É simplesmente emocionante ver o entusiasmo com que a Flávia conta cada detalhe do seu casamento, dá vontade de ler e saber cada vez mais!

A decoração do seu casamento era clássica e ao mesmo tempo moderna estava um arraso, a afirmação da noiva não é para menos: “A peça chave do casamento foi meu decorador Luis Figueredo. Hoje não faria nada diferente! Pra nós foi perfeito. Só não queria que tivesse acabado né? Rs!

Conheça aqui a história do casal e veja tudo sobre o seu casamento:

 

Noivos: Flávia de Sá Mota e Bernardo Custódio Philipsen

Data: 14.10.2017

Local: Igreja Matriz de Santo Antônio e Cajueiro Eventos, ambos em Balsas – Maranhão

 

◊ ANTES DO CASAMENTO

História do casal: De uma maneira totalmente despretensiosa começamos nossa história de amor em 16.12.14. A coisa mais inusitada e linda que aconteceu em nossas vidas.

Era uma terça-feira comum, um “amigo secreto” de Natal e adivinhem quem eu tirei? Bernardo! Ele sempre muito tímido, que só mandava uns recadinhos de vez em quando por um amigo em comum… Mas neste dia ele estava inspirado. Do nada, eu sentada, conversando com uma amiga, fui chamada para dançar por alguém que até então não gostava de sertanejo (e nem dançar sabia, rs!). E sabe aquela história “um dia um cara legal vai gostar do seu sorriso e te tirar pra dançar. Espero que neste dia esteja usando sandálias confortáveis. Você pode querer dançar pra sempre”? Pois é, eu estava!

Quem viu acha que beijamos por três músicas seguidas… e aí fomos até o fim da festa juntos!

No outro dia JURO que não esperei uma mensagem sequer. Mas seguindo o ditado “Quando menos se espera as coisas acontecem”, aconteceu! Ele falou comigo próximo ao meio dia, saímos nos dois dias seguintes e logo em seguida viajei de férias com a família e ele com amigos. Foram 17 dias longe um do outro e nesse período nos falávamos por Whatsapp. Logo que soube o dia que eu chegaria ele antecipou seu retorno e chegou na nossa cidade junto comigo pra me fazer um jantar prometido.

05 dias depois que chegamos de férias, no dia 10 de janeiro de 2015, me deparei com o homem mais gentil, amável e educado (daqueles que abria a porta do carro), na escada, encostado ali na parede da casa dos meus pais, tipo um galã de novela com um buquê lindo, tremendo e suando (e eu também): estávamos oficialmente namorando.

Nosso melhor programa é ficar em casa. Fazemos de um dia comum uma oportunidade de fazer um jantar especial, com um bom vinho. Ou assistir a filmes, deitados no sofá juntinhos! Acho que esse é o segredo da nossa relação: fazer de cada momento uma oportunidade de estar grudados, romantiquinhos como dizemos, rs!

Não que dispensamos uma balada, às vezes vamos e aproveitamos até amanhecer, mas desde que nos conhecemos preferimos ficar em casa.

Bernardo adora cozinhar (e arrasa mesmo!). Eu ajudo na salada e arrumo a mesa bem bonitinha! É uma delícia fazer tudo isso juntos!

Outra coisa que AMAMOS fazer é viajar. Fazemos sempre! Revigora o espírito e fortalece nossa união.

Falei demais né? Hahaha. Vou parar por aqui, mas temos muiiiiito mais em comum.

 

O pedido de casamento: Sempre brincávamos de “vamos casar logo”, “vem morar aqui”, “vamos no cartório essa semana”… até que um pouco antes do meu aniversário, em abril/16, conversamos e decidimos casar, mas como a irmã dele mora no Rio Grande do Sul precisaríamos reunir a família para este momento. A única data que conseguimos reunir todos foi no fim do ano e no RJ. Foi encantador!

No dia do meu aniversário Bernardo me deu um anel de presente e perguntou se não podíamos já noivar logo pra dispensar de ter que falar na frente de todos no nosso noivado (porque ele é tímido na frente dos outros, rsrs!),  mas eu valorizo muito esses momentos em família e disse para não desistir do noivado!

Foram 23 meses de namoro até oficializarmos nosso noivado, em um jantar lindo e super romântico, dia 28.12.16, no restaurante Térèze, em Santa Teresa, no Rio de Janeiro.

 

◊ O CASAMENTO

 

Os preparativos: Bem, noivamos em dezembro/16 e casamos em outubro/17, pouco menos de 10 meses. Mas só decidimos a data em maio/17, ou seja, tivemos apenas 05 meses de organização para o grande dia!

