Os buffets revolucionaram o modelo tradicional de servir almoços e jantares nos casamentos, criaram novos formatos e seguem inovando. E as mesas dos convidados, como estão acompanhando estas mudanças?

 

Vocês perceberam que tem aparecido decorações com as mesas postas de diversas maneiras? Além do mise en place completo, como reza a etiqueta, estamos vendo muitas mesas montadas apenas com o guardanapo e as taças, outras apenas com o menu, ou somente com os guardanapos. A questão polêmica é que segundo a tradição não existe meio mise en place. Ou a mesa está posta, ou não está. Ou existe um jantar formal sentado à mesa, ou não há. 

 

Mas o mise en place (mesa posta) virou uma polêmica entre fornecedores, que têm visto de diferentes formas o novo modo de montar as mesas dos casamentos, quando não existe um jantar formal.

 

Afinal, adotar alguns elementos  para colocar sobre a mesa dos convidados, ao invés do mise en place completo, é errado?

 

Convidamos alguns decoradores e buffets para uma conversa íntima e descontraída para levantar essa questão e saber a opinião deles. Queremos entender melhor como a decoração vai acompanhar a mudança que os buffets estão trazendo para o salão de festas.

 

Clara Nobrega, Anna Carolina Werneck, Erika Tavares, Ecila Antunes e Rappanui (Margareth e Ricardo), foram os escolhidos para um café da manhã com muitas risadas e polêmicas, que resultou na matéria abaixo. 

 

 

Os casamentos de hoje estão mais parecidos com baladas do que salões cheios de mesas para grandes jantares. A pista de dança tomou conta e levantou os convidados, que agora preferem circular pela festa, do que ficarem sentados em suas mesas.

 

Os buffets sentiram a mudança e acompanharam a tendência trazendo versões bem dinâmicas para o serviço de jantar, como jantar volante em mini porções, estações fixas e ilhas gourmets. Muitos destes formatos dispensam pratos porque são servidos em pequenas louças de porções individuais.

 

Quando não existe a necessidade do prato de jantar o que deve ser colocado na mesa de convidados?

 

Antes de chegar nesta resposta achamos válido mostrar, para quem não conhece, quais são as regras de uma mesa bem posta.

 

 

Mise en place correto.

 

  • Os itens obrigatórios são: sousplat, talheres, taças, guardanapo de tecido e toalha ou tecido embaixo para receber os talheres.

 

  • Facas à direita, com corte da lâmina virado para dentro, e garfos à esquerda do prato, sempre atentos à sequência do menu. Se houver necessidade de colher de mesa, ela deverá acompanhar a faca do lado direito.

 

  • Talheres de sobremesa são colocados acima do prato, com colher de sobremesa com o cabo para a direita, garfo com o cabo para a esquerda e faca com o cabo para a direita e corte para baixo.

 

  • O guardanapo deve ser colocado sobre o prato de mesa. Ele poderá, inclusive, abrigar o menu do jantar.

 

  • Obs: A taça de vinho não pode ser colorida.

 

 

Decoração: Anna Carolina Werneck | Fotografia: Kyra Mirsky

 

 

Meio Mise en place

 

Apesar da regra clara: não existe meio mise en place muitos decoradores defendem a ideia de que o tempo modifica os costumes e que essa regra não deve prevalecer sobre o desejo dos noivos. Eles contam que os noivos sempre pedem para colocar alguma coisa na mesa para ela não ficar muito vazia.

 

Concluímos neste encontro que este não deve ser um argumento válido para justificar uma mesa posta de maneira equivocada. 

 

As mudanças são muito bem-vindas, mas precisam ser coerentes com os acontecimentos do casamento. Colocar sobre a mesa uma taça, que nunca será usada porque o serviço é 100% volante, onde o motivo é apenas uma função decorativa, nos leva a concluir que está nas mãos dos decoradores ocupar este espaço ao invés de fragmentar o mise em place. Inclusive porque sugere um equívoco, e seus convidados podem esperar um jantar formal, que não vai acontecer. 

 

“Não existe meio mise en place”: Confira mais neste CaseMe TV com Daniel Cruz

 

Nos casamentos sem mesa posta os talheres e guardanapos devem acompanhar o jantar, sejam eles em estações fixas, ilhas ou serviços volantes. Para as mini porções servidas em bandejas aposte nos mini guardanapos de tecido, são lindos e combinam muito. 

 

A mesas não perdem nada com a ausência do mise en place, muito pelo contrário, ganham espaço e liberdade mas continuam com a função primordial que é a de abrigar os convidados para uma boa conversa, em um ambiente lindo e confortável.

 

Outra vantagem de não colocar mise en place é limpeza visual do casamento depois de um tempo de festa. Quanto mais livre está a mesa, menos bagunçada ela fica. É comum conforme as horas avançam as bolsas e pratos sujos trazerem um aspecto caótico para as mesas. 

 

Caprichem na decoração. Estas mesas podem ser verdadeiras obras de arte. 

 

 

Leia: Decoração de casamento – tudo o que você precisa saber

 

 

 

O poder da decoração

 

Se você está planejando a decoração do seu casamento e tem medo que a mesa fique muito vazia sem o mise en place, confie no seu decorador. Separamos muitas inspirações para vocês nunca mais pensarem em colocar somente um guardanapo e uma taça na mesa de covidados.

 

Lembrem-se: não existe meio mise em place

 

Para saber mais sobre objetos decorativos, leia esta matéria.

 

 

Agradecemos a presença das queridas Clara Nobrega, Anna Carolina Werneck, Erika Tavares, Ecila Antunes e Margareth; e do Ricardo que nos ajudaram com suas experiências a entender melhor o assunto e concluir que sim, é um erro dispor de apenas alguns elementos de uma mesa posta.

 

Estas regras podem mudar daqui pra frente? Sim, e nós vamos adorar conversar novamente sobre o assunto. Por enquanto, nos mantemos unânimes acreditando que o mise en place possui uma forma correta de apresentação. Ame-o ou deixe-o.

 

E você, qual a sua opinião? Manda pra gente! Queremos te ouvir 🙂

 

 

Leia mais:

A limpeza do seu casamento

Como decorar as mesas do casamento?

 

 

Comentários “Você sabe o erro mais comum ao montar a mesa de convidados?

  1. Há tempos venho notando a desnecessidade de montar o mise en place, por todos os motivos que vocês muito bem enumeraram. Se não há jantar à francesa, não faz sentido ter o couvert na mesa. Oriento que as mesas tenham um lindo centro de mesa, com espaço livre para os convidados se acomodarem à vontade, após se servirem no bufê ou no serviço volante. Além disso, proporciona uma economia no aluguel de louça, talheres, copos, sousplat, argolas, etc.

    Resposta

Deixar um comentário