Sabe qual é o tipo de casamento mais animado?

O casamento de noivos que estudaram juntos por muitos anos, e por isso tem muitos amigos em comum.

O casamento da Isabela e do Paulo prova essa teoria. Foi cheio de amigos, muitas festas, e uma energia incrível.

 

Em dezembro fizemos uma festa de noivado na minha casa. Foram 10 horas de festa, 120 amigos muito animados, e a festa terminou com o noivo na piscina. Em junho fizemos nossas despedidas de solteiros: a minha em Miami, com 30 amigas, e a dele em Florianópolis! Por fim, ganhamos um Chá Bar maravilhoso dos nossos padrinhos de presente, no início de outubro, dessa vez noivo e noiva terminaram na piscina! Foi um “esquenta” para o casamento.

 

Se você imaginou um casal baladeiro que não se preocupa com nada e leva a vida no improviso, imaginou errado. Isabela é super determinada, detalhista e não desiste enquanto não encontra exatamente o que quer e como quer.  Ela chegou a visitar 7 estilistas até encontrar seu vestido dos sonhos no atelier do Paulo Dolce.

 

Conheça de perto esse casamento produzido pela Daniela Macek, com decoração da Mariana Bassi e fotos do Torin Zannet. Esse time mostra o quanto a Isabela e o Paulo foram exigentes na hora de escolher quais fornecedores iriam traduzir exatamente os planos de casamento deles. E foi um sucesso.

 

 

Os Casamentos Reais publicados no CaseMe são escritos diretamente pelos noivos, em 1ª pessoa. Nossa proposta é uma troca livre e real de experiências, sejam boas ou ruins, que ajudem outros casais que ainda estão no caminho!

 

 

Noivos: Isabela Pavicic e Paulo Guimarães

Local: Fazenda Vila Rica, Itabiba, SP

Data: 19 outubro de 2019

 

Créditos da foto do destaque: Torin Zanette 

 

 

 

História do casal:

 

Nos conhecemos na faculdade, no primeiro dia de aula. Éramos da mesma classe, na época eu fazia um curso em outra faculdade a noite. Um dia ele apareceu lá de surpresa, pediu para eu sair da aula e me levou para jantar, e demos nosso primeiro beijo.

 

Foram 9 anos de namoro, desses 9, 5 foram na mesma classe. Às vezes ouvimos que é ruim namorar alguém da sua sala, mas no nosso caso foi maravilhoso. Tínhamos os mesmos amigos, gostávamos das mesmas coisas, fizemos intercâmbio para Europa, eu para Holanda e ele para França, nos encontrávamos 2x por mês, foi maravilhoso.

 

O que mais amamos fazer é viajar juntos, sempre comemoramos nossas datas especiais com viagens, mas confesso que a mais especial foi no ano passado, quando fizemos a costa da Espanha e ele me pediu em casamento, em Mallorca.

 

O pedido de casamento:

 

O pedido de casamento foi em Mallorca, na Espanha, no ano passado. Ele me levou para jantar assistir ao pôr do sol mais lindo que já vi na vida, enquanto isso combinou com o staff do hotel uma super produção na nossa suíte. Quando voltamos do jantar, o quarto estava cheio de flores, chocolates e champanhe. Ele me pegou mega surpresa e muito emocionante!

 

Voltamos para o Brasil, e até o casamento foram MUITAS comemorações. Nós temos uma família incrível e amigos muitos próximos e especiais, somos bem festeiros, e nesse momento não poderia ser diferente! Primeiro fizemos um final de semana com as famílias na praia em setembro, e em outubro fiz um chá da tarde bem especial para convidar minhas madrinhas formalmente.

 

Em dezembro fizemos uma festa de noivado na minha casa. Foram 10 horas de festa, 120 amigos muito animados, e a festa terminou com o noivo na piscina. Em junho fizemos nossas despedidas de solteiros: a minha em Miami, com 30 amigas, e a dele em Florianópolis! Por fim, ganhamos um Chá Bar maravilhoso dos nossos padrinhos de presente, no início de outubro, dessa vez noivo e noiva terminaram na piscina! Foi um “esquenta” para o casamento.

 

Créditos: todas as fotos desta matéria são da Torin Zanette 

 

Os Preparativos:

 

Foram 14 meses muito intensos de preparativos. Minha mãe foi a pessoa que mais me ajudou com os preparativos, ela literalmente viveu esse sonho comigo, nos mínimos detalhes. Além disso, tivemos uma assessoria maravilhosa da Daniela Macek, que foi essencial para que tudo saísse conforme sempre sonhamos! Para mim o maior desafio era conseguir, junto com a nossa assessoria, abranger todos os detalhes possíveis para chegar ao nível de festa que era nosso objetivo. Tínhamos reuniões presenciais e/ou não presenciais toda semana, e um check list completo a ser seguido em todas as frentes. Além disso, por ser um casamento no campo, ao ar livre, desenhamos uma festa e cerimônia que fosse 100% perfeita em termos de decoração e serviço independente do tempo.

 

Sobre os fornecedores, fomos muito criteriosos nas escolhas, e nosso principal objetivo era que cada um fosse bem especial, e conseguisse nos entregar um resultado fora do lugar comum, e a nossa cara. Minha maior fonte de pesquisa sem dúvidas foi o Instagram, claro que temos alguns fornecedores top of mind, indicações de amigos e casamentos que já fomos e alguns sites.

 

Roteiro-completo-para-organizar-seu-casamento_-cronograma-comentado-em-7-etapas

 

No dia do casamento, antes da cerimônia: 

 

Fomos para a Fazenda na sexta-feira dia 18/10, um dia antes do casamento. Nos hospedamos lá junto com apenas pais e irmãos, e oferecemos uma pizzada para 80 amigos próximos na noite de sexta. Contrataos uma voz e violão, tocou MPB para criar um ambiente gostoso e aconchegante, era um recepção tranquila por que para nós o foco era 100% para o dia seguinte. Depois da pizzada nos despedimos, e dali só nos vimos no altar.

 

No sábado do casamento me arrumei com minha mãe e minha irmã, e além delas, minha sogra e cunhadas e minhas madrinhas também se arrumaram na Fazenda. No meu making off estavam todas as madrinhas, para mim isso foi essencial para que eu ficasse mais calma e aproveitasse meu dia. Já o Paulo se arrumou com o pai e o irmão delem e os padrinhos chegaram 2 horas antes do casamento para fazer o making off e tomar uma cerveja para descontrair.

 

 

O vestido de noiva:

 

Essa foi uma das partes mais difíceis para mim. Sempre gostei de vestido sob medida, fiz em várias ocasiões da minha vida, e o de noiva não poderia ser diferente. Eu e minha mãe visitamos 7 estilistas diferentes (isso mesmo, 7!) até achar aquele que faria o vestido dos meus sonhos! O Paulo Dolce tem um talento sem igual, sabe ler exatamente o que a noiva quer e espera, e tem o dom de construir um projeto impecável! Foram mais de 10 provas, íamos lá no atelier 2x por mês, foi maravilhoso!

Meu vestido tinha duas versões:

Para a cerimônia manga longa, gola alta e calda. A calda era um show à parte, e era removível para a festa!

Para a festa, tomara que caiaAmbas as versões maravilhosas e exatamente como sempre sonhei!

Uma dica importante é a noiva provar vestidos prontos para entender qual é o modelo dos seus sonhos, e aquele que te valoriza. Eu, por exemplo, acho lindo modelos todos lisos, em alta costura, mas não é minha cara/personalidade, quando provei já sabia mas confirmei ainda mais este ponto, e isso me deu segurança para seguir com algo que eu amasse!

 

 

Acessórios:

 

Queria usar apenas brinco como jóia, usei um lindo do nosso acervo de família, em pérolas, que eu acho que também estava totalmente em linha com o vestido e o penteado. O acessório que usei no cabelo foi feito pelo Paulo Dolce exclusivamente para mim, e estava em linha com meu vestido e com o casamento. Eram flores em tecido, compostas por galhos lindos, que estavam também em 3d da barra do meu vestido. Sobre o véu, optamos por um modelo 100% clean e bem longo eram 6 metros de véu. Mandei fazer meu sapato sob medida. É muito importante estar se sentido 100% confortável pois é muito tempo de salto.  O buquê me inspirei no da minha mãe, 100% de orquídeas brancas.

 

 

Roupa do noivo:

 

O Paulo fez um terno sob medida no Ricardo Almeida. Ele contou com ajuda da irmã dele na escolha e em todas as provas.

O sapato era Prada e gravata Ferragamo.

 

 

Cerimônia:

 

 

A cerimônia foi toda minimamente planejada por que a nossa maior vontade era ter uma cerimônia católica e religiosa, porém que fosse também bastante pessoal, e que trouxesse emoção e nossa história como casal e família.

O primeiro momento super emocionante foi a entrada das nossas avós paternas com uma imagem de Nossa Senhora de Međugorje, que remete a aparição de nossa senhora na Croácia. Minha família é croata, e minha avó deu essa santa para meus pais quando eu nasci. Elas entram na cerimônia logo depois de mim, ao som de Ave Maria de Gounod feita por ambos um tenor e uma soprano, foi maravilhoso e cheio de emoção e história.

Tivemos também votos meus e do Paulo. No início ficamos em dúvida se iríamos fazer ou não votos em nosso casamento, assim como a maioria dos noivos, por ser um momento de muita emoção e nervosismo. Decidimos fazer por que queríamos compartilhar nossa história e uma declaração de amor naquele momento único, e esse com certeza foi o ápice da cerimônia. Hoje meu maior conselho para os noivos é que façam votos. É um momento único e inesquecível a todos.

Por fim, tivemos votos da minha irmã e do irmão do Paulo. A ideia é que eles fossem os porta vozes dos nossos 14 casais de padrinhos, e que transmitissem ali os votos de todos. Foi fora do comum e maravilhoso, trouxe muita emoção e pessoalidade pra cerimônia, e foi a nossa cara.

A cerimônia foi o ápice do casamento, foi única, foi especial, emocionante, foi a nossa cara. E conseguimos atingir nosso objetivo de fazer uma cerimônia, que inclusive foi válida religiosamente e civilmente, e ao mesmo tempo extremamente pessoal e intimista.

 

 

Música da cerimônia:

 

Contratamos uma orquestra com coral. Essa parte musical é muito importante para mim, para o Paulo e nossas famílias, e queríamos algo bem clássico. Eram 8 instrumentos e 10 vozes.

 

 

Padrinhos e madrinhas:

 

Foram 14 casais. As madrinhas seguiram uma paleta que ia de tons de nude até marsala, e os padrinhos foram de terno grafite, com uma gravata azul clara. Demos também um lenço, que eles usaram no dia, ao invés de lapelas.

 

 

Damas e pajens:

 

Tínhamos duas daminhas e um pajem. Uma das daminhas é filha do irmão mais velho do Paulo, e a outra daminha e pajém filha de uma prima dele. As idades eram de 2, 3 e 5 anos, coisa mais linda! Todos entraram! Todas as roupinhas foram compradas, e a da Alice foi feita sob medida na Leticia Manzan.

 

 

Local da festa:

 

Eu e o Paulo fomos em um casamento na Fazenda Vila Rica juntos há 6 anos atrás. Nós tínhamos 21 anos, ainda não pensávamos em casamento, mas quando chegamos lá ficamos totalmente impressionados com a beleza e energia daquele lugar. Desde então fui em inúmeros casamentos, em vários lugares, mas para nós, a Fazenda Vila Rica é imbatível e por isso decidimos nos casar lá.

Acho que a questão da logística é super importante, eu particularmente gostaria de um local onde pudéssemos realizar tanto a cerimônia quanto a festa. A grande maioria dos nossos convidados se hospedaram próximos a fazenda e nós disponibilizamos uma equipe de vans para levá-los e buscá-los do casamento. A estrutura do local da festa na fazenda é maravilhosa, pra mim era essencial que fosse um lugar com expertise em casamentos do porte do meu, para que não tivéssemos nenhuma dor de cabeça. Tínhamos expectativas muuto altas, mas o lugar e a equipe deles superaram todas elas!

 

 

Decoração:

 

A decoração foi o ponto alto da cerimônia e da festa. Pensamos MUITO na decoração. A Mariana Bassi foi uma parceira maravilhosa, com um criatividade e bom gosto ímpar. Executou nosso projeto com perfeição.

O processo de desenvolvimento do projeto foi muito gostoso e muito detalhista, foram 4 reuniões de 4 horas cada uma até chegarmos no desenho final, que em linhas gerais misturava um estilo moderno com toque romântico.

A paleta de cores ia de rosa claro até o marsala. Como a fazenda tem um verde incrível, quisemos investir bastante em tons mais fortes por que realçam o verde ainda mais.

Para a cerimônia optamos por uma estrutura que se assemelhava a uma igreja. Queríamos uma estrutura inteira transparente, para que pudéssemos ter a vista das palmeiras imperiais da fazenda, e ao mesmo tempo pudesse oferecer um ar solene, dando maior vazão ao som de nossa orquestra e coral.

Desenhamos 3 arcos redondos, de 3 metros de altura cada um, que foram posicionados no altar. A nave foi composta por um caminho de hortênsias em diferentes alturas, do início ao fim, por 20 metros.

Já na parte da festa, nós, em conjunto com a Mari, desenhamos um bar totalmente fora do padrão, a gente queria algo único. Fizemos uma composição que formava uma onda, em um bar de 8 metros de comprimento, pontuado do início ao fim por aéreos de bambos com orquídeas pink. Ficou único e maravilhoso!

A questão dos aéreos era um ponto importante pra mim. Gosto muito deste tipo de arranjo, porém com uma proposta de estruturas leves, com as flores “contando uma história”, de forma harmoniosa, e com as estruturas aparentes fazendo parte do arranjo em si. Tivemos mais 20 aéreos deste tipo nos lounges da festa, na mesma linha de orquídeas pink.

Além disso, por ser uma festa com um público bem jovem, queríamos algo informal, com grande número de lounges e mesas mais descontraídas, ao passo em que tínhamos também mesas padrões, a questão do mix de formalidade e informalidade foi uma exigência nossa por conta do público e do conceito que queríamos dar à nossa festa.

Outro ponto alto foi a mesa de doces. Trouxemos o conceito do arco circular para a festa na mesa de doces, porém com um ar um pouco menos romântico, com cores mais vivas e fortes, e ele emoldurava o nosso bolo. Tivemos composições de mais duas mesas de 4 metros cada uma, aonde foram colocados arranjos em diferentes alturas, e os doces.

Não faria nada diferente.

 

 

Bolos e doces:

 

O bolo foi um item relativamente fácil. O projeto da mesa de doces em si foi mais difícil, mas uma vez que definimos, o bolo ficou fácil pois queríamos algo totalmente em linha com o projeto da mesa como um todo.

Eu sou muito chocólatra, então acabei optando por muitos tipos de doces de chocolate. Era 12 tipos diferentes de doces, e desses, 7 eram de chocolate. Fizemos uma conta de 8 doces por pessoa, acabou sobrando MUITO doce, de todos os tipos, mas eu sinceramente prefiro que seja assim do que falte ou acabe na hora do casamento.

No nosso caso, como nossa mesa de sobremesa era muito extensa (tínhamos 10 tipo de sobremesa), acho que isso acabou reduzindo um pouco o consumo dos docinhos e bem casados.

 

 

Buffet:

 

Optamos pelo serviço Americano para o jantar e sobremesa.

Tivemos 2 Ilhas de Aperitivos montadas do início ao fim do casamento, achamos que para um casamento de tarde e fora de São Pualo, a questão da ilha é essencial, para que o convidado possa ficar à vontade para se servir em qualquer momento da festa. Na ilha contamos com Degustação de Grande Favo de Mel e suas variações, acompanhadas de Cachos de uvas Thompson e Crymson e queijos como Brie, Grana Padano, Camembert, Chevre, entre outros. Salumeria e Cucina, Di Pesci, Antipasti e Chiccheti, Pane.

Contamos também com Coquetel volante separados em 3 passos:

Do Campo, com componentes ligados ao campo como alcachofras; Da Terra, com componentes ligados a terra como presunto de Parma, angus e pato confitado; e Do Mar, com componentes ligados ao mar como Salmão, Camarões e Atum.

O principal destaque foi um pré jantar, criado especialmente para nós, preparado à frente dos convidados: Tagliolini fresco de ovos caipira, com Trufas negras, finalizada dentro de uma grande peça de “Grana Padano”.

Além disso, o jantar em si contou com  itens maravilhosos a se destacar: Raviolini de Queijo de cabra, Risoto de limão siciliano com queijo Feta, Lombo de bacalhau e Roast beef, molho de mostarda Dijon, pimentas verdes e Brandy mal passado.

A mesa de sobremesa também foi um sucesso, tínhamos mais de 10 tipos diferente, entre eles: Esfera de Chocolate Callebaut recheada de frutas vermelhas, tâmaras e avelãs, calda quente de chocolate ao leite, Creme brûlèe de laranja e pistache, Mil folhas de maçãs verdes e Sorvete italiano de nossa servido em grandes torres e esferas: Chocolate, Pistache e Yogurte com Amarena.

Para o lanchinho da madrugada servimos Mini Cheesburguer com cheddar, Milk Shake de Ovomaltine e Mini sanduíche de pernil.

 

 

Música da festa:

 

A questão da música na nossa festa sem dúvidas era nossa prioridade, e um grande investimento!

Tivemos dj e duas bandas.

O Dj foi o Leonardo Ruas, escolhemos ele depois de conversar com vários djs do setor e de ir em vários casamentos, por que ele de fato para nós é o que é mais nossa cara, a cara da nossa turma e o mais animado!

O Paulo canta, ele preparou uma surpresa pra mim e cantou a música My Girl. É uma música que tem bastante significado na nossa história, foi lindo e com certeza o ápice da festa!

Além disso, a nossa primeira dança foi ao som ao vivo de Tony Gordon, sempre fomos muito fãs dele, tê-lo neste momento foi incrível!

 

 

Registros:

 

Para foto acho legal contar o que fiz para selecionar quem seria nosso parceiro no dia: Selecionei 4 fotógrafos que gosto muito, e fiz um blind test com as nossas famílias para escolher o melhor. A escolha foi unânime: Torin Zannete. Amamos o trabalho, a qualidade, e principalmente a visão única e fora da caixa do Torin!

Para o vídeo eu analisei o trabalho de pelo menos 10 empresas/profissionais do setor. Tive um pouco de dificuldade em definir o estilo que mais me identificava, que era algo mais natural e envolvente tanto na cerimônia quanto na festa. Nos identificamos com o Guilherme Paiva de cara, ele faz vídeos “fora do padrão”, consegue captar como ninguém a emoção do momento. Fora isso é uma pessoa muito querida, muito agradável, foi uma escolha maravilhosa !

Sinceramente estávamos tão conectados um com o outro, vivendo nosso momento, que tanto o ensaio quanto a festa foi fotografado/filmado de forma super natural, tivemos zero problemas ! Acho que essa é minha dica: estejam conectados! Tivemos um hashtag mais usado que foi o #casamentobelaepaulo, mas também tivemos #belaciao e #casamentoabelaeofera.

 

 

Convidados:

 

Foram 450 pessoas. Acho extremamente importante o RSVP ativo, principalmente em casamentos fora de São Paulo. Nós definitivamente recomendamos o RSVP ativo e no nosso caso o resultado ficou muito em linha com o número de pessoas presentes no dia.