Meu noivo não deu muito palpite na festa, apenas disse que “confiava em mim”, rsrs! Frustra um pouquinho, porque a gente quer um pouquinho mais de colaboração. Mas eu entendi, homem geralmente não se envolve mesmo! Eu diria que foi tranquilo por eu ter escolhido bons profissionais, mas difícil por não ter tido tanto tempo para organizar e também por eu trabalhar muito (tenho uma clínica odontológica), então precisei conciliar o trabalho, com a contratação dos fornecedores, negociação e pesquisa de preços, compras de coisas para que tudo funcionasse e principalmente, organizar a logística para que tudo desse certo, porque moramos e casamos em Balsas, sul do Maranhão.

O aeroporto mais próximo fica a 400 km, então tudo precisava vir de fora… deu uma dorzinha de cabeça, mas eu faria tudo de novo!

Organizei quase tudo sozinha e minha mãe ajudou um pouco. Contratei uma cerimonialista que ajudou mais no último mês.

 

O vestido de noiva: Meu vestido-sonho foi o maior acerto de todo o casamento. Rodei muito em São Paulo, em várias lojas, estilistas e tal, até ir no horário agendado com a fada Camila Chain (Maison Kas). Ela conversou comigo, perguntou o que eu estava imaginando e eu e minha mãe explicamos. Ela pediu que saíssemos da sala e fôssemos pra outra enquanto ela desenharia… em poucos minutos a Camila chegou com o desenho mais perfeito do mundo inteiro. Rs! Fiquei encantada. E quando ela me mostrou o bordado, a renda… e meio que montou em mim só pra eu ter uma ideia, eu não tive dúvidas: eu queria aquele vestido! E fechamos!

Foi a única coisa no casamento que não fiquei pensando, eu tinha certeza que seria perfeito e foi!

 

Meu véu foi duplo mas sem trabalho algum, porque o vestido precisava ser visto. A cauda era removível de gazar de seda (o maior diferencial) e por ser pequena não a prendi! Quis ficar de princesa do início ao fim.

 

Acessórios: A grinalda eram duas peças, uma na frente com pedras brilhosas e bem delicadas, e dois acessórios (acho que chamam de pente, não sei, rs!) para trás. Escolhi a Graciella Starling que também foi a escolha da minha irmã há um ano. Uma supeeer escolha, porque além de ser super fácil escolher as peças com a Gra, ela ainda foi junto ao ateliê da Maison Kas, me deixou trazer pro Maranhão e despachar depois do casamento. Super facilitou minha vida!

Usei os brincos da minha mãe e o terço da avó do meu esposo.

 

Para o sapato procurei os indicados, os sob medida, mas além de muito caros os achei feios demais! Sim, confortáveis… mas feios! Rs!

Encontrei um na linha noivas do Jorge Bischoff, uma sandália linda, delicada e megaaa confortável. Além do preço não ter sido tão caro (foi uns R$500,00).

 

Roupa do noivo: Essa eu também me meti… sugeri a grife, a Ricardo Almeida. Quando Bernardo vestiu o terno achou a cor linda e o caimento perfeito. Isso ainda sem ajuste algum. Precisamos voltar algumas vezes para ajustes porque eles são super criteriosos. Ficou perfeito.

 

Making of: O noivo passou o dia descansando em casa e eu tive um edema nos joelhos que precisei fazer fisioterapia e massagens de manhã. Comecei meu dia de noiva às 11h com preparação do cabelo, drenagem e massagem relaxante, unhas e depois fui dormir, rs! Dispensei aquele spa longo porque preferi ficar em casa pra caso ficasse ansiosa poder ter meus pais próximos. Umas 15h fui para a nossa casa, onde reuniriam todos os padrinhos mais tarde. Fui organizar algumas coisas, porque gosto de dar meu toque em tudo, rs! E foi minha despedida do meu noivo… mas foi bem rapidinho. Poderia ter aproveitado um pouquinho mais esse momento.

 

Ficamos trocando mensagens e fotos dos preparativos o dia inteirinho… mas sempre felizes e tranquilos. O único momento que ele ficou nervoso foi na entrada da igreja. E eu ainda no carro, na porta da igreja. Fiquei muitooo nervosa e não queria chorar… pedi 1 minuto pra cerimonialista pra fazer uma oração… sem fotos, nem nada! Assim foi feito. Consegui me controlar um pouco mais.

