art     

Sapatos: Sonia Barreto

Roupa do noivo: Otto

Alianças: HStern

Roupa dos Pajens: Só à Rigor

Roupa das Daminhas: Stephanie Cachapuz Petit      

Lapelas dos padrinhos: Flor’Art

Convite: AP Editora

Identidade visual: AP Editora

Gerador: Ambiente Lahr    

Manobra e Segurança: Arion Segurança

Hotel da noite de núpcias: Fasano

Lua de mel: Cancún

 

 

 

Cadastre-se para receber nossas matérias no seu email.

NEWSLETTER-POST-3-3-750x125

 

 

Leia mais:

Roteiro do casamento: a festa

6 Dicas para arrumar a mala de lua de mel

Casamento de dia na Hípica Santo Amaro – Paula e Victor

Deixar um comentário