Revista CaseMe » Dicas de flores para a lapela do noivo: qual escolher e como usar?
lapela do noivo

Dicas de flores para a lapela do noivo: qual escolher e como usar?

Lapela é o nome de uma parte da roupa: a parte da gola que vira para fora. E a lapela, esse pequeno buquê que enfeita o traje dos homens na cerimônia do casamento, assumiu o nome do local onde é colocado. Assim como o microfone de lapela.

A escolha da lapela do noivo e padrinhos varia conforme o traje, a identidade visual do casamento e o orçamento dedicado a este item. Convidamos Renata Paraíso e Vivi Reis da Com que flor eu vou para nos ajudar a trazer informações e inspirações que te ajudem a escolher as lapelas perfeitas para o seu casamento.

Nesse post você vai ver:

Para que serve a lapela?

A função primordial da lapela é enfeitar o traje e destacar o noivo, os pais e padrinhos dos demais convidados. Parece óbvio, mas não é só um destaque estético/afetivo, existe uma função operacional bem importante.

Para o cerimonial, que coordena o casamento sem conhecer a família e amigos, as flores na lapela funcionam como um “crachá” que imediatamente identifica as pessoas que desempenham um papel nos acontecimentos do casamento. Então fica muito mais fácil acha-los entre os convidados. O mesmo serve para o fotógrafo, cinegrafista, buffet, DJ e todos os fornecedores que interagem com a festa no dia do casamento. 

Também é bonito pensar que não é só a noiva que carrega flores no casamento, o noivo também tem o seu mini buquê.

JÁ FEZ O SITE DO SEU CASAMENTO?

fabi_thumb296x296_2

Onde colocar a lapela?

As flores devem ser aplicadas na lapela, ou seja, nunca coloque no bolso ou fora da lapela, que é a parte que dobra para fora da gola do paletó.

Não são todos os trajes que permitem a colocação de flores na lapela, afinal é necessário ter uma lapela. Sem paletó sobra apenas a camisa, onde não faz sentido colocar uma flor de lapela. Também não é adequado colocar no suspensório.

lapelas-noivos-caseme-casamento-lapela-dos-padrinhos

Geralmente elas são presas por dois alfinetes, que já vem junto com cada mini buquê, mas vale conferir com o seu fornecedor.

E se não vierem os alfinetes, não tem mistério: compre alfinetes longos com cabeça. É importante esse alfinete ter cabeça grande para não machucar o dedo de quem vai colocar as flores nos paletós, porque as flores são resistentes e penetrar o alfinete nelas exige alguma força. 

Veja em seguida, na imagem abaixo, a altura indicada para prender a lapela:

lapelas-noivos-caseme

As flores devem estar em harmonia com o tipo de traje. Os ternos são ecléticos e vão bem com todos os tipos de lapelas, das mais ousadas às mais tradicionais. Já os fraques ou smokings pedem um mini buquê sóbrio como eles, então flores brancas ou menos coloridas são mais indicadas. E o buquê também não deve ser volumoso, uma flor e algum acompanhamento discreto, é o ideal.

lapela-para-os-noivos-quais-flores-usar-casame-750x293

O uso da flor na lapela impede o uso do lenço de seda no bolso do paletó. Os homens podem levar lenços de algodão no bolso na calça, já que levar um lenço para a cerimônia é um gesto lindo de cuidado com todos. 

Veja em seguida o look do Bruno, que casou com a Thaylla. Ele optou por usar o lenço ao invés da lapela. Ficou lindo e super em harmonia com o look minimalista da noiva. E os padrinhos, pais e pajens seguiram a mesma linha.

Lapela e a Identidade Visual do casamento

A lapela do noivo e padrinhos é essencialmente um enfeite, um adorno, portanto faz parte do contexto visual de todo o casamento. As cores e modelos devem estar em sintonia com todo o casamento. Também é possível criar uma lapela fora do padrão das flores, como estrelas do mar, conchinhas, algo que funcione como um broche.

Veja em seguida a lapela do noivo José, que leva em seu arranjo uma homenagem, do mesmo jeito que algumas noivas fazem com o buquê. Ficou lindo e é uma ótima ideia para homenagear os familiares que não podem estar presentes no casamento.

Para escrever sobre lapelas conversamos com a carioca Renata Paraíso, que nos explicou o que ela considera importante na hora de criar as lapelas para os homens do cortejo.

Ela começou explicando que suas lapelas são desdobramentos do design do buquê, elas são peças de um conjunto que engloba o buquê da noiva, adereços das daminhas e todos os tipos de lapelas. Cada uma com suas singularidades, unidas por uma mesma identidade visual. 

Veja como é fácil fazer sua lista
de chá de panela no caseme!

Renata gosta de combinar sementes, flores e folhagens para o buquê ficar bem orgânico e natural. Além disso, está sempre a procura de flores inéditas, seja nos jardins que cultiva ou garimpando as novidades nos mercados de flores para tornar esse mini arranjo muito especial e único.

Geralmente ela faz 3 tipos de lapelas: uma para o noivo, outra para os pais e um modelo para os padrinhos. Quando são poucos padrinhos ela consegue personalizar cada um deles. Veja nas fotos em seguida os três tipos de lapelas que a Renata faz. Eles seguem a mesma identidade, mas são completamente diferentes.

