Marilia e Fabiano curtiram produzir seu casamento. Marilia estava sempre de olho nos sites de casamento para, através das fichas técnicas dos Casamentos Reais publicados, conhecer seus fornecedores de casamento preferidos. Quando o cerimonial chegava com uma indicação eles já sabiam quem era, e se gostavam do estilo. Mas as escolhas não paravam por aí, eles fizeram questão de encontrar e experimentar muitas opções, e escolher com calma e organização, cada detalhe. Detalhe: o noivo participou de tudo, junto com a noiva.

Para você ter uma idéia da organização deste casal, Marilia conta que um dos prazeres do casamento foi trabalhar sua planilha, onde organizou todo o seu casamento, com abas para cada função.

O casal, com experiência em festas feitas por agências, preparou um festão com DJs convidados e vários estilos de música.  Vale a pena ver esta história completa!

 

Os Casamentos Reais publicados no CaseMe são escritos diretamente pelas noivas ou noivos. Nossa proposta é uma troca real de experiências, sejam boas ou ruins, que ajudem outras noivas que ainda estão no processo, com foco e inspiração!

 

Noivos: Marilia Furlan e Fabiano Beltrão Barcik

Local: Igreja Nossa Senhora do Bonsucesso e Museu Histórico Nacional – Rio de Janeiro

Data: 03.03.2018

 

◊ ANTES DO CASAMENTO

 

História do casal:

Nos conhecemos em uma festa pós carnaval por amigos em comum, conversamos e saímos como amigos durante 4 meses (fomos em jantares, shows, festas) e um dia, após os 4 meses de amizade, aconteceu o primeiro beijo em uma festa.

 

O pedido de casamento:

Moramos em São Paulo mas a família do Fabiano mora no Rio de Janeiro em Ipanema, e viajávamos uma vez por mês para lá como rotina. Em uma dessa viagens o Fabiano pediu para o taxista no Santos Dumont se dirigir para Copabana, eu achei  estranho e não entendi a rota para Copa. Quando o taxi passou em frente ao Copacaba Palace Hotel o Fabiano falou vamos ficar aqui, e eu ali entendi que tínhamos uma surpresa. E desci do carro toda feliz; e já me enchi de expectativa. Passamos o dia todo na piscina tomando champagne e ele esperou até o fim do jantar e me pediu em casamento na varanda do Copa. A grande surpresa foi chegar no Copa vestida de moleton e não ter um look decente pra descer na piscina, pois a idéia da viagem era passar um final de semana normal na casa da sogra.

Mas foi realmente emocionante pois eu não esperava, e por esse motivo, escolhemos passar nossa noite de nupcias no Copa também.

◊ O CASAMENTO

 

Os preparativos:

Começamos a preparar o casamento 15 meses antes, a idéia inicial era casar em nov de 2017 só que percebemos que não teríamos todos os fornecedores que desejávamos então alteramos a data para março.

Os preparativos foram tranquilos  e planejados, e o meu noivo participou de absolutamente todos os temas comigo. Contratamos uma cerimonialista desde o inicio, a Flavia do Les Amies, acho imprescindível ter uma cerimonialista, ainda mais quando o casamento não acontecerá na sua cidade, pois moramos em São Paulo.

Nos dedicamos muito aos preparativos, todos os temas eram estudados e pensado por semanas. Um exemplo: visitamos 13 lugares fisicamente no Rio para então decidir pelo Museu, e assim fizemos 8 degustações de doces, 3 degustações de buffet e assim por diante. Nada foi definido sem um estudo por parte do casal.

Os profissionais eram recomendados pela cerimonialista, mas eu também fazia minha pesquisa na internet, lia muitas matérias de casamentos reais dos blogs que aconteceram no Museu, a quando encontrava um casamento que me indenticava procurava entender todos os fornecedores  e já anotava minhas preferências. Quando a cerimonialista me apresentava os forncedores  eu já reconhecia os meus preferidos, que havia olhado nos blogs como o CaseMe.

 

O vestido de noiva:

O meu vestido foi feito com a Carol Hungria, visitei 4 atelies antes dela, mas com certeza a simpatia e a simplicidade da Carol me ganharam logo no nosso primeiro encontro. Me senti super à vontade desde o primeiro dia.

O vestido é todo bordado e semi sereia. O véu era liso com cristais bordados.  E a grinalda com pedras para ornar com o vestido bordado.

A dica que eu daria para quem for fazer com um estilista é: você simpatizar e se sentir à vontade com a pessoa. Pois a estilista é uma fornecedora que você irá encontrar algumas vezes ao longo do ano, portanto considero muito importante essa sintonia e também se sentir à vontade para dizer o que gosta e o que não gosta.

 

Acessórios:

As nossas alianças foram dos avós do Fabiano.

A grinalda eu pedi recomendações para a minha maquiadora e fui nas lojas experimentar várias peças simulando já o penteado do casamento.

O buquê escolhi olhando referências e que também combinasse com o meu vestido.

 

O sapato foi feito por uma grande amiga, que fez o sapato sob medida no pé e da forma que desejava (the day shoe). O trabalho ficou excelente e super confortável, dancei até as 5 da manhã na pista sem sentir nada, e ela confeccionou o modelo  exatamente da forma que sonhava e com  as iniciais dos nomes do casal e data do casamento na sola do sapato. Um sapato para a vida toda com uma marca de um dia inesquecível.

 

 

Roupa do noivo:

O noivo já gostava da marca Ricardo Almeida e foi em umas das lojas aqui em São Paulo,  onde experimentando vários tipos de ternos, definiu por um terno mais sequinho da cor azul marinho. Acompanhei ele somente no primeiro dia, depois ele quis manter segredo das demais provas.

 

Making of

No making of o noivo foi para a praia com os padrinhos e alguns amigos e depois se trocou na casa da mãe dele com todos os padrinhos.

A noiva foi para o Copacabana Palace, com a melhor amiga, a mãe e a sogra. Passamos a manhã na piscina e pedimos um almoço no quarto e logo depois chegaram as equipes de trabalho.

Nos vimos a última vez pela manhã do sábado. Não nos falamos durante os preparativos.

Eu não fiquei nervosa, todos estranharam muito pois não tenho um perfil calmo, mas eu havia me planejado tanto para esse dia. Que consegui manter calma.

O noivo estava um pouco mais nervoso .

 

Cerimônia:

Sempre quis casar na igreja pois a familia da minhã mãe é muito católica, e escolhemos o Museu Histórico e a Igreja de Nossa Senhora do Bonsucesso pois eram um na frente do outro, e isso economizava uma logística grande dos convidados.

Muitos convidados elogiaram muito a opção da cerimônia e da festa quase no mesmo local.

O noivo já conhecia o Museu e a Igreja pois é nascido no Rio de Janeiro, e sempre valorizou história, tradição e o estilo clássico, que combinavam muito com a igreja.

O celebrante foi indicado pela cerimonialista e em dezembro fizemos uma reunião com ele para nos conhecermos melhor.

O que mais emocionou  na cerimônia com certeza foi a entrada das pessoas ao som da orquestra;

 

 

Música da cerimônia:

Foi um cortejo clássico da Orquestra Ornamentus. Fizemos 2 reuniões com a orquestra para selecionarmos  as músicas para cada tipo de entrada, variando em dramática, clássica, romântica e alegre.

 

Padrinhos e madrinhas:

Foram convidados 12 casais de padrinhos, que na verdade somente 4 eram casais, os demais eram formados por amigos do noivo e amigas da noiva.

Os padrinhos usaram terno normal preto com gravata azul marinho dado pelos noivos e as madrinhas todas de vestidos azul marinho.

 

Damas e pajens:

Foram duas daminhas, uma era filha de um casal de amigo (2 anos),  que mora em São Paulo e a outra prima do noivo (9 anos) que mora em Curitiba. Aluguei os 2 vestidos em um atelie em Curitiba que enviou o vestido da daminha de SP pelo correio, assim conseguimos manter os 2 padronizados.

A menina de 2 anos só entrou pois a daminha de 9 anos conseguiu coordenar toda a situação, mas se fosse para ela entrar sozinha, não teria entrado.

 

Local da festa:

Como já falei anteriormente, visitamos 13 lugares para a escolha do local do casamento. Mas somente o Museu atendia 100% dos nossos desejos, um lugar clássico, que valoriza a história do Brasil, com a igreja ao lado,  e com o teto alto. Na nossa primeira visita ao Museu nos emocionamos e sentimos que aquele era o lugar.