 

Meu buquê veio da minha cabeça, lancei a ideia e pedi que fizessem. Eu ia sugerindo por telefone, porque já estavam me arrumando e depois me enviaram a foto dele pronto. Ficou perfeito.

 

Cerimônia: Escolhi essa igreja porque a que frequento, a Catedral, estava em reforma. Daí escolhi a de Santo Antônio porque é linda e é do santo casamenteiro.

O celebrante foi o meu amigo Padre José Alberto. A MELHOR ESCOLHA DA VIDA. Ele é incrível, profundo e chama a gente pra realidade sabe? É o padre que mais amo na cidade, na verdade de todos que conheço e já ouvi a celebração ele é o nosso preferido.

 

O que mais me emocionou sem dúvidas foi a minha entrada. Ver meu futuro esposo todo nervoso… minhas irmãs e mãe chorando, as madrinhas e padrinhos maravilhosos super emocionados, a igreja cheia de gente amada…

 

Música da cerimônia: Contratamos orquestra Encantos Faccioli para cerimônia. Foi um cortejo misturado. Bernardo entrou com instrumental de We don’t talk anymore e eu com a clarinada da rainha,   marcha nupcial para o anúncio e em seguida o instrumental de A Thousand years. Usamos clássicos como Ave Maria (Bach Ground) para entrada da Avó com as alianças (segunda maior emoção da cerimônia).

 

Padrinhos e madrinhas: Eram 16 casais, onde a única exigência seria a de padrinhos com terno escuro e blusa branca. A gravata nós demos de presente. As madrinhas só precisavam arrasar, com qualquer cor!

 

Damas e pajens: Nossos pajens foram dois meninos e duas meninas. Um foi meu priminho e outro filho da secretária da nossa casa que já nos acompanha há mais de 6 anos. Ele nasceu em nossa casa e é nosso xodó. As daminhas foram as sobrinhas de Bernardo, filhas de um primo.

Alugamos as roupas em Goiânia, onde as damas moram, na Maria Amora,e o dos pajens em São Luís, onde um pajem mora, na loja Noivíssima.

 

Local da festa: Essa eu escolhi sozinha! A casa de eventos é a melhor da cidade, com o mobiliário incrível e super estrutura. Imaginávamos que seria lindo, mas jamais como foi! Foi incrível. Quando fui lá tirar as fotos antes da cerimônia religiosa, comecei a chorar de emoção. Ficou perfeito. Muito além do que esperei. Bernardo ficou encantado, me agradeceu a noite inteira por ter feito a festa mais linda que ele já foi na vida, rs!

 

Decoração: A peça chave do casamento foi meu decorador Luis Figueredo. Eu já conhecia seu trabalho pelo Instagram e ele fez o casamento de uma prima/afilhada e madrinha de casamento. Fiquei encantada com o trabalho dele e não tive dúvidas: queria ele no nosso!

Quem fez todo o projeto foi o decorador Luis Figueredo, #projetoLF, mas eu e minha mãe demos alguns palpites. Acho que misturamos o clássico com o moderno. As cores, por exemplo quis branco com verde. Já a iluminação foi feita com lustres diferenciados e estruturas aéreas, bem modernas.

 

Hoje não faria nada diferente! Pra nós foi perfeito. Só não queria que tivesse acabado né? Rs! E olha que saímos da festa 07h da manhã.

Os demais fornecedores, como flores, forração, iluminação cênica, velas… foram por indicação dele.

 

Bolos e doces: Meu decorador desenhou, a boleira correu atrás e ficou incrível! Amamos!

Doces e bolo foi uma doceira maravilhosa da cidade (Elane), e foi desenhado pelo meu decorador. A Elane correu atrás e ficou incrível! Amamos!

Os bem-casados foram do Meu doce Gourmet, de Teresina.

 

Buffet: Buffet foi do local e contratei todos separadamente.

O buffet de sushi, Satoru, foi o mais comentado e comido, rs! O buffet da Colonial Gourmet, com antepastos/frios/entradas, salgados finos e comuns, fritos e assados, diversos queijos e demais frios, peças de jamon serrano, salmão tataki, 3 tipos de ceviches, entre outros. O Empório Anna ficou responsável pelo Jantar, onde servimos suíno, filé ao molho de ervas e Bacalhau ao azeite, além de 3 variações de saladas, arroz simples e paella de frutos do mar. Fizemos também um espaço de café, cappuccino, chás e tortas (6 tipos diferentes).

Fizemos excelentes escolhas e todos elogiaram muito.

