O buquê é uma peça importante do look da noiva e deve estar em sintonia com a sua personalidade. Para além da estética, ele também precisa ser confortável. O modo como você segura, o peso e os tipos de flores vão influenciar muito na maneira com que você se relaciona com o seu buquê de casamento.

 

Você sabe como escolher o seu buquê? Sabe quais são os detalhes que envolvem este item do casamento? Preparamos dicas que vão desde os cuidados com a confecção e manuseio, até a hora de jogá-lo na festa.

 

 

O buquê precisa de muitos cuidados para se manter conservado durante a festa. Por ser feito de flores, ele deve ser sempre fresco e com as suas cores vivas. Todas as dúvidas que você possa ter sobre o buquê serão solucionadas a seguir.  

 

Antes de começar a ler sobre cada tipo de buquê, a Bia Pedrini, da Officina Floreale & Co., gravou um vídeo esclarecedor para o CaseMe TV sobre os formatos e estilos deles.

 

• Redondo

 

 

Clássico e bem tradicional.

 

 

• Desconstruído

 

 

Moderno e despojado, geralmente criado com mix de flores bem coloridas. Se este é o seu estilo preferido, leia mais aqui.

 

 

• Cascata

 

 

Clássico e retrô, foi muito usado nos anos 70 e 80.

 

 

• Braçada

 

 

Mais estruturado, este formato não é levado na mão como os demais, ele é sustentado no braço da noiva.

 

 

Vamos falar de diferentes formatos de buquê? Clique para saber mais sobre cada um dos tipos.

 

 

• Flores Brancas

 

O buquê composto por flores brancas é bem tradicional e representa a inocência. Eles são discretos e permitem várias combinações. A grande variedade de flores brancas permite com que os buquês brancos estejam presentes em diferentes estilos de casamento, não só o tradicional em buquês redondos de rosas brancas.

 

A flor branca tem uma série de simbologias, e você pode conferir ainda mais sobre os buquês com flores brancas aqui.  

 

• Flores Brasileiras

 

Muitas vezes ao procurarmos inspirações de buquês pela internet encontramos muitas referências estrangeiras. Infelizmente, algumas delas não são possíveis de serem reproduzidas no Brasil, devido a limitação das flores. Nem todas as variedades de flores estão presentes por aqui. Porém, temos uma grande gama de produtores e opções lindíssimas para contornar estes impasses. Neste CaseMe TV, a florista Bia Pedrini da Officina Floreale & Co. fala sobre flores, dificuldades e como contornar estes imprevistos.

 

• Orquídeas

 

São flores super delicadas, representam a beleza feminina e são uma ótima escolha para compor o buquê dos sonhos. As orquídeas apresentam diversas formas, cores e tamanho e, por isso, são muito versáteis para a criação do buquê de casamento. Nesta matéria você conhecerá muito mais sobre os buquês com esta flor.

 

• Peônias e Tulipas

 

Delicadas e de aparência nobre, as peônias e tulipas são flores muito procuradas pelas noivas. Não à toa: essas flores são sofisticadas e criam arranjos incríveis para compor o look. Mas o sonho de peônias e tulipas no buquê de noiva pode acabar sendo adiado. A dificuldade de encontrar, armazenar e os cuidados necessários podem ser um empecilho!

 

Conversamos com a Bia Pedrini, da Officina Floreale Co., que nos trouxe importantes recomendações sobre estas flores tão especiais e únicas. Quer saber se vale a pena escolhê-las para o seu buquê? Clique aqui.

 

 

Existem quatro pontos bem relevantes que devem ser vistos junto com o profissional que irá fazê-lo:

 

1.  O tipo de flor e planta que serão usados. Existem algumas flores e plantas que soltam pequenos pelinhos ou pólen, que se caírem sobre o seu vestido de noiva poderão sujá-lo e até manchá-lo. Certifique-se que as flores escolhidas não correm esse risco e se existir certifique-se que essas partes serão retiradas.

 

2.  Atenção à espessura do caule. Os buquês com mix de flores tropicais estão em alta, mas são difíceis de fazer. Procure um profissional que entenda, porque as espessuras dos caules são diferentes e nesses casos são muito grossos. Você precisa conseguir segurar o buquê com uma só mão, portanto não deve ser nem muito pesado, nem com uma espessura de caule que você não consiga abraçar com os dedos. Converse com o fornecedor escolhido, pois não basta ficar bonito, você precisa conseguir segurá-lo com firmeza e de uma forma confortável.

 

3.  Acabamento do caule. Rendas, fitas e mais fitas. Fique atenta ao material utilizado para a amarração do buquê: é preciso confirmar se existe alguma chance de soltar tinta. Você não vai querer manchar o seu vestido de noiva, né? Se a chance existir, mesmo que remota, só pegue o buquê no momento exato de entrar na cerimônia.

 

4.  Cuidado com as flores. O buquê geralmente é entregue durante o making of, ou seja, horas antes do casamento, portanto é necessário tomar algumas precauções para mantê-lo fresco e bonito. Alguns precisam ficar em local arejado na água e outras é aconselhável dentro da geladeira. Converse com o seu fornecedor e esclareça todas as suas dúvidas.
 

 

Após a cerimônia o buquê fica guardado por algumas horas. Entrar na festa com o buquê na mão ou deixá-lo apoiado na mesa do bolo durante o corte simbólico é opcional. Hoje muitas noivas preferem entrar sem ele, animadas com os braços para cima, dando tom de animação da festa de casamento. O cerimonial ficará encarregado de guardar o seu buquê em um local reservado até a hora de jogá-lo para as convidadas.

 

Algumas noivas se apegam demais ao buquê e optam por não jogá-lo. Mas este momento é tradicional, é divertido e de euforia para as mulheres solteiras na pista de dança. Então se você acha que vai ficar apegada e não ter coragem de jogar o seu, encomende um mais simples para este momento.

 

 

Sim, existe o momento certo para a noiva jogar o buquê. Se for jogado na hora certa ele dará um leve respiro na pista de dança para depois voltar com pressão, sem perder a animação.

 

Qual é o momento? No período da festa após o jantar, quando as sobremesas já foram servidas, e a pista ainda está cheia.

 

Ele nunca deve ser jogado no final da festa. Porque? Três motivos. No final da festa restarão poucas mulheres, os seus convidados já estarão mais alterados (pode gerar uma certa deselegância na tentativa de pegar o buquê) e por fim porque fica com cara de fim de festa… mais ou menos como acontece ao cantar parabéns nos aniversários.

 

Fique tranquila porque o cerimonial e o dj tem a expertise de sentir o momento correto para isso. Confie nos profissionais que você contratou.

 

Além disso, se quiser fugir um pouco do tradicional na hora do buquê, nós pensamos em dicas bem divertidas para inovar quando for jogar o seu buquê. Ficou curiosa?

 

◊ Optou por não jogar o buquê na festa? O que fazer?

 

Existem duas opções bem comuns neste caso. Algumas noivas oferecem seu buquê a uma santa, ou amiga. E outras preferem desidratálo para guardar como recordação.

 

 

 

• ONE FLOWER ONLY

 

Algumas noivas optam por entrar na cerimônia sem buquê, apenas segurando uma flor. Pode ser uma rosa branca, ou uma unidade da sua flor preferida. É uma forma singela e delicada de compor o look, deixando toda a atenção com a noiva. Às vezes, se o vestido já é cheio de detalhe e retêm bastante a atenção, entrar com apenas uma flor pode ser uma boa ideia.  

 

 

• MIX DE FLORES

 

O mix de flores fica muito lindo em buquês. Em sua maioria são super coloridos, mas há também a opção de criá-los com diferentes flores de uma cor só. A Suzana Milman, da A Florisbela, entende do assunto. Ela cria lindos buquês e arranjos com mix de flores para casamentos.  

 

Neste CaseMe TV ela explica direitinho os diversos formatos de buquês e sobre o seu trabalho floral.

 

• TEMPEROS

 

Misturar ervas aromáticas com o buquê é uma tendência que traz um frescor único para o acessório. Ficam lindas se misturadas às rosas e às hortênsias, mas deve ser dada preferência ao alecrim e ao manjericão porque a arruda tem um cheiro muito forte. Quer saber mais? Aqui falamos sobre tendências e cuidados com os buquês, entre eles a ideia de misturar temperos ao buquê.

 

• FLOR DE OUTONO

 

Usar no buquê flores da estação em que é o dia do casamento é uma ótima opção para conseguir flores mais frescas e acessíveis. No outono, por exemplo, cores quentes e fechadas como Callas em laranja queimado, orquídeas marsala e Dálias amarelo fazem buquês realmente impressionantes. Nesta matéria falamos mais sobre buquês com flores de outono. 

 

• FLOR DE INVERNO 

 

As flores específicas do inverno podem te ajudar a enxugar o orçamento durante a estação. Além de ser a estação preferida de muita gente, é a melhor época para conservar os buquês. Cada flor, com suas características e significados, pode ser uma parte especial da sua decoração.  

 

Se você pretende se casar no inverno, não perca a beleza destas que separamos na matéria.   

 

Tem mais alguma dúvida? Escreva nos comentários que iremos te ajudar. 🙂

 

 

Leia mais:

Decoração de casamento: Tudo que você precisa saber

Vestido de noiva – tudo o que você precisa saber

Paleta de flores: cores para inspirar!

 

Deixar um comentário