O Museu atendeu todas as nossas expectativas, fizemos uma visita nele decorado para uma outra festa antes do nosso casamento, o que foi primoridal para entendermos exatamente o que aconteceria no dia do nosso casamento.

Somos apaixonados por aquele lugar e vamos ficar pra sempre com excelente recordações.

 

 

Decoração:

Olhando os blogs e sites de casamentos reais, sempre me encantei com referências de decoração mais clássica, madeira e de itens que ornassem com o Museu. E sempre quando gostava da decoração nas referências eu olhava o nome do decorador e aparecia o nome do Daniel Cruz;

Idealizamos o projeto junto com o Daniel, fizemos 4 reuniões presenciais, onde fomos também ao longo do ano evoluindo com o que gostávamos e o que nao gostávamos. Mas o Daniel sempre encaminhou muito bem a reunião e nos ajudou muito .

Ele conseguiu atender mais do que as minhas expectativas, eu sempre ouvi que o decorador é um forncedor que pode te desapontar, mas com ele aconteceu exatamente ao contrário. O trabalho final ficou incrível!

 

Dica da noiva: O que eu faria diferente?

Nós fechamos o casamento com alguns fornecedores logo no inicio para 310 a 330 pessoas, porém tivemos um no show grande pois a maior parte dos convidados não era do Rio de Janeiro e pelo motivo da violência que estava passando na tv nos meses próximos ao casamento.
Deveríamos ter fechado com os forncedores um número menor e depois pagarmos os custos extras. Pois quando terminou o rsvp (2 semanas antes do casamento) onde tinhamos 290 convidados confirmados, os fornecedores já não podiam mais reduzir os valores dos contratos. E assim perdemos  um pouco de investimento.

 

Bolos e doces:

Fizemos degustação com 4 fornecedores de bolos e optamos pelo que achamos mais gostoso.

Tínhamos muitos doces, brigadeiros, doces portugueses, doces finos e chocolates.  80%  dos doces foram feitos pela minha melhor amiga que trabalha com doces e bolos para casamento (@maripessanhagourmet), que trouxe de São Paulo. Ela fez tudo com muito carinho e o resultado ficou excelente.

O número de doces foi maior para compor a mesa, e também compramos caixinhas para os convidados levarem no final da festa. E muitas pessoas elogiaram essa idéia. Não sobrou quase nada.

Gostei muito da minha mesa de doces, foi bem clássica em branco com alguns tons em rosa escuro.

 

 

Buffet:

Sim fiquei feliz com a minha escolha, o menu foi selecionado conforme o que o casal gosta de comer, colocamos todas as nossas preferências com comidas, que são nossas escolhas em restaurantes (burrata, stak tartar, peixe, opções trufadas, e etc.)

Ele foi formado por mini porções e jantar sentado;

 

 

Foram servidos bebidas alcoólicas onde além do whisky, espumante do buffet, contratamos tabém uma empresa de Open Bar servindo os nosso drinks preferidos: Moscow Mule e Gin Tônica. E também compramos adicionais separados como energético e água de coco para misturar com vodka.

 

Música da festa:

Escolhemos uma banda de jazz  classudo, estilo Sinatra e Buble, para tocar no inicio da festa até a nossa entrada.  Depois também contratamos o saxofonista Shá,  que foi a grande expolsão da festa. O casal é de um grupo de amigos que são de uma agência, que fazem festas em SP e RJ ( Scheeeeins!), e convidamos 2 djs que tocam nessa agência como atração também, um no estilo mais house e outro espcializado em funk e música mais popular. Muito bom você ter sintonia com o dj e se for seu amigo, como no nosso caso, é melhor ainda.

 

Entregamos de brinde durante a festa: um colar personalizdo desses de cracha de empresa com o tema do nosso casamento, esse colar faz parte da nossa história,pois frequentavamos festas de uma agência de festa, onde davam esses colares como brinde.

 

Registros:

Contratamos para filmar a empresa Uma Rosa Filmes e a Carol Lemos como fotógrafa. Não foi fácil, mas desde o começo brifamos fotógrafa, que o casal não queria muitas fotos posadas e que não gostavamos muito de tirar foto o tempo todo. Gostamos mais de registrar a explosão da festa, com certeza essa é a melhor parte de todas.

Contratamos sim um espelho de foto, que ornou muito bem na decoração do museu. A # do casamento ficou bem popular, assim  a grande maior parte dos convidados postaram fotos e videos com o a #, porque também era mais engraçada. Acho que o grande segredo para a # do seu casamento pegar é você  tentar ser mais orginal ou engraçado.  A nossa # é #birilia.

 

Convidados:

A festa foi para 310 pessoas, sim fizemos a lista, mas erramos para cima.

Fizemos rsvp ativo também. Nos surpreendemos com 3 convidados que vieram de Londres e fizeram um bate volta para o Rio de Janeiro em um final de semana.

Todas as pessoas que fazíamos questão, foram na festa. Não faltou ninguém.

Para as noivas de primeira viagem, aproveitem muito o planejamento, e se tiverem tempo tomem uma decisão de cada vez, pois assim terão tempo de estudar e se aprofundarem nos temas.

 

Ferramentas:

Eu construi a minha própria planilha de controle, onde eu tinha abas de controle financeiro, abas de to dos, abas de opções de fornecedores. Eu gosto e trabalho com planilhas, então para mim esse foi um dos grandes prezeres do casamento.

◊ APÓS O CASAMENTO

 

Lua-de-mel:

Passamos a lua de mel em Ilhas Maldivas e Dubai, super recomendamos principalmente as ilhas maldivas, pois existe uma sensação de exclusividade muito grande e uma beleza natural inigualável.

 

Dicas importantes sobre a organização pós casamento + lua-de mel + novo apartamento:

Nos dedicamos muito à festa, e pouco na organização da lua de mel. Poderíamos ter reservado um tempo maior para a organização da lua de mel;

 

Presentes:

Deixamos a lista de presente em duas lojas, e uma de cota virtual. Ficamos muito felizes com os presentes e agradecemos todos um por um. E-mail, whatsapp, ou pelo proprio site da loja.

Ficha técnica:

♦ Cerimonial e Assessoria: Les Amies

♦ Local da Cerimônia : Nossa Senhora do Bonsucesso

♦ Celebrante: Frei Henrique

♦ Música de Cerimônia: Ornamentus

♦ Decoração da cerimônia: MM Flores e M2 Eventos

♦ Local da Festa: Museu Histórico Nacional

♦ Buffet: Ecila Antunes Gastronomia

♦ Decoração: Daniel Cruz

♦ Florista: A Roseira decoração

♦ Iluminação: Two Lights

♦︎ Velas: Eliana Lipiani velas

♦ Mobiliário: Lona Cristal Eventos

♦ Plantas: Horto Art

♦ Toldo: Lonarte

♦ Bar: Cia do Rizzo

♦ Banda: Ricardo Diniz

♦︎ Sax:  Rodrigo Shá

♦︎ Djs: DJ Lorenzo Caliento e Dj Manza

♦ Fotografia: Carol Lemos

♦ Filme: Uma Rosa Filmes

♦ Bolo: Dona Dirce

♦ Brigadeiros: Mari Pessanha

♦︎ Doces finos: Louzieh

♦︎ Doces Portugueses: Barriga de Freira

♦ Bem-casados: Conceição

♦ Chocolate: Sweet in Box

♦ Lembrancinhas: Foto Cabine Fama, Tio Balão

♦ Convite: Papel Estilo

♦ Identidade visual: Mimos e Design

♦ Gerador: Boz Geradores

♦ Ar Condicionado: DRB

♦ Manobra e Segurança: JR Durand

♦ Vestido de Noiva: Carol Hungria

♦ Véu: Carol Hungria

♦ Grinalda: Miguel Alcade

♦ Cabelo e Maquiagem: Alessandra Grochko

♦ Acessórios: Miguel Alcade

♦ Sapatos: The Day Shoe

♦ Buquê: Fernanda Leitão

♦ Roupa do noivo: Ricardo Almeida

♦ Roupa das Damas e Pajens: Espaço Menina

♦ Carro da noiva: Enfim Sós veículos

♦ Alianças: alianças de família

♦ Hotel da noite de núpcias: Copacana Palace Hotel

♦ Lua de mel: Tmt Travel

♦ Lista de presentes: Mickey presentes, Fast Shop e cotas Lua de Mel iCasei

 

Leia mais:

Inauguração do ExC: o novo espaço para casamentos no coração do Rio de Janeiro

100% saudável em seu casamento

Dicas pra lidar com a chuva no casamento

Deixar um comentário