Um grande diferencial foi uma mega estrutura de bar central na festa com drinks maravilhosos, jamais feitos aqui.

 

Música da festa: Tivemos duas bandas e um dj. Uma banda mais pop pra início de festa, dj para nossa valsa Quelqu’um M’ a Dit (Carla Bruni) e em seguida uma banda mais agitada que tocou até depois das 04h! Em seguida o DJ tomou de conta da festa. Com certeza a música que marcou foi a da nossa valsa.

 

Registros: O fotógrafo é da cidade, é bastante conhecido e bem requisitado Anderson Cesar. A filmagem precisamos trazer de fora, a I Set. Ambos maravilhosos. Foi bom ser o centro das atenções por um dia, rsrs!

Nossa hastag é #FlaviaeBernardo.

 

Convidados: Tínhamos 520 convidados em nossa lista, mas sabíamos que muitos não estariam presentes pela distância. Tivemos um pouco mais de 450 convidados na festa. Fizemos confirmação pelo site e a cerimonialista fez confirmações por Whatsapp (nisso ela foi fundamental).

Dica: Só convide quem merece ser convidado, porque a festa só vai ser legal se tiverem pessoas incríveis vibrando por sua felicidade. Muitas pessoas se chateiam porque querem levar mais gente ou porque não foram convidados, mas você precisa ser rígido nisso, senão vai se aborrecer bastante com o número de pessoas querendo passes extras.

 

◊ APÓS O CASAMENTO

 

Lua-de-mel: Decidimos fazê-la de última hora, com um pouco mais de um mês pro casamento. Decidimos por Cancún. Nos divertimos muito e aproveitamos pra descansar, o que é muito fácil quando se hospeda num resort all inclusive, que foi exatamente o que fizemos.

 

Dicas importantes sobre a organização pós casamento + lua-de mel + novo apartamento: Conversem cada detalhe juntos para não haver divergências e estabeleçam valores para cada coisa que fizerem. Optem por algo que dê conforto e paz ao casal, porque é disso que precisamos pra ser felizes.

 

Presentes: Escolhemos um site para recebimentos virtuais e uma loja de decoração/utensílios na cidade que moramos (Sonho e Casa). Recebemos MUITOS presentes. Pessoas que nem poderiam estar na festa nos presentearam e com ótimos presentes. Agradecemos a cada conforme íamos recebendo pelas redes sociais (Whatsapp, e-mail ou Instagram).

 

Ficha técnica:

✓ Cerimonial e Assessoria – Nerivan Nogueira

✓ Celebrante – Padre José Alberto

✓ Local da Cerimônia – Igreja Matriz de Santo Antônio, em Balsas – MA

✓ Local da Festa – Cajueiro Eventos

✓ Vestido de Noiva e Véu – Camila Chain para Maison Kas

✓ Grinalda – Graciella Starling

✓ Cabelo e Maquiagem – Victória Coelho e Rosânia Coiffeur

✓ Acessórios – De família

✓ Sapatos – Jorge Bischorff

✓ Buquê – Floricultura Li por Luis Figueredo

✓ Lapelas dos padrinhos – Floricultura Li

✓ Roupa das Damas e Pajens – Maria Amora e Noivissíma

✓ Alianças – H.Stern

✓ Música Cerimônia – Encantos Facciolli

✓ Música Festa – Encantos Facciolli (banda pop), Levada do Teco (animação total) e Dj Felipe Augusto

✓ Foto – Anderson César

✓ Filme – I Set Filmagens

✓ Buffet – Colonial Gourmet, Empório Anna e Satoru

✓ Bar – Marisa Drink´s e equipe

✓ Decorador – Luis Figueredo

✓ Iluminação – Imagem e Ação

✓ Mobiliário – Cajueiro Eventos

✓ Flores e Plantas – Floricutura Li

✓ Bolo – Elane

✓ Doces – Elane e Dona Leda

✓ Bem-casados – Meu Doce Gourmet

✓ Lembrancinhas, convite e identidade visual – Dom Bosco Design

✓ Carro – Evoque, Land Rover

✓ Roupa do noivo – Ricardo Almeida

✓ Hotel da noite de núpcias – Nossa casa

✓ Lua de mel – Cancún

✓ Lista de presentes – Site e Sonho & Casa

 

 

Leia mais:

O significado e a influência da cor vermelha, a cor da paixão

Peru é o destino ideal para casais aventureiros

O local escolhido para seu casamento não tem banheiro suficiente?

Deixar um comentário