Lua de Mel no Egito

Conhecendo o Cairo e navegando pelo Nilo entre Luxor e Aswan.

 

Ao pensar em Egito, logo vem à cabeça os grandes faraós e as imponentes pirâmides construídas majestosamente no deserto. Isso porque, além de se consagrar como berço de uma das civilizações mais antigas do mundo, o destino guarda riquezas imensuráveis, que se resumem a uma cultura milenar e tesouros históricos surpreendentes.

 

Os legados deixados pelas poderosas dinastias e os mistérios que cercaram a antiguidade intrigam a humanidade até hoje. E por que não se encantar de pertinho com as maravilhas arqueológicas do Cairo e explorar de Luxor até Aswan em uma romântica navegação pelo Nilo durante a lua de mel?

 

Para fugir do convencional e se emocionar do começo ao fim, a terra da Cleópatra garante, sem dúvidas, experiências para lá de inspiradoras – e um tanto épicas também! 

 

 

Cairo

 

O Cairo é lar de alguns dos mais interessantes monumentos do país, abrigando cartões-postais que marcam a identidade do Egito. Conhecida também por ser uma das maiores cidades do continente africano, a capital egípcia preserva boa parte do acervo histórico e cultural do destino, guardando coleções arqueológicas, sarcófagos centenários, templos e mesquitas.

 

Só o Museu Egípcio do Cairo, considerado o primeiro museu nacional do país e também o mais importante, detém mais de 120 mil peças da antiguidade. Os tesouros de Tutankhamon fazem parte do acervo e chamam atenção com os objetos desenterrados do túmulo do jovem rei, exibindo vasos, esculturas e até um sarcófago feito de ouro maciço com pedras preciosas.

 

 

O museu também se destaca com o interessante Salão das Múmias Reais, dedicado a exibir as múmias de importantes reis do Antigo Egito que, mesmo mortos há 3 mil anos, se mantém em perfeito estado de conservação graças aos cuidadosos processos de mumificação da época. Há ainda uma sala destinada ao Império Antigo, que apresenta estátuas de príncipes e faraós em tamanho real.

 

 

Vale ressaltar que esse museu será substituído pelo novo Museu do Cairo em 2020 que, embora ainda em construção, já recebeu a transferência de algumas das peças do espaço antigo. Essa nova área tem o objetivo de se consagrar como o maior museu de arqueologia do mundo, ocupando uma extensão de quase 170 mil metros quadrados que se dividirá em três grandes galerias, espaços educacionais, centro de conservação, restaurantes, lojas e áreas de lazer.

 

 

Para os casais que, além de história, adoram arte, boa pedida é visitar o Museum of Egyptian Modern Art, com sua vasta coleção de arte egípcia dos séculos 20 e 21. Abrangendo cerca de 10 mil obras, entre pinturas e esculturas contemporâneas, o museu ainda conta com uma exposição permanente dedicada aos trabalhos de conceituados artistas egípcios, tendo o objetivo de promover a expansão do movimento artístico no país desde o século passado até os dias atuais.

 

 

Algumas das obras refletem sobre vários eventos políticos, o que ainda proporciona aos visitantes uma lição significativa – e visual – da história local. Mais da arte contemporânea egípcia também pode ser apreciada em galerias independentes, como a The Townhouse Gallery, que além das exibições de artistas emergentes disponibiliza seu espaço para outras práticas culturais, como mostras de filmes e programas educacionais de compreensão artística, e a Karim Francis Contemporary Art Gallery ou o Atelier du Caire, ambos voltados para o cenário da arte contemporânea e dedicados a incentivar o desenvolvimento desse gênero artístico.

 

 

Enquanto isso, os fãs de artesanato não devem perder o Bazar de Khan El Khalili, um imenso mercado dividido em várias ruelas, todas repletas de lojinhas e tendas coloridas. Lá se encontra de tudo! São milhares de itens entre joias de ouro e prata, artesanatos locais, óleos aromáticos, antiguidades, tecidos, tapetes, especiarias e até restaurantes e cafés para quem deseja uma pausa no passeio – o El Fishawy, por exemplo, é um dos mais renomados cafés do Cairo e considerado também o mais antigo, datando de mais de duzentos anos.  

 

 

Um passeio pela Cidadela do Cairo, também conhecida como Citadel, é mais uma atração que merece ser encaixada no roteiro dos recém-casados. O lugar foi fundado em 1176, servindo como sede do governo por mais de 700 anos. Hoje, famoso ponto de interesse para viajantes do mundo todo, a Cidadela abriga traços recorrentes do islamismo em algumas mesquitas construídas por lá. É o caso da Mesquita de Muhammad Ali, erguida na primeira metade do século 19 em estilo otomano.

 

 

Sua estrutura pode ser vista de longe, e se tornou uma das principais edificações religiosas do Cairo. Destaque também para a Mesquita de al-Azhar, que mistura os estilos arquitetônicos bizantino, islâmico e medieval, e para a Mesquita de Ibn Tulun, a maior e mais antiga da cidade que ainda mantém sua forma original.

 

           

 

Mas nada rouba a cena como a atração mais majestosa do Egito – e talvez de todo o mundo: as Pirâmides de Gizé. Não à toa, esse complexo de monumentos é uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo e a única delas que sobreviveu perfeitamente ao tempo, em pleno estado de conservação.

 

 

A Grande Pirâmide, ou Pirâmide de Queóps, é uma das três que compõem o complexo, medindo 160 metros de altura que equivalem a 49 andares. Sua construção é datada de 2500 a.C., e estima-se que quase 30 mil trabalhadores e mais de 2 milhões de pedras, pesando duas toneladas e meia cada uma, tenham sido utilizados na sua edificação. Marco icônico do Antigo Egito, essa pirâmide é o monumento mais pesado já construído pelo homem. As outras duas que completam o complexo são as Pirâmide de Quéfren e a Pirâmide de Miquerinos, um pouco menores do que a primeira, mas que não ficam nada a desejar nos quesitos beleza e magnitude.

 

Todas elas foram construídas para abrigar as tumbas dos faraós da época, que tinham o mesmo nome das pirâmides e eram considerados personificações dos deuses na Terra. A Esfinge de Gizé também é emblemática no cenário desértico, com sua estrutura de pedra calcária que tem a representação do rosto do faraó Quéfren, mas com um corpo de leão que se estende por mais de 70 metros de comprimento e 19 de largura – a altura, incluindo a parte da cabeça, conta com cerca de 20 metros.

 

 

            Em Memphis, primeira capital do Antigo Reino, também há muito para se ver. A menos de 30 quilômetros do Cairo, a cidade é lar de outras atrações interessantes. A estátua de Ramsés, o Grande, é uma delas. O faraó foi o terceiro a governar uma das dinastias do Império Novo egípcio, ocupando o trono por mais ou menos 70 anos. Sua estátua estava soterrada por água, e vários pedaços da cabeça e do peitoral foram encontrados separados. Ainda em Memphis, também vale a pena conhecer Saqqara, local onde foi construída a primeira pirâmide egípcia em homenagem ao Faraó Djoser. O responsável pela construção foi o primeiro engenheiro e arquiteto da história do Egito e serviu de inspiração para criação do filme A Múmia, sucesso do cinema entre o fim dos anos 1990 e início dos anos 2000.

 


Luxor e Aswan

 

O Nilo é a principal fonte de vida do Egito. Além de servir como via de transporte, o rio foi fundamental para a construção de um Império gigantesco, também contribuindo com o desenvolvimento da civilização egípcia às margens das suas águas e facilitando práticas como pesca ou agricultura.

 

Quando se navega por ele, o Rio Nilo também proporciona uma perspectiva diferente do Egito. O visual é marcado por paisagens naturais, que se contrastam com as construções milenares e acabam criando um panorama único. A partir do Cairo, percorrer o rio em uma viagem pelas belezas de Luxor, passando também pelas atrações de Aswan, garante um roteiro repleto de charme, aventura, história e romance – além da sofisticação a bordo e serviços elevados proporcionados pelas companhias.

 

 

Para explorar da melhor maneira, sem deixar de lado passeios imperdíveis pelas duas cidades, os trajetos com duração de quatro a seis noites são ideais para os recém-casados, permitindo visitas a templos históricos, complexos arquitetônicos e uma série de atrativos que complementam a experiência da viagem a dois.

 

Em Luxor, o cruzeiro conta com uma pausa na navegação para que o Templo de Karnak e o Templo de Luxor possam ser conferidos de pertinho. O primeiro é o maior templo do Egito, enquanto o segundo é uma das mais belas heranças preservadas da Era faraônica. Os navios também levam os viajantes ao Museu de Luxor, que retrata a história do Antigo Egito e exibe tesouros arqueológicos – como múmias reais dos faraós Ahmose I e Ramsés I –, e ao Templo da Rainha Hatsheput, uma das governantes mais poderosas do Egito. Uma parada ao Vale dos Reis e Rainhas, onde pode-se explorar as tumbas reais de 63 faraós, decoradas com hieróglifos que ilustram a mitologia egípcia, também faz parte da programação.

 

 

Entre as duas cidades, Luxor e Aswan, também tem atração em terra que merece visita: o Templo de Dendera, o Templo de Esna e o Templo de Edfu, todos belos exemplos da arquitetura egípcia para se apreciar.  Já em Aswan, o cenário também é emoldurado por estruturas icônicas, com destaque para o majestoso Templo de Philae, o Templo de Kom Ombo e o Obelisco Inacabado de Aswan, um dos maiores do mundo. Para estreitar um pouco o contato com as plantas e natureza, o Jardim Botânico é uma área verde com árvores altas, espécies vindas de vários países diferentes e jardins verdejantes, perfeitos para caminhadas a dois e para quem deseja aproveitar ares mais tranquilos.

 

Onde comer no Cairo?

 

139 Restaurant

 

O charmoso 139 Restaurant, do Marriot Mena House, Cairo, serve clássicos da gastronomia indiana e pratos tradicionais do Oriente Médio. A vista espetacular para as pirâmides e para os jardins do hotel complementa a experiência romântica do casal que, além de contemplar as paisagens durante as refeições, ainda aproveita a atmosfera elegante e intimista do espaço.

 


The Blue Restaurant & Grill

 

Um dos destaques gastronômicos do Kempinski Nile Hotel é o restaurante The Blue, dedicado a receitas italianas e massas caseiras – os risotos e antepastos são ótimas pedidas. O cardápio é marcado pela culinária moderna da Itália e do Mediterrâneo, combinando frutos do mar a ingredientes regionais. A atmosfera é contemporânea e privilegia detalhes em tons de azul e madeira.  

 

 

The Osmanly Restaurant

 

Clássico e sofisticado, o The Osmanly Restaurant está instalado no Kempinski Nile Hotel e os sabores das suas receitas contam com inspiração do Império Otomano. No menu, destaque para as carnes de cordeiro. Para harmonizar, vinhos de várias regiões da Turquia são boas opções que compõem a carta de bebidas.

 

Abou el Sid

 

O Abou el Sid é um autêntico restaurante egípcio, e suas influências locais estão presentes desde a atmosfera clássica até os pratos que compõem o menu. Aclamado em todo o Cairo, a casa serve receitas típicas locais em um ambiente elegante e tradicionalmente decorado, garantindo aos casais uma experiência gastronômica genuína do Egito.

 

 

Onde ficar no Cairo?

 

Four Seasons First Residence

 

O Four Seasons First Residence está de cara com o Nilo, em uma localização privilegiada em Gizé que permite fácil acesso a vários pontos de interesse do Cairo – além de vistas panorâmicas para as Pirâmides ou para as águas do rio. As acomodações são clássicas e elegantes como as demais instalações do hotel, emolduradas também por paisagens históricas que podem ser contempladas das suas amplas janelas. Na gastronomia, destaque para os restaurantes Aura, que mistura os sabores das cozinhas libanesas e sírias, para o Tea Lounge, com menu marcado por saladas e pratos leves, e para a culinária asiática do contempo

râneo Nairu & Nairu Lounge, inspirado pelo visual do Nilo à sua frente. Para relaxar, há também os vinhos e coquetéis servidos no The First Bar, além dos tratamentos de bem-estar proporcionados pelo spa do hotel, onde os casais aproveitam momentos de relaxamento a dois.

 

 

 

Embarcações

 

Oberoi Zahra

 

Um cruzeiro pelo Nilo é uma experiência memorável. Em embarcações sofisticadas, que proporcionam conforto e serviços personalizados, a navegação fica ainda mais completa. Com apenas 27 cabines, todas com vistas ininterruptas para as águas do rio, as elegantes acomodações do Oberoi Zahra foram projetadas para garantir estilo e bem-estar a bordo. Não à toa, a lista de atrativos se destaca com os tratamentos terapêuticos e rejuvenescedores do spa: massagens relaxantes com técnicas orientais, esfoliações corporais, revitalizações de pele e uma série de terapias de beleza que podem ser realizadas em suítes particulares com vista para o Nilo. A gastronomia é marcada por cozinha internacional variada, com menu que é inovado diariamente. Há também o The Club Lounge, espaço perfeito para relaxar e apreciar bons drinques, e o The Library and Cigar Lounge, para ler enquanto se degusta de diversas bebidas. O Oberoi Zahra ainda recebe performances artísticas de dança e música tradicionais egípcias, estreitando ainda mais o contato dos recém-casados com a cultura milenar do país.  

 

 

 

 

Sanctuary Sun Boat IV

 

As influências Art Déco marcam o estilo contemporâneo do Sanctuary Sun Boat IV, navio que combina recursos tecnológicos com uma elegante decoração marcada por detalhes egípcios e cores claras. São 40 cabines – algumas com varandas particulares – que garantem aos casais conforto, privacidade e sofisticação, com janelas do chão ao teto que proporcionam um visual panorâmico do Rio Nilo durante o cruzeiro.

 

 

No deck, uma piscina aquecida para que os recém-casados aproveitem momentos relaxantes ao ar livre, enquanto chefs premiados ficam no comando da gastronomia a bordo – a sala de jantar tem imagens na parede pintadas à mão que ilustram o cotidiano da região de Núbia. Para enriquecer ainda mais a experiência, os itinerários feitos pelo Sun Boat IV são acompanhados por egiptólogos, tornando a viagem ainda mais marcante.

 

 

 

A lua de mel no Egito é um combinado de sofisticação, aventura, história e romance.

Para os casais que procuram uma lua de mel épica, com cenários inacreditáveis, este roteiro criado pela Teresa Perez é perfeito.

 

teresa-perez-tours-e-caseme

 

Leia mais:

 

Lua de Mel na Tailândia | Koh Samui e Krabi

Hotéis para lua de mel nas Maldivas

Lua de mel em Megève | França

Deixar um comentário