Acho que a principal dica é fazer os fechamento dos contratos para um número de convidados aproximado, arredondando levemente para baixo, e fazer o ajuste de acordo com o RSVP. Importantíssimo que tenham em mente que se por acaso for muita gente a mais do que o previsto, isso pode prejudicar o serviço do casamento, por isso optamos por ser mais conservadores, porém sem “extrapolar”.

 

 

 

 

Lua-de-mel:

 

Fomos para Maldivas e Sri Lanka.

Nós amamos igualmente os dois. São locais completamente diferentes, com propostas diferentes mas que estavam em linha com o que queríamos.

Nas Maldivas uma paisagem de tirar o fôlego, e momentos muito tranquilos em que ficamos descansando e relembrando o casamento. Já no Sri Lanka a agenda era um pouco mais corrida, o país é muito diverso (tem Safaris, Templos, Museus, Plantações de Chá), e queríamos aproveitar ao máximo!

Minha dica é contratar uma boa agência de viagens para deixar a viagem perfeita e sem nenhum tipo de imprevisto. Além disso, fomos dois dias depois do casamento e achei bem menos cansativo, pudemos ir mais tranquilos. Tem muita gente que vai logo depois e eu acho um pouco corrido.

 

 

Dicas de lua-de mel + novo apartamento:

 

Muito importante começar a olhar tudo com muita antecedência, porque a medida em que o casamento vai chegando existem muitos alinhamentos a serem feitos, eu particularmente fiquei 100% focada nisso. Se não tivéssemos deixado todo o resto organizado (apto e lua de mel), sem dúvida um momento de felicidade poderia ser um estresse.

 

 

Presentes:

 

Recebemos presentes lindos, com mensagens ainda mais lindas! Fizemos lista na Mickey e na Fast Shop, ambas tem plataformas super robustas, aplicativos e afins que deixam a seleção dos presentes, e atualizações dos extratos muito ágil e prático. Nós adoramos!

 

 

 

Ficha técnica:

 

♦︎ Local: Fazenda Vila Rica   

♦︎ Assessoria e cerimonial: Daniela Macek Assessoria         

♦︎ Celebrante: Padre Boanerges Waldemar Bueno

♦︎ Música da cerimônia: Coral Del Chiaro Campinas      

♦︎ Fotografia: Torin Zanette   

♦︎ Filme: Guilherme Paiva

♦︎ Decoração: Mariana Bassi

♦︎ Cênica: F3 Entretenimento

♦︎ Iluminação e sonorização: DB2 Produção

♦︎ DJ: Leo Ruas     

♦︎ Banda: Banda Romma   

♦︎ Show: Tony Gordon

♦︎ Buffet: Marisa Gussoni   

♦︎ Open bar: Brothers Bar          

♦︎ Bebidas: Empório Borges Bebidas   

♦︎ Champagne: Veuve Clicquot

♦︎ Bolo e bem-casados: Lamego Doces     

♦︎ Doces: Pati Piva

♦︎ Doces: Petite Fleur Patisserie    

♦︎ Vestido: Paulo Dolce   

♦︎ Alianças: Flavia Madeira    

♦︎ Grinalda: Paulo Dolce   

♦︎ Sandália da Noiva: Daniel Valladares    

♦︎ Beleza: Junior Mendes

♦︎ Buquê: Mariana Bassi

♦︎ Lapelas: Mariana Bassi

♦︎ Terno do noivo: Ricardo Almeida

♦︎ Gravata: Salvatore Ferragamo

♦︎ Traje daminhas e pajens: Letícia Manzan

♦︎ Papelaria: Camila Golin    

♦︎ Gerador: Quattro Geradores   

♦︎ Vans: Baptistellavans      

♦︎ Ambulância: Hhsaúde    

♦︎ Segurança: Delta Control

♦︎ Vallet: Open Parking    

 

 

 

Cadastre-se para receber nossas matérias no seu email.

NEWSLETTER-POST-3-3-750x125

 

 

Leia mais:

Decoração de casamento: Tudo que você precisa saber

O que esperar de um vídeo de casamento?

Casamento na serra carioca Beatriz e João Fernando

Deixar um comentário