Para finalizar ela deixou uma dica:

Retirar o arranjo das lapelas na festa, principalmente se os abraços apertados tiverem destruído as flores delicadas.  Assim não ficará feio nas fotos.

E nós complementamos sugerindo que façam uma lapela extra para o noivo, para trocar caso as flores não estejam perfeitas na hora das fotos protocolares – aquelas formais após a cerimônia.

A Vivi da Com que flor eu vou também alerta para a questão da durabilidade das flores das lapelas:

“Escolha flores que duram mais – flores e folhas muito delicadas acabam murchando já que as lapelas são feitas com antecedência e ficam armazenadas dentro de caixas na geladeira. Cymbidium, Denfal, Rosa Spray e Lisiantus têm excelente durabilidade!” Vivi Reis

Também é importante acertar na proporção, ou seja, o tamanho do buquê precisa estar em harmonia com o tamanho das lapelas dos trajes. Elas devem ter uma presença marcante, sem sobressair nem sumir no traje.

“Muitos noivos pedem ‘uma coisinha pequena, só um raminho’… gosto do minimalismo, mas tem que ter uma presença, ainda que pequena, ela precisa aparecer! Seja um mix de flores, raminhos e folha, seja 1 flor única!”  Vivi Reis

Quem faz as lapelas do noivo e padrinhos?

Geralmente quem faz as lapelas é o mesmo florista que fará o buquê e que pode ser o seu decorador, ou não. 

Os decoradores se dividem (a grosso modo) em duas categorias: os que curtem arquitetura e os que curtem flores. Os “decoradores arquitetos” são excelentes idealizadores e executores de uma obra, como um maestro. Eles idealizam com os casais um projeto, reúnem os artistas de cada área, executam e coordenam a decoração. Neste caso, seu buquê pode ser feito pelo florista do casamento ou por um florista especializado.

Os decoradores floristas, como a Renata Paraíso, fazem a decoração completa pela necessidade de projetar também o ambiente onde suas flores serão exibidas, pois querem controlar como sua arte principal será exposta. Nestes casos, você não vai fazer seu buquê com outro profissional, porque tudo o que diz respeito a flor, será uma assinatura com paixão deste decorador. 

Você sabia?

Muitos floristas especialistas em casamentos não são especialistas em buquês e lapelas. Sabem fazer? Claro! Mas a logística implicada em cada uma das atividades é bastante diferente.

Ainda que a decoração demande um volume enorme de flores, na maior parte das vezes as flores escolhidas para o buquê e lapelas não são as mesmas da decoração. Elas precisam ser resistentes e visualmente mais delicadas, menores e têm custos diferentes. E o próprio trabalho de construir os mini buquês é bem mais complexo pelo tamanho e acabamento. Por isso, é um trabalho diferente do escopo principal da decoração.

E existem as floristas como a Vivi Reis da Com que flor eu vou que tem um setor na sua empresa especializado em buquês e lapelas. Ela não é decoradora de casamentos. Ela é especialista em executar o projeto floral para os decoradores de casamento, mas sua paixão pelas flores e este trabalho mais delicado levou a dividir setores da Com que flor eu vou para cuidar destes dois universos, com toda atenção para as necessidades de cada área.

Quais flores usar na lapela?

Para quem gosta do simples e tradicional, o cravo natural é uma excelente opção. É uma flor resistente e muito prática, já que você precisa apenas encomendar o número de cravos necessários. Além disso, não precisa de acabamento no caule, basta cortar a flor com uma sobra do caule, e estará pronto para usar. O cravo é o melhor custo benefício para lapelas. Já as lapelas elaboradas, os mini buquês, variam entre R$ 15,00 e R$ 50,00 cada.

Veja em seguida alguns tipos de flores para lapelas:

1-2
2-3
3-2
4-2
5-1
Banner-CaseMe-crie-seu-site-de-casamento

Tem alguma dúvida ou dica sobre lapelas? Então deixe nos comentários que estamos aqui querendo trocar experiências com vocês!

Leia Mais:

SaveSave

4 comentários em “Dicas de flores para a lapela do noivo: qual escolher e como usar?”

    1. Oi Junior!
      Gostaria de entender melhor para opinar.
      Imagino que você esteja pensando em usar um smoking porque lapela de cetim em terno não funciona.
      Se o noivo estiver usando um smoking o cetim é adequado (eu prefiro sem).
      Sobre a cor, sim, deve combinar com a estética do noivo e do casamento como um todo.
      E aí Junior, estilo é tudo – não tem regras! 😉

  1. Oieee !!!
    Meu noivo não vai usar lapela pq ele vai casar de farda… nesse caso é interessante que meu pai e meu sogro também não utilizem ? Ou eles podem usar normalmente mesmo que o noivo não use ?
    Meus padrinhos acredito que não usarão, eu só pedi que eles fossem de ternos, e não fiz nenhuma restrição de cor ou gravata.. mas acredito que nenhum deles está cogitando usar a lapela!

    1. Oi Lorena!
      Não tem problema nenhum os pais e padrinhos usarem lapelas, mesmo que o noivo não use.
      No seu caso eu recomendo a lapela mais simples e discreta do mundo que é o cravo branco.
      Ele destacará os padrinhos, dará um tom especial para eles, e será fácil identificá-los na